Bom dia, livro maníacos!

Bom, a resenha de hoje, é sobre um livro que eu amei ler. Eu fui apresentada a ele através da parceria do Blog com a Editora Arwen, que me deu a oportunidade de lê-lo. A primeira coisa que me chamou a atenção foi a capa, ela é linda! Confesso que achei a sinopse bem diferente, mas ao mesmo tempo muito interessante, e assim fiz como todo livro que passa pelas minhas mãos, eu me joguei na leitura! E posso dizer com toda a certeza que essa gata me surpreendeu!

Então, vamos conhecer um pouquinho mais sobre a nossa Kitty...






O livro narra a história de Kitty, uma gata muito (muito mesmo) sarcástica, arredia e independente, que vaga pelas ruas de São Paulo há mais de quatrocentos anos. Muito esperta, Kitty soube sobreviver todos esses anos nas ruas, fugindo de problemas e enfrentando medos como a fome e a maldade. Uma coisa que ela sabe bem, é que não quer ser uma gata domesticada, essa palavra já dá calafrios em nossa gatinha. Porém, em uma noite o mundo de Kitty vira de cabeça para baixo, quando um homem – no qual ela não consegue ver o rosto – muito bêbado, tropeça em seu beco vomitando tudo o que tem no estômago, fazendo com que nossa gata tenha que sair de sua cama quentinha para saber quem está importunado seu sono. E na tentativa de expulsar o invasor, que além de vomitar ainda parecia chorar, ela mia e rosna para ameaçá-lo, porém não é muito bem sucedida.


“Por mais ameaçadora que eu pudesse ter parecido, nada aconteceu. Os sons continuaram. Ah, eu merecia? Miei novamente, mais alto e com o dobro de irritação, e escutei passos. Isso aí, otário! Aquela era a minha área e se ele quisesse chorar, que fosse para outro lugar. Mas ao contrário do que eu esperava, os passos não se afastavam, eles se aproximavam.”



Sem tempo de fugir, ela é suspensa e acolhida nos braços do estranho, que tinha uma voz triste e chorosa. Ela tenta fugir se debatendo e rosnando, mas tudo o que consegue com isso é um carinho muito bom em sua cabeça, deixando-a totalmente distraída. Se não bastasse ser levada contra sua vontade, o homem ainda acha que ela é um macho, para total frustração da gata. O estranho em questão é o bondoso Eduardo Molina, ou Duda como gosta de ser chamado. E em um ato de solidão e embriaguez, Duda resolve levar o gato para casa.


“— Oh, desculpe, cara, nem me apresentei. Meu nome é Eduardo, mas pode me chamar de Duda... Eu até prefiro.
Que seja! Prazer, Eduardo. Para começo de conversa, não crie intimidade, e me chame como quiser, mas deixe-me dizer uma coisa: você é louco e provavelmente deve ter fumado um cigarro bem forte para estar conversando com uma gata. E pior ainda por não perceber
que eu era uma fêmea. Vamos lá! Nem era tão difícil. Era só olhar para meu perfil aristocrático, minha leveza e suavidade para perceber isso. Sem falar nos óbvios órgãos genitais, se todo o resto falhasse.”



Duda é um cara super do bem, bondoso e amigo. Mas tem um defeito horroroso, é apaixonado pela Alice, uma mulher sem caráter e que só pisa no coitado. Para falar a verdade, ele é bondoso até demais, e juro que tinha horas que eu queria dar uns solavancos nele para ver se o homem acordava para a vida e criava um pouco mais de amor próprio. 

Kitty chega à casa de Eduardo e tudo o que pensa é em encontrar uma forma de fugir o mais rápido possível. Mas ela tinha uma forte distração impedindo-a de bolar uma rota de fuga: as mãos macias de Eduardo que ficavam afagando sua cabeça. E quando enfim ela consegue ver o rosto e os olhos do seu raptor, Kitty se vê totalmente perdida.


“E foi quando eu soube que tinha me perdido. Eles eram castanhos. Firmes, mas tão doces que eu não consegui desviar os meus, rendida pela beleza deles. Incapaz de mirar outra coisa que não fosse ele, estudando atentamente a sua pele pálida e seus cabelos tão alaranjados e finos, espalhados pela sua testa em todas as direções possíveis, tive de conter a minha pata para não tocar os seus fios sedosos. Ele parecia tão doce e pacífico, e ao mesmo tempo tão bêbado, que eu inclinei a cabeça, me esforçando fisicamente para entender o louco contraste que aquele homem era.”


Nossa gata tenta de todo o jeito arrumar uma forma de se ver livre, ainda mais depois da conexão surreal que ela sente com Duda. Mesmo com todo o carinho, proteção, cuidados e “salmão do saquinho colorido” que recebe de seu dono, ela tenta de alguma forma fugir da casa e continuar seu rumo, sozinha. Kitty luta contra seus instintos humanos e felinos para manter seu segredo trancado a sete chaves.



“A proteção do meu mistério era minha maior missão, e ter Eduardo  me bajulando tão atenciosamente, tratando tão bem uma gata de rua, fazia algo em meu coração derreter e desejar dividir com ele o que eu trancava as sete chaves.”



Outro grande personagem da história é Arthur, o grande amigo de Duda. Eles tem uma amizade muito bonita e antiga. Arthur é um cozinho de mão cheia, que vive na casa de Eduardo sempre fazendo novas criações culinárias e dando pedaços de comidas sorrateiramente para Kitty. Inclusive é ele quem dá a notícia para Duda que seu gato é uma fêmea. Kitty vive entre amor e ódio com ele, mas Arthur sente que gata tem algo de especial. No decorrer da história, ele torna-se um grande amigo para Kitty e tem um grande papel no desenrolar dos mistérios da gata. E ouso até a dizer que ele roubou a cena de Eduardo. Além dele, Una e Marvin são outros personagens muito importantes na história.

Depois de muito aprontar – e aprontar muito ,  tentando fugir do colo quente de Duda, Kitty se dá conta que não adianta fazer nada para impedir o sentimento que já nasceu. Com seu jeito doce, delicado e protetor, Eduardo conseguiu quebrar as barreiras da nossa gata arredia.


“Como em uma epifania, me dei conta de que não havia plano B, C ou qualquer outra letra do universo que fosse capaz de me proteger das emoções que Eduardo despertava. Não havia como fugir, por mais imperativo que isso fosse.
Eduardo me queria.
Aquele homem talentoso, dedicado, carinhoso e gentil, além de lindo, me queria.
E, para meu próprio azar, tinha que admitir: eu o queria também.”



O livro é muito gostoso de ler. A Autora Elle S. soube desenvolver muito bem a história, dosando o mistério, o drama, o romance e a comédia. Kitty sem sombra de dúvidas entrou para o meu ranking de melhor mocinha. Adorei a personalidade forte e sarcástica dela, que ao mesmo tempo conseguiu ser doce e guerreira. Não posso deixar de confessar que em alguns pontos da história me levaram as lágrimas. Não me recriminem, eu sou uma manteiga derretida e me envolvi nos devaneios e dramas da Kitty. A trama me remeteu as fábulas e aos contos de fadas, mas com uma pegada contemporânea. Uma leitura muito leve e divertida, que me rendeu boas risadas. O livro também fala sobre o amor. O amor em sua forma mais poderosa. O amor que cuida, que protege, que se doa e que é benevolente.  Simplesmente adorei! Além disso, o livro conta com uma diagramação lindíssima, que deu mais beleza a leitura. Estou simplesmente apaixonada por Kitty, Duda e Cia. 


“Em algum lugar, as palavras sobre a gata humana que amou um homem com todo o seu coração perdurariam, sendo contadas para alguém, em sussurros, até que todos acreditassem no poder do verdadeiro amor. Aquele amor que salva, liberta e torna tudo bom e certo.
Aquele mesmo amor que sempre permaneceria, como todo amor deve ser: infinito.”



Kitty está disponível em versão e-book e impressa, além de contar com a versão Hardcover limitada – e linda de morrer. Você pode adquirir o seu exemplar na loja da Editora Arwen.




Até a próxima!

           Dai


40 Comentários

  1. Minha nossa, nossa! Confesso que quamfo comecei a ler pensei: Putaqpariu é sério isso!? Como assim rola amor entre uma gata e um homem? *Pré conceito falando mais alto*, mas continuei lendo e... caraca ela é humana??? Que existe um segredo está na cara! Mas só descobrirei lendo, e pela sua excelente resenha este livro está indo agora mesmo para minha estante!!
    Valeu pela ótima dica Dai!! Amei!!

    Beeeeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Su, eu que agradeço!
      Leia, o livro é super lindo e te prende do começo ao fim!
      Beijoss!

      Excluir
  2. Foi uma das resenhas que mais me chamou a atenção. Acho que o primeiro baque é tipo: que doideira é essa? ahahaha. Mas vou falar que a curiosiade me preencheu por completa e agora não vou sossegar enquanto não ler essa história, que só pela resenha mara da Dai, já sei que vou adorar rs.
    #PartiuKitty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Van, você vai adorar! O livro é tão interessante quanto a sinopse. O enredo é muito envolvente e Kitty é fora de sério!
      Beijão!

      Excluir
  3. Oie!
    Comecei a ler e achei a sinopse muito doida! hahahahahahah
    Depois de ler a premissa achei muito interessante, agora tô curiosa...
    Gzuis, mais um pra lista!
    BJS

    Kátia Silva - RJ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahhahhah Doida né?! Leia que você vai adorar!
      Um grande beijo!

      Excluir
  4. Caramba... Eu já tinha ouvido falar desse livro, e me encantei muito pela história, achei super diferente. Mas depois dessa resenha... Cara, superou todas as minhas expectativas. E eu tbm sou manteiga derretida, n se culpe por isso kkkk vem uma cena emocionante e ciscos caem em nossos olhos rsrs
    Parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Thai! O livro é realmente adorável, leia que você vai gostar. E como você disse que também é uma manteiga derretida, depois me diga se caiu ciscos nos seus olhos durante algumas partes do livro! hahahahha
      Um grande beijo!

      Excluir
  5. Eu li recentemente um resenha sobre o livro e acredito não ter dado a devida atenção, a maneira como vc discorreu sobre o livro, me ver com outros olhos, que não tinha visto antes. amodoro gatinhos, tenho dois em casa :D
    Ela tem 400 anos? Nossa!
    a sinopse a capa não tinham chamado minha atenção.
    http://www.poesianaalma.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado Lilian! Sim, ela é bem velhinha! hahahahahha Mas isso faz parte dos mistérios da história. O livro é bem gostoso de ler. Eu não tenho gatos, mas minha sogra tem uma gatinha, e digo que nunca mais olharei para ela sem lembrar da Kitty!
      Beijos!

      Excluir
  6. Eu li esse livro e o que mais me chamou minha atenção foi como a autora construiu a personalidade da Kitty. Ela é adorável. Tem um jeito todo especial de narrar os fatos que acontece em sua vida.

    Parabéns pela resenha! Amei!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Nilda! O livro tem uma construção muito boa e a Kitty e fora de sério!

      Muito obrigada!
      Beijos

      Excluir
  7. Puxa, eu nem sabia que era um livro nacional kkk
    Adorei a resenha, e a premissa do livro me deixou com a curiosidade aguçada :)
    Abraços
    www.dezenoveprimaveras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ana!
      Ele é nacionalíssimo! ;) Leia, você vai adorar!
      Bjs!

      Excluir
  8. Oláá
    Quero muito ler esse livro, pois adoro gatos e com certeza vou adorar a premissa que esse trás, e sinceramente, amo essa capa haha espero ler em breve.
    Ótima resenha ;)

    http://realityofbooks.blogspot.com.br/
    Catharina
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero que você leia em breve. ;)
      A capa é linda msm!
      Muito obrigada!
      Bjs

      Excluir
  9. Oiee!
    A capa me interessou logo de cara, achei simples mas muito envolvente!
    Eu sinceramente não sei se leria, mas achei a sua resenha MUITO bacana!
    Super beijos
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa tem tudo a ver com o enredo, além de ser linda!
      Leia sim, você vai se surpreender! ;)
      Beijos

      Excluir
  10. Gente, que livro encantador! E com uma temática muito diferente, nunca havia visto nada igual, essa ideia de escrever um livro com os relatos iniciais de uma gata, foi genial! O olhar de uma gata pelos hábitos humanos parece ser algo muito bem abordado, adorei saber sobre essa história!

    http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, o livro é surpreendente e encantador! Vale a pena ler!
      Um grande beijo.

      Excluir
  11. Oi Dai, tudo bem?
    Provavelmente não lerei o livro tão cedo, mas gosto da premissa dele, o modo de ser da gata e a maldição envolvida deve ser bem interessante.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Angélica!
      O livro é bem envolvente, quando tiver uma oportunidade, leia-o.
      Beijos!

      Excluir
  12. Oie! li algumas resenhas deste livro que ajudaram a me animar para ler. Baixei já o ebook, resta agora começar a leitura e gostar do enredo.
    Bjs,Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey!
      O livro é cativante, tenho certeza que vai gostar!
      Boa leitura!
      Bjs

      Excluir
  13. Taí, vou colocar na lista! Nunca tinha ouvido falar desse, mas como uma grande amante dos gatinhos (principalmente dos meus dois peludos), já fiquei curiosa! Acho que vou ficar com o ebook mesmo, nesse caso! Boa dica! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Samy!
      O livro é muito envolvente, você vai gostar!
      Beijos!

      Excluir
  14. Oi, tudo bem?
    Eu já vi esse livro por ai e fiquei apaixonada pela capa, ela é muito linda, mas como sempre, eu não procurei saber mais nada sobre o livro, então não sabia quase nada sobre a história. Mas lendo a sua resenha fiquei bem curiosa com a história de Kitty, ela parece ser uma personagem bem interessante e acompanhar a história dela parece ser algo diferente. Enfim, achei a premissa bem bacana e pelo visto a autora soube trabalhar bem em sua história, por isso com certeza eu leria Kity.

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Larissa!
      Espero que você possa lê-lo em breve! ;)
      Um beijo!

      Excluir
  15. Desde que eu vi a primeira vez essa linda capa eu o coloquei na minha lista, estou doida para le-lo, todos que leram gostaram, não vejo a hora de te-lo em minhas mão pdoer ler a historia dessa gatinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Brenda!
      Tenho certeza que você também vai adorar! Espero que você possa lê-lo em breve.
      Um grande beijo.

      Excluir
  16. oi, tudo bem?
    a capa desse livro é linda mesmo, sem dúvida um excelente chamativo.
    O que mais gostei, pela sua resenha, foi da inversão dos papeis. Geralmente, em livro assim, quem está preso no corpo do animal é o homem, e a pessoa super boazinha, apaixonada e que se deixa pisar, é a mulher. Acho que só por isso iria me segurar para não ter vontade de dar uns solavancos nele também, kkkkkk
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruna!
      O livro é uma delícia, te prende facinho, facinho! hahhahahha
      Um grande beijo

      Excluir
  17. Ola Meninas eu li esse livro e amei, um verdadeiro conto de fadas, romântico, com personagens carismáticos. Eduardo é um fofo, Duda um grande amigo e Kitty é autêntica como só ela sabe ser .... Uma ótima leitura. beijos

    Joyce​
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joyce!
      Sem sombras de dúvidas a Kitty rouba a cena! ;)
      Bjs

      Excluir
  18. Parece mesmo um livro muito interessante! =D
    Esta diagramação é muito impactante, faz a gente ficar curioso. srsr E lendo a tua resenha ( é a segunda que leio sobre o livro) Me faz ficar ainda mais curiosa. Aguardando a oportunidade de tê-lo em minha estante!

    Um abraço!

    Pensamentos Valem Ouro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vanessa!
      A diagramação do livro é lindíssima. Espero que você possa tê-lo em breve adornando sua estante.
      Um grande beijo!

      Excluir
  19. doideira é a palavra mas
    bateu uma curiosidade de ler e desvendar esse mistério kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana! Olha que vc vai se surpreender com a leitura!
      Bjs

      Excluir
  20. Hey, tudo bem?

    Terminei sua resenha morta de vontade de conferir esse livro. Nunca tinha ouvido falar, mas possui uma premissa muito interessante e me cativou. Adorei os quotes que você colocou, o tom sarcástico é muito presente mesmo, o que só me dá mais vontade de ler.

    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hey!
      Muito obrigada pelos elogios, e fico muitíssimo feliz em conseguir passar a mensagem que eu queria. Espero que você tenha a oportunidade de lê-lo em breve.
      Bjs

      Excluir