Olá pessoas!

Quem me conhece sabe o quanto eu gosto de ler, e principalmente, o quanto sou romântica. Adoro livros cheio de amor, paixão, amizade, e se nele tiver cenas hots, é um super bônus. Gosto de romances de época, de romances clichês, aquele bem água com açúcar, ou aquele regado de dramas. E o livro de hoje me tirou totalmente da minha zona de conforto. “Na escuridão dos dias” me levou ao mundo da guerra, onde o ódio, a repressão, a dor e muitos mistérios estão envolvidos. Um livro intenso, cheio de cultura e drama.







A narrativa do livro se inicia no ápice da guerra de sesseção da Iugoslávia. Milla, uma jovem Bósnia, no início da adolescência junto com sua família, passam esse período escondidos em um porão aguardando o tão sonhado final da guerra. Guerra esta, que muitos desconheciam o motivo. Uma menina tão jovem, que teve que conviver com a crueldade, o ódio e a perda.

Quando a guerra enfim é findada, os sobreviventes tentam retomar suas vidas com o que sobrou de sua cidade e de seus pertences. Milla perde seus pais, e é obrigada a ir morar com a família do tio.  Morar com a família que também passou pelo mesmo desastre deveria no mínimo ser de grande ajuda, porém não é isso o que acontece. A família dos tios se apodera dos bens que os pais de Milla deixaram, e a tratam com se fosse uma empregada da família. Milla além de ter que lidar com a perda de seus amados pais e com o psicológico totalmente abalado, ainda tem que conviver com o abuso da família que a acolheu.

Seu tio tenta de todas as formas casas suas filhas e Milla, e assim, em uma noite ela conhece Fateen, um misterioso sheik do Oriente Médio. Fateen pede Milla em casamento, e a jovem tem muitos receios, pois apesar de ser muçulmana, ela não está costumada com a cultura e costumes dos Emirados Árabes. Os negócios são feitos, e Milla se casa com o misterioso Sheik, e é obrigada a conviver com a nova vida até então desconhecida, onde apesar da religião ser a mesma que a dela, muitas coisas são totalmente diferentes. A cultura do país coloca as mulheres em uma posição abaixo dos homens, além disso, precisa conviver com tradições a qual não está acostumada.

A vida de Milla nunca fora fácil, e agora não será diferente. Muitos mistérios, medos e superações vão rondar a vida da jovem.  Mas será que Milla vai conseguir viver sua tão sonhada felicidade? Será que Milla conseguirá se adaptar a sua nova realidade?

“Na escuridão dos dias” é um livro recheado de cultura, de drama e de relatos de guerra e pós-guerra. A história foi muito bem construída e fiel, dando ao leitor uma boa aula de história. Realmente me vi envolvida no drama de Milla, que apesar de ser uma personagem forte, ela passou boa parte da vida sem poder se impor ao que realmente queria. Muitas vezes tive que parar a leitura e respirar, os relatos são intensos, e como disse no começo da resenha, não estou acostumada a este tipo de livro. Se você procura um livro que fuja do clichê e da mesmice, essa é a minha indicação.


Cristina, parabéns pela linda obra. Todo o seu trabalho, estudo e envolvimento em criar uma história tão intensa valeu a pena. Muito obrigada pela confiança depositada no blog. Te desejamos muito sucesso!


*****

Onde comprar:
E-book: Amazon
Físico e e-book: Clube dos Autores
Vendas para o exterior, clique AQUI.



Book  Trailer






*****

A autora
Cristina Deutsch, nasceu na cidade serrana de Petrópolis/RJ, e mudou-se em 1995 para a Alemanha, é autora de catorze livros até o presente momento, sua autobiografia, sete romances e seis infantis, além de ter participado de várias coletâneas com contos e crônicas. Atualmente participou do 3º Prêmio SFX de Literatura 2015 e teve seu conto "Desatino" premiado. A autora escreve também roteiros audiovisuais e possui inúmeras citações, poemas e pensamentos postados em seu blog e redes sociais. Gosta de gastar seu tempo lendo, escrevendo, fazendo aeróbica ou curtindo a família. 


Acompanhe o trabalho da autora:
Site | Blog | Fanpage Google + | Twitter | Tumblr | Skoob | Instagram


Até a próxima!

Alê


2 Comentários

  1. Bom dia!
    Wow que resenha maravilhosa!
    Bom demais poder ler algo do gênero já pela manhã. 
    Fico muito feliz em saber que tenha gostado do livro, pois depoimentos como este eh mais que gratificante. Estou radiante!
    Enfim, espero que os seguidores deste blog leiam também e, gostem tanto quanto você.
    Tenha um dia lindo e lido!
    Beijos literários da CD!

    ResponderExcluir