Helena Collins é uma mulher linda, jovem e doce. Como todos na vida, ela também tem seus fantasmas. Abusada quando criança, Helena ficou sem falar uma única palavra por muitos anos. Fugiu de casa e perambulo pela cidade de NY, em um dia de muita neve, Helena é encontrada dentro da casa do cachorro da família Clark. Acolhida por eles e por Taylor Smith, um ex agente da inteligência da casa branca, Helena começa a viver novamente. Assim conhece o intratável aos olhos de muitos, Brain Scott, dono de um império e muito ávido para o sexo. A pedra no sapato de Brain chama-se Taylor. Helena vai conhecer o sexo quente com os dois homens de sua vida. Um amor, uma amizade, uma mulher. Mas existe somente uma escolha.



Olá Pessoas!!!

Hoje meu desabafo é sobre o livro “Empire Scott - Atrás da porta vermelha”, da autora Adriana Arebas, que foi lançado recentemente com o selo Métrica Hot. O livro foi cedido ao blog pela Editora para resenha. Prepare-se, o livro é repleno de cenas sensuais e eróticas!


Helena é uma garota que carrega muitos fantasmas. Uma jovem que passou anos sendo abusada sexualmente por seu tio. Quando seu pai descobre o que estava acontecendo, perde totalmente o rumo da vida e acaba se suicidando na frente da filha. Devido a seus traumas, Helena não fala e vive dentro de sua bolha de sofrimento. Quando completa dezoito anos, ela resolve fugir da convivência familiar, arruma poucas coisas e foge. Durante algum tempo ela dorme nas ruas, porém durante uma forte nevasca, ela resolve entrar sorrateiramente em uma mansão e dormir. A família Clark, dona da casa, resolve abrigá-la e protegê-la. Helena logo faz amizade com Taylor, o segurança da família, e é ai que sua vida começa a ter um novo sentindo. Com o tempo, Helena confia a Taylor seus medos e traumas, e ele começa a ajudá-la a superar todo esse sofrimento. E assim, o segurança começa a nutrir um sentimento pela jovem.

“Que eu me isolei por um período longo, e meus sentidos ficaram mais aguçados para minha proteção”

Helena arruma um emprego temporário na empresa Empire Scott, e logo quando chega, já é avisada por Karen, a assistente pessoal do chefe, pra manter distância do todo poderoso Brian Scott, o CEO mandão, possessivo e muito mulherengo. O que me encantou nesse mocinho é que mesmo sendo um CEO como na grande maioria dos livros, ele é negro. Meu pai! Já imaginei Kanye West. E para quem não conhece, ele é o marido da Kim Kardashian. Ulalá! Ops, voltando ao texto...  Mas quando Brian escuta a voz de Helena pelo telefone já se sente atraído imediatamente. E quando ele bota os olhos nela, ai começa a loucura, pois a jovem é linda e muito sensual.

“Karen, me chame de Karen, e somente fique longe dos do Sr. Scott, ou você vai ter grandes problemas aqui, e não queira problemas comigo Helena.”

Brian se apaixona a primeira vista, e isso assusta muito o todo poderoso, pois ele nunca teve nenhum sentimento parecido por mulher nenhum. Brian então resolve conquistar Helena. Ele vai a uma festa na casa da família dela e se encanta ainda mais quando Helena canta e dança um tango com Taylor de tirar o fôlego. Mas o que ele não sabe, é que mesmo sendo abusada pelo tio, Helena ainda era virgem e nunca foi beijada. Só lendo pra vocês entenderam como o cretino do tio abusava dela.

Taylor é o melhor amigo e confidente de Helena, ele nutre um amor puro e sincero por ela. Mas as coisas esquentam quando Brian resolve que vai dividir Helena com Taylor. Na realidade, Helena ama incondicionalmente Brian, porém tem um carinho particular por Taylor. E ai eles vivem um triangulo amoroso de tirar o fôlego. Brian é um homem extremamente ciumento e possessivo, mas pra não perder o amor da sua vida, abre mão em dividi-la com Taylor. Entretanto, como nem tudo são flores, o passado de Helena resolve aparecer e tirar o sossego o trio.

"Meus sentimentos estão confusos, tenho que tornar tudo prático e fácil para uma retirada rápida de tudo."

Se quiserem conhecer o desenrolar da história, terão que ler. (Risada malévola kkkkkkk) Ah! A trama acaba num suspense de doer a barriga. E como o livro ainda é lançamento, não tem data prevista para a continuação. Vamos aguardar!

A história tinha tudo para ser excelente, assim que bati o olho na sinopse me interessei. Porém, achei que alguns detalhes não eram necessários, como por exemplo, descrever os produtos de beleza e roupas que Helena usava. Isso fez com que em alguns momentos, o enredo se tornasse maçante. Também achei as continuações de fala, algumas vezes fora da historia, assim como a continuidade de cenas. Encontrei algumas incoerências, não sei, mas acho que duas horas da manhã ainda está escuro, certo!? Não tem como o sol estar brilhando. Então, caso haja uma segunda edição, é válido uma revisão mais minuciosa, pois ainda notei algumas palavras escritas erradas. 

Ainda não tive o prazer de conversar com a escritora, que é brasileira, mas mora em Paris. Porém, assim que ela me responder quanto ao lançamento do segundo volume do livro, eu aviso a vocês.

Se você gosta do tema, gosta de livros com conteúdo extremamente erótico, ménages e mocinhos de virar os olhos, esse livro é um prato cheio, e vale muito a pena ler, pois esse trio é quente como o inferno! RS O enredo ainda conta com drama, suspense e muita tensão, além de tratar de um assunto muito delicado: o abuso sexual. E depois que você ler, vem me dizer o que achou.

E por hoje é só meu povo! 

Alê 


2 Comentários

  1. Oiiiiiiii Meninas, amei a resenha, realmente esse livro é bem polêmico, quem leu no nosso blog foi a Vandinha já que ela é fã dos Hots....
    Mas eu li um pedacinho pq sou curiosa hahaahah...

    Beijocas para minhas cheirosas preferidas...

    #Giuli

    ResponderExcluir
  2. Hey!
    Me parece interessante a premissa, mas essa coisa de livro escrito errado é uó! Eu li alguns livros da TDL que estavam com alguns erros de revisão. Histórias boas, mas isso acabava com a graça. Mas vou tentar! hahahahhaaha
    Beijos!
    Ah! Parabéns pela sinceridade, isso é muito importante! Gostei bastante de resenha.

    ResponderExcluir