Nicole está prestes a entrar para uma agência de publicidade famosa e lá enfrentará o conflito entre a autoimagem e a visão distorcida dos seus colegas a seu respeito. A pressão psicológica que acontece com bullying nas redes sociais será vencida por um grande amor, que surge para fortalecê-la e protegê-la de todos os preconceitos.
Fernando é admirado por seu dinheiro e poder, mas, no fundo, luta contra uma secreta baixa autoestima. Com medo da própria imagem que forma no olhar do outro, ele se critica e se fecha. Até que um dia seu caminho se choca com o de Nicole e os dois aprendem juntos que o amor não é cego. Ele vê com clareza o que nem todos veem: a verdadeira beleza completa do ser amado.
Com muito bom humor, este livro irá tomá-lo do começo ao fim e envolvê-lo em uma estória que fala de um homem tentando entender o seu passado e de uma garota lutando pelo seu futuro. De repente, os dois se veem um de frente para o outro e descobrem a essência de um amor eterno.

Para adquirir o seu, clique AQUI.





“Quando gostamos de alguém, não nos prendemos ao que nos opõe, mas ao que nos completa.”

A narrativa do livro se inicia com a protagonista Nicole muito alegre e ansiosa para o dia mais feliz de sua vida: a entrevista para a vaga na empresa de seus sonhos. Nick é uma publicitária recém formada que sempre almejou trabalhar na True-B, uma das mais renomadas agências de publicidade do mercado. Desde a faculdade, sonha com uma vaguinha na agência, e ela estava mais do que disposta a lutar por essa oportunidade de qualquer jeito. Nicole estava convicta – mesmo se tremendo de nervoso – que seu dia estava prestes a mudar. E mudou mesmo, mas de um jeito que nem ela mesma poderia imaginar. Nick é uma jovem bonita, talentosa, simpática, muito – muito mesmo – sincera, espontânea e simples. Essa personagem é super divertida, ri horrores com ela, e me emocionei na mesma proporção. O mundo de Nicole vira de cabeça para baixo quando ela esbarra em um homem no meio do Shopping. Esse encontro é um tanto desastroso, pois Nick dá um banho de estrogonofe no sujeito em plena praça de alimentação do BarraShopping, no Rio de Janeiro. Ah! Esqueci de mencionar que ela é estabanada também. Rs

“Essa era a minha chance desde formada em publicidade na UFRJ e nada quebraria minha obstinação de brigar com unhas e dentes par ter no final da minha assinatura de e-mail a logo da True-B!”

O tal sujeito é o Fernando, um belo exemplar de homem. Sim, o homem é lindo! Mas não vá tirando conclusões precipitadas, eu sei que você está pensando: “os homens dos livros são sempre bonitos, ricos e dominantes!”. Apesar de ser um homem bem sucedido, rico e lindo, Fernando sofre de uma profunda baixa autoestima. Ele sente que falta algo, se sente incompleto, se acha feio. Ele é um homem firme em suas decisões, altivo, trabalha demais e é extremamente triste. Fernando tenta de qualquer forma entender o sentimento de vazio que sempre o acompanhou, e o tal do amor, que ele nunca conseguiu sentir. Sua vida começa a tomar um novo rumo quando uma estabanada o atinge com um prato de comida na camisa. Isso seria motivo suficiente para deixá-lo furioso, coisa que ele ficou, mas também ficou totalmente instigado pela bela mulher que não calava a boca um instante.

“Eu já paguei muitas pessoas para me dizerem como ser feliz: terapeutas, psiquiatras, psicólogos freudianos e cognitivistas. Quem sabe uma temporada em um hospício cairia bem? (...) Vamos, então, para a prática de como consertar o que está quebrado desde que eu nasci? Pois, todas as noites são longas, quando eu queria morrei todo dia como os outros, para acordar renovado sem precisar de remédios.”

Duas pessoas tão diferentes, mas que no fundo eram tão iguais. Nicole e Fernando não sabiam o que fazia falta em suas vidas, até o “tal do destino” uni-los em um improvável encontro. E com uma divertida narração, vamos conhecer um homem que tenta entender as dores do passado e uma jovem que tenta conseguir alcançar seus sonhos e lutar por seu futuro. Os dois nos provarão que o amor tem o poder de curar, de atravessar barreiras, de nos tornar fortes e quando é verdadeiro, se torna eterno e indestrutível.

“Todas as mulheres são interesseiras: umas por dinheiro, outros pelo coração; porém, todas querem te arrancar alguma coisa, ou do bolso ou do peito. Ela não era do bolso.”

“A verdadeira Bela” tem um enredo muito gostoso de ler, é divertido, fluído e bastante envolvente. Comecei a leitura a noite com o intuito de terminá-la no dia seguinte, mas para minha surpresa, quando percebi, já eram 4 horas na manhã e eu tinha devorado o livro. A narrativa do livro é leve, descontraída, simples e muito carismática. Já conhecia outras obras da autora, que li a alguns anos atrás, e sempre me surpreendo com sua forma de escrever. Parece que é natural, despretensiosa, mas que te envolve e encanta. Esse livro foi uma surpresa gostosa, adorei desvendar cada passo dos personagens e mergulhar na história. Além de ter um romance super fofo e um pouco clichê (Ser clichê não faz do livro ruim, gente. Isso depende da forma que é desenvolvido. E a Li soube desenvolvê-lo perfeitamente!), o livro aborda um tema que é bastante comum hoje em dia, o bullying nas redes sociais, que foi enfrentado por Nicole. Eu sou uma manteiga derretida, e confesso que chorei junto com ela. Um livro perfeito para se ler durante a tarde ou para sair das leituras regadas de dramas e/ou erotismo. E o mais legal: o valor do livro! Ele sai por apenas R$10,00 com frete incluso, autografado e acompanha marcadores. Isso também é um super atrativo para adquiri-lo. Leitura aprovada e indicada!

“- Eu já te disse que eu esperei você e te procurei nos amores errados? Cada um me provou que faltava uma parte e encontrei todas em você. Eu agradeço aos meus fracassados relacionamentos que me deram parâmetro para valorizar o que existe entre nós. Toda forma de amor anterior era só um rascunho não aprovado. O que acontece aqui – acariciou com o dedão o meu coração acelerado – é preocupação minha, porque a sua felicidade é o meu dever, a minha busca e a minha própria satisfação.”


A Autora

Li Mendi, escreve desde 2006 na web e já possui 11 mil fãs em sua fanpage. Semanalmente, ela publica seus livros abertos, que são seguidos pelo grupo de leitores fiéis, que se reúnem em um fanclube com já 1200 integrantes. Neste, debatem temas sobre literatura, fazem encontros online para fóruns e comentam suas opiniões sobre o andamento dos enredos. Ela também é embaixadora da rede social Widibook, onde tem o blog Vida de Autor, onde escreve dicas para novos autores iniciantes e conta um pouco sobre a sua experiência. 
Este trabalho interativo já rendeu mais quinze livros online, que você pode ler gratuitamente no portal da autora. Dois desses ganharam a versão impressa: O amor está no Quarto ao Lado e Alma Gêmea Por Acaso. E outros também foram lançados na versão física: Coração de Pelúcia, A verdadeira Bela e Mestre do Amor. 
Li Mendi é jornalista e publicitária formada pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, tem 29 anos, é geminiana e mora no Rio de Janeiro. Casada, sem filhos, ela escreve todos os dias e se comunica com os leitores após sua jornada de trabalho. 
Seus próximos livros abertos começarão no wattpad, a rede social de livros, onde já há as obras da autora registradas. Essa é uma novidade para que mais leitores desta rede se divirtam com as suas estórias, que possuem algumas características: como textos leves, engraçados e com narração dos dois pontos de vistas: do personagem feminino e masculino.

Site  Facebook  Wattpad  Widbook  Instagram  Twitter  Pintrest  G+  Fan clube




Até a próxima!




13 Comentários

  1. Olá,
    O livro parece ser bacana, mas confesso que não chamou muito minha atenção por não fazer meu estilo de leitura, mas gostei da resenha.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Já o conhecia, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Mas, com esse preço super atrativo, fica impossível não comprar. Parabéns pela resenha, super bem escrita!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu sempre gostei de leituras leves, mas ultimamente estou fugindo destas. O enredo do livro é muito fofo, com uma pitada de realidade e romance. Aposto que deve arrancar várias risadas durante a leitura.
    Não é algo que leria no momento, mas quem sabe mais pra frente. A capa é linda!
    Beijos,
    Gabrielle Garcia - ABCD dos Livros.

    ResponderExcluir
  4. Oi! Nossa, adorei a premissa do livro, é bem do jeitinho que eu gosto. Amo livro clichê, mas como você disse, tem que saber levar a história e nos conquistar. E como assim, 10,00???? Super baratinho! Já coloquei na minha listinha.

    Bjuss <3

    ResponderExcluir
  5. Já li algumas resenhas desse livro da Li. Preciso mesmo ler mais livros nacionais, mas não sei se leria esse livro. A capa chama bem a atenção
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    não conhecia o livro e lendo sua resenha fiquei bem curiosa em relação ao Fernando, é raro ler histórias onde personagens masculinos e ricos se sentirem inferiores, isso já me deixou com vontade de ler, é um diferencial em relação aos outros livros! Já estou adicionando na minha lista de desejados! A capa e o título estão lindos também!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Thais. Isso ma das coisas que mais me chamaram a atenção. Curti bastante a a leitura, e espero que você também curta.

      Excluir
  7. Nacional é sempre bom, mas eu não curto muito o gênero. Porém devo parabenizar a autora.
    Que seja um sucesso e que renda bons frutos.

    LETRAS COM CAFEÍNA

    ResponderExcluir
  8. OI, adorei a resenha!
    Já tinha visto esse livro em algum lugar, mas não tinha prestado atenção nele. Apesar de não ser o tipo de leitura que me agrada, parece ser bem legal para descontrair e passar um fim de semana.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabi! Sim, o livro é bem leve e divertido! A leitura vale é muito válida.

      Excluir
  9. Oi Adorei a sua resenha, já conhecia o livro da Li mendi, verdade o preço do livro é bastante acessível.
    Beijos
    Eu e meu vício chamado Leitura

    ResponderExcluir
  10. Oie, tudo bom?
    Amo esses romances mais clichês justamente porque são leituras leves e previsíveis. De vez em quando é bom se entregar a esse tipo de narrativa. Já conhecia o livro pela capa e tenho vontade de ler. O preço acessível é ótimo!
    Beijos.
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá. Amo livros clichês e achei esse bem bacana, principalmente por ser bem elaborado como o seu comentário disse. Certamente irei dar uma chance a leitura.
    Beijos e sucesso.

    ResponderExcluir