Cartas trocadas. Roubo de identidade – Anita é bookaholics assumida, e essa paixão pelos livros a fez criar o projeto "Literando" o qual realiza com sua bicicleta na busca do escolhido para transmitir a mensagem de algum livro. Mas, de repente tudo muda em sua pacata vida, ao se apaixonar por alguém que não conhece... Ela quis ser a “Anita de Checho” e responde as cartas que chegavam por um simples erro do endereço do destinatário. Ani desafia a família que tenta impedir o namoro e vai a São Sebastião ao encontro de seu futuro amor. Vive ao lado de Che 48 horas como se fossem as últimas de sua vida. Num cenário sobrenatural, carregado de emoções delicadas e amor pelos livros, nascem os sonhos e o desejo de realizá-los.




Onde comprar:

 SKOOB 





“- Não te deixes destruir... Ajuntando novas pedras e construindo novos poemas. Recria tua vida, sempre, sempre... Renove pedras e planta roseiras e faças doce. Recomeces.”
Aninha e Suas Pedras - Cora Coralina


Anita é uma jovem sonhadora. Ela é solitária, inocente, pacata e muito carente, mas, que tem um coração lindo e puro. Com apenas dezoito anos, ela ainda não decidiu muito o que quer da vida. Ani é uma incrível violinista, que toca com o coração e a alma. Ela também tem um projeto incrível, o Literando, que acompanhada de sua inseparável bike, percorre a cidade levando as mensagens que ela extrai dos livros, como uma espécie de resenha oral e ao vivo, como ela própria descreve na trama. Filha de militar, Anita teve uma criação rigorosa e muito regrada. Seus pais sempre foram muito ausentes, o que fez com que Ani tivesse que aprender a se “virar” sozinha, eles também nunca foram do tipo carinhosos, e com isso, ela cresceu com uma carência afetiva muito grande. Muito tímida, ela não tem muitos amigos, vive com os pés no chão e a cabeça nas nuvens, ou melhor, a cabeça no mundo dos livros. Eles são seu refúgio, seu porto seguro, e até mesmo seus melhores amigos e professores.


“- Se dê a chance, leia um livro e tire dele o que precisar para se sentir melhor. Eu faço assim, antes de pensar em me trancar eternamente em meu quarto (...)”

Em um dia qualquer, a vida de Ani muda completamente. Quando uma carta endereçada a uma certa Anita chega a sua casa por engano, por conta de um erro do endereçador. Ela não resiste à curiosidade e lê a correspondência. Ani fica totalmente extasia com as palavras contidas no texto. Deste dia em diante, ela “rouba” a identidade de sua xará, e começa a se corresponder com o desconhecido. Ela queria ser a Anita de Checho. A cumplicidade dos dois aumenta em cada carta trocada, e assim nasce uma paixão improvável. Che trouxe cores aos dias salmão de Ani (só lendo que vocês vão entender rs). Determinados a se encontrarem e a viverem esse forte sentimento, Ani desafia seus pais e segue rumo a São Sebastião, cidade onde mora seu amor. Lá chegando, se depara com algumas situações que ela não esperava, e é surpreendida com alguns segredos que Checho guardava. Sem contar que, os pais de Che são contra o relacionamento dos dois, eles são fanáticos religiosos que seguem sua doutrina ao pé da letra e ainda dão “pitacos” na vida do filho. Mesmo assim, Ani está decidida a enfrentar qualquer obstáculo para ficar com seu Checho. Então, eles vivem as 48 horas mais felizes, apaixonadas e intensas de suas vidas.

“Checho deveria realmente ser muito especial para conseguir me tirar do meu mundo de papel e de todos os meus sonhos lindos reproduzidos em silêncio, enquanto eu pedalava pelas ruas de Campo Grande ouvindo a Playlist que havia feito para cada série que amo.”
“- Vamos viver o que há para viver. Eu quero te amar. E quero que você me ame, sem ontem, sem tentarmos adivinhar o que irá nos acontecer amanhã, se tivermos que nos separar. Eu quero te conhecer por dentro. Quero que se realize tudo que esperei durante a troca de cartas.”

Anita retorna para sua cidade com a promessa de que Che iria buscá-la e assim poderiam viver esse amor. Mas, coisas estranhas começam a acontecer, deixando-a angustiada, e como fumaça, Checho começa aparecer e a desaparecer de sua vida sem um motivo aparente. E agora, o seu maior objetivo é descobrir o que os impede de ficarem juntos. E em contra partida, uma pessoa super especial entra em sua vida, o Andreas, um amigo para todas as horas, disposto a fazer de tudo para ajudá-la, seja qual for a situação. Ah! O Andreas é incrível e me ganhou de primeira!

“Um amor verdadeiro, para ser merecido, deve ser amado, independentemente de onde estiver.”
“Amor não se entende, se sente. O amor existe até mesmo quando não o compreendemos (...)”
“(...) Quem ama, ama onde está, o resto é apego.”
  
Checho de Anita” me conquistou desde a sua capa – que me remeteu muito as capas da Jojo Moyes – até o último capítulo. Confesso que no início do livro eu fiquei bastante confusa, e algumas atitudes da Anita me deixaram muito irritada, mas aí eu me lembrava do prólogo onde ela dizia: “Sinta-se à vontade para descobrir meus segredos. Você pode me amar ou me julgar, chorar comigo ou me desprezar eternamente, porém... A vida sempre nos surpreenderá quando acharmos que nada mais pode nos convencer do contrário.”, e me entregando a leitura, eu consegui compreendê-la perfeitamente. Essa é a primeira obra que eu leio da Adriana Vargas, e eu fiquei simplesmente encantada com sua escrita. Parecia que a Anita estava conversando comigo, eu consegui visualizar cada cena, sentir cada emoção. No fim do livro, eu me sentia amiga intima da Ani, e em vários momentos da história eu queria gritar para ela: “Não se sinta sozinha, eu estou aqui”. Louco, não?! Mas eu amo interagir com o livro, sentir vários sentimentos diferentes. Ela aprendeu a crescer, a se descobrir e a enfrentar o que a vida tinha preparado para ela. Já o Sérgio, mais conhecido como Checho, eu ainda não sei dizer o que achei dele rs. Em determinados momentos eu o entendia, em outros eu queria esganá-lo. Mas no fim eu consegui compreender todos os seus motivos, mesmo sem concordar com alguns. Mas uma coisa não é questionável: o seu amor incondicional por Ani. Entretanto, o personagem que mais se destacou para mim foi o Andreas. Eu amava ler os capítulos em que ele aparecia, e torcia que ele aparecesse cada vez mais. Ele era aquele amigo benevolente, altruísta, que amparava a Anita, dizia palavras sinceras e acolhedoras, estava presente em todos os momentos, sempre fazia algo para animá-la, vê-la feliz, além de aguentar seu mal humor. Por isso e muitos outros motivos, Andreas roubou o meu coração.

“Todo coração deve sonhar, mas deve permitir que a mente cresça sem interferir no ciclo natural da vida. Eu só esqueci onde está o fio da meada durante esse processo.”
“(...) O papel dos amigos é cumprir sua parte na felicidade do outro, e se sentir feliz quando seu amigo está feliz.”

O livro é narrado em primeira pessoa, principalmente pela visão de Anita. Contudo, temos um capítulo narrado pelo Checho e outro pelo Andreas. A trama é muito delicada, o que me cativou e me emocionou bastante. Um romance sobrenatural, carregado de emoção, de amor e amizade. Além disso, adorei o cenário mitológico que a autora criou, eu realmente consegui me sentir em outra dimensão. A parte física do livro está lindíssima, tanto a capa – que condiz perfeitamente com a história – quanto a diagramação estão incríveis. Encontrei alguns errinhos de revisão e algumas passagens de tempo me deixaram um pouco perdida, mas nada que me fizesse parar de ler o livro ou fez perder o brilho da história. Amei ler as cartas do Che, mesmo achando que foram poucas, eu queria mais e mais. Cheguei ao final da leitura com lágrimas nos olhos (chorando muito mesmo! Hahaha) e com o coração transbordando amor. Uma história leve e sensível, mas que conseguiu ser intensa e transmitir inúmeras mensagens que podemos – e devemos – trazer para a nossa vida. Um livro que fala de perdão, de superação, de amizade, de perda e do mais divino dos sentimentos, o amor. Além de abordar um assunto que eu, uma bookaholics assumida amei ler: o mundo mágico dos livros. Me identifiquei com muitas passagens, e tenho certeza de que você também vai se identificar. Leitura super recomendada!

“(...) o que eu tenho hoje você não pode ver, pois só conseguirá sentir. E só acreditará em tudo o que possuo, e é seu, se tiver fé e acreditar, que pelo motivo de não enxergar, é que isso viverá para sempre. O que tem forma e aspecto sempre será perecível. O amor não, o amor é eterno. Não o vê, mas ele é seu.”
“Muitas vezes passamos pela vida e não vivemos, muitas vezes amamos sem conhecer o verdadeiro sentimento.”



Até a próxima!





71 Comentários

  1. Respostas
    1. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  2. Exato. Quando eu vi a capa pela primeira vez pensei que o livro era da Jojo Moyes, mas aí vi que o nome da autora era outro.
    Amei a premissa, o livro faz muito meu estilo e eu sei que morreria de amores pela história.
    Gostei de saber que o livro é narrado em primeira pessoa, adoro livros com essa narrativa, e fico imensamente feliz em saber em conhecer melhor a história através da sua resenha, que por sinal está muito bem feita.
    Adorei os quotes, são lindos lindos lindos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem? Fico feliz que tenha gostado da resenha! Sim, as capas são no mesmo estilo, né?! Eu gostei bastante da história, espero que você tenha a oportunidade de conferir e que goste tanto quanto eu.

      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  3. Como não se identificar um pouco com a história?
    Eu adorei a premissa desse livro, porque parece ser singelo, doce e cheio de amorzinho. Eu fiquei triste por não ter tido consciência desse livro antes, porque ele me parece ser uma boa leitura para uma tarde de domingo. Sua resenha me trouxe uma sensação tão gostosinha, haha. E sim!!!!!!!! Essa capa lembra mesmo as da Jojo, de inicio até achei que era um livro dela. PArabéns pela resenha :)))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anelise, tudo bem? Você definiu perfeitamente, e sim, ele é perfeito para se ler durante um domingo a tarde. rs Espero que possa lê-lo em breve, e que você possa curtir tanto quanto eu. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  4. Olá Dai,

    A capa lembra bastante os livros de Jojo Moyes.. ficou perfeita!!
    Nunca li nada da autora, mas depois dessa resenha preciso mudar isso urgente.
    Pelo jeito, Anita é daquele tipo que queremos pegar e colocar no colo, dizer que estamos ali para o que precisar e ela confiar.
    Quero saber como ficou o amor de Anita, saber que coisas estranhas aconteceram e conhecer esse amigo, que você gostou tanto rsrs
    Beijos
    Parabéns pela resenha, ficou ótima
    www.conchegodasletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daya! Esse também foi o primeiro livro que eu li da Adriana, e curti bastante. Sim, eu tive esse sentimento de proteção com a Ani, apesar de que, às vezes eu queria dar umas boas palmadas nela. kkkkkkkk Espero que tenha a oportunidade de conferir a leitura e descobrir tudo sobre a Ani, Checho e Andreas. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  5. Gente, foi olhar essa capa que pensei Jojo. Fato. Muito parecida mesmo com o estilo de capa usado nas obras daquela autora. Nunca li nada da Adriana Vargas e achei a premissa do livro bem fofinha, estilo cor de rosa.
    A última citação, em minha opinião foi perfeita, até arrepiou. Parabéns pela resenha.
    Conchego das Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impossível não assimilar, não é Mary?! rsrsrs A história é bem gostosinha e fofinho também! =) Fico feliz que tenha curtido a resenha e os quotes que escolhi, eu tive que me segurar para não colocar mais... kkkk Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  6. Eu achei essa capa lindíssima e também achei que era da Jojo Moyes kkk mas não é porque não é dela que eu vá deixar de ler o livro.

    Na verdade, eu já o tinha visto a algum tempo e desde que o vi, fiquei louca por ele, acho que nunca li nenhuma resenha mas a sinopse e a capa me ganharam. Com a sua resenha eu fiquei ainda mais interessada e não vejo a hora de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Beatriz! Fico feliz que minha resenha tenha te despertado o interesse na leitura! Eu também tinha me encantado com a capa e a sinopse, e fiquei muito feliz por ter ficado encantada com a leitura também. Espero que possa lê-lo o mais rápido possível. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  7. Oie!
    Realmente a capa me fez lembrar os livros da Jojo, uma capa delicada, e pelo que pude notar em sua resenha, uma trama também delicada e emocionante. É um livro que cada vez mais me deixa curiosa para conferir, onde traz uma personagem marcante, ao lado de um amigo que vai me conquistar totalmente. Estou curiosa com esse livro e espero conseguir ler em breve.
    bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carla! Sim, achei a trama bem delicada e emocionante, curti bastante a história. Ahhh, o amigo! Tenho certeza que Andreas vai te conquistar, assim como me conquistou. Espero que consiga lê-lo em breve! Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  8. Olha eu ainda não tive a oportunidade de ler essa obra, mas tenho visto muita gente comentando bem dele. Gostei muito da maneira que desenvolveu sua resenha, porque me chamou bastante atenção. Espero poder ainda ter a oportunidade de fazer a leitura desse livro, ainda mais abordando temas como amizade e amor. E quando a leitura é leve e gostosa melhor ainda. Vou colocar na minha listinha de desejados para poder ler. Adorei.


    Eu li esse livro e sinceramente tenho que confessar que adorei.
    Mas eu achei ele muito descritivo sabe. As vezes ficava até cansada, mas mesmo
    assim espero ainda ler a continuação, porque me deixou bastante curiosa o seu desfecho.
    A escrita da Gayle Forman é fantástica e espero ainda conhecer muitas outras de suas obras.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/renovamos-com-geracao-editorial-muita.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! Fico feliz em saber que minha resenha te chamou a atenção, e espero que você possa conferir a leitura em breve. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  9. A capa lembra mesmo os livros da Jojo, rsr. Gente, e que nome é esse? Checho? Bem diferente,mas enfim. rsrs Eu curti bastante a trama por se tratar de um romance, então estou ansiosa para ler. Espero gostar, pois nunca li nada dessa autora.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dessa, na verdade o nome dele é Sérgio, mas todo mundo só o chama pelo apelido Checho. heheheheeh Diferente, né?! Espero que você possa lê-lo em breve! Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  10. Oii
    Confesso que a única coisa que me atraiu nele foi a capa..é linda demaaaaais e realmente lembra muito as capas da Jojo Moyes..mas foi só..Não curti muito a sinopse nem o enredo da estória..não consegui me prender com nenhum personagem infelizmente =/
    Então por enquanto deixo a leitura de lado!!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2015/12/titulo-irmandade-perdida-autor-anne.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Que pena, Anne! Mas, se surgir a oportunidade, dê uma chance, quem sabe você não muda de ideia?! rs
      <Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  11. A capa do livro também me remeteu automaticamente às capas da Jojo Moyes publicadas pela Intrínseca e curti demais da conta este estimulo que a história nos dá no prologo para que tudo se amarre no final. Ainda não conhecia o livro, mas o nome da autora já vi associado a alguns romances eróticos. Fiquei curiosa quanto a este livro e quero conferir.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem como não lembrar das capas da Jojo, né Ivi?! rs Sim, eu também já tinha visto associado à romances eróticos, mas essa é o primeiro livro que leio dela, e é super leve. Espero que você possa conferir a trama em breve! Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  12. Oi Dai,
    Olha té agora nenhuma das resenhas que eu tinha lido sobre o livro me haviam feito sentir vontade de lê-lo, mas agora a sua fez. Fiquei curiosa, gostei da maneira que você conduziu a resenha explicando direitinho a premissa. Acho que eu me animaria a fazer a leitura, sim.
    Beijos
    Conversas de Alcova ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kris! Nossa, que bom, fico feliz em saber disso! Eu curti bastante a leitura, apesar dos pontos que destaquei. Espero que você possa conferir a trama em breve, e que curta tanto quanto eu. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  13. Oiii!!

    Aaaaah que resenha mais encantadora eu adorei a forma como VC se sentiu ao ler o livro. Sério, fico mega empolgada ao ler resenhas assim.
    Eu li diversas resenhas para a obra e o enredo me chama atenção. Parece ser um livro bem envolvente e de leitura agradável.

    Gostei!
    Parabéns pela resenha de coração <3

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Ai, muito, muito obrigada! Fico muito feliz em saber que as pessoas conseguiram sentir tudo o que eu tinha para dizer sobre o livro. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  14. Ooi,
    Realmente a capa lembra muito os livros da Jojo, eu não conhecia esse ainda, mas amei a premissa. Parece o tipo de livro que vai me encantar e me fazer chorar.
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vivi! Sim, o livro é fofo, encantador e emocionante! ;)
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  15. Oi, realmente notei a semelhança com as capas da Jojo e tenho que confessar que a história me atraiu bastante! Amo histórias que envolvem cartas e fiquei curiosa para tentar entender o porque deles não poderem ficar juntos e que segredos os envolve. Então obviamente quero ler muito essa obra urgentemente porque tenho certeza que irei amar. Ótima resenha, parabéns!
    Beijos
    - Bruna
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também amo ler cartas! Espero que você possa ler o livro em breve e descobrir todo o mistério que envolve esses dois. ;)
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  16. Oiee ^^
    Eu também adorei a capa, lembra mesmo um pouco os livros da Jojo Moyes ♥ Gosto bastante dos livros da Adriana, então esse é um livro que eu quero muito ler. Saber que a Anita aprende durante a história, cresce e amadurece me deixou ainda mais animada para conhecê-la e a sua história. Gosto de romances com obstáculos :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dryh! Essa foi minha primeira experiência com a escrita da Adriana, e AMEI! Espero que você possa conhecer a história de Checho e Anita em breve.
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  17. Olá, tudo bem? Espero que sim. Olha, não há nada de errado com a sua resenha, mas para mim esse livro é muito "sem sal" não vejo fortes emoções, não vejo nada que me cative, a capa é bonitinha, não e a mais bonita, mas também não é a mais feia, é simplesmente neutra. Então eu passo a dica para outra pessoa que se identifique mais com esse livro. Beijos...
    Sthe - Blog
    http://leesoncre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  18. Olá... tudo bem??
    Claro que me identifiquei com a leitura do livro... fiquei super interessada pela proposta que a autora trouxe para a história... percebi também o tanto que você amou a leitura... lendo os quotes entendi porque... além do romance, temos momentos de reflexão... peguei um desses quotes e coloquei no meu face é claro... mas com os créditos pelo livro... nossa amei mesmo... sua resenha foi completamente inspiradora... Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Diana, minha quase xará! hahhaahah Exatamente! Ele tem romance, mas também momentos de reflexão, e ainda aborda o mundo lindo dos livros, no qual a Anita é apaixonada. Fico feliz que tenha gostado da resenha e dos quotes que escolhi, te confesso que foi difícil de escolher, porque eu separei um monte. rs ESpero que você tenha a oportunidade de conferir a leitura do livro em breve, e espero que você se apaixone pela história, assim como eu. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  19. Oi Dai, tudo bem?

    Que resenha linda *-* e me deu muita vontade de ler o livro. A capa remete mesmo um pouco aos livros da Jojo Moyes e é linda, e acho que combina com a delicadeza da história, pelo que deu para perceber na sua resenha. Gostei da Ani e me identifico com elas de muitas maneiras, tanto pelo seu jeito mais tímido quanto pelo seu amor pelos livros, encontrando nele um refúgio.

    Achei interessante esse romance dom o Checho e quero entender os motivos que te fez achar concordar ou não com algumas atitudes deles. E entendo completamente o seu sentimento de se apaixonar por um personagem secundário e amar as cenas em que ele aparece e querer que apareça mais e mais.

    Enfim, vou procurar saber mais sobre o livro e quando tiver a oportunidade, com certeza vou querer ler. Só tenho um único livro da Modo e mesmo não tendo gostado da história, a editora é bastante caprichosa em suas edições.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rafaella! Espero que este você curta! Eu gostei bastante da história, me identifiquei também e me emocionei muito. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  20. Waaaaaa, é a primeira resenha que leio sobre esse livro e me senti completamente envolvida pelo enredo. Não sabia que era tão... humano, doce, romântico e repleto de boas lições ao leitor. Eu me apaixonei pela ideia da autora e pela sua opinião, flor. Parabéns! Ainda não li nada da Adriana, mas tenho algumas obras dela por aqui. Mesmo com elas, sinto enorme vontade de correr para adquirir essa em especial para elegê-la como meu primeiro contato com a autora, como foi para você.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Francine! Você definiu perfeitamente! Espero que você curta a leitura assim como eu! Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  21. Oieee
    A Anita parece ser uma menina muito corajosa, do tipo que corre atrás do que quer, independente se pegam no pé dela ou não.
    O mais legal é o livro ser regado pelo amor aos livros. *-*
    Ela foi muito ousada respondendo as cartas, mas não custa dar um chance para o destino.
    A capa realmente tá encantadora.
    bjs
    diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  22. Oi, tudo bem?
    Eu nunca tinha lido nada sobre esse livro, mas fiquei curiosa com a história, me identifiquei um pouco com a protagonista e pelos seus comentários é uma história que vale a pena conhecer, então vou tentar ler algum dia o/

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha a oportunidade de ler a história, Larissa. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  23. Ola Dai lindona essa capa é fofa mesmo e delicada, jura que vou passar raiva com a protagonista, ai meus deus, espero que não seja chata demais, estou querendo ler o livro desde o lançamento, espero não ficar com muita raiva desses protagonista, quero ler em breve. beijos

    Joyce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Joy!

      Calma, a Ani dá uns tropeços mas é uma fofa, você achar as atitudes delas meio malucas e talvez infantil, mas quem não erra na vida?! Quem nunca escolheu com o coração e esqueceu de ouvir o cérebro? hahhahaahha Espero que você leia e que curta a leitura assim como eu!

      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
    2. Oi, Joy!

      Calma, a Ani dá uns tropeços mas é uma fofa, você achar as atitudes delas meio malucas e talvez infantil, mas quem não erra na vida?! Quem nunca escolheu com o coração e esqueceu de ouvir o cérebro? hahhahaahha Espero que você leia e que curta a leitura assim como eu!

      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  24. Olá!
    Nossa, a premissa desse livro é bem diferente, acho que ainda não vi nada similar rs.
    Adorei saber que a personagem passa-se por outra e passa por 48 horas de amor com Checo. Sua resenha me deixou bastante curiosa para saber mais sobre o que gera esses sumiços do mocinho, isso é intrigante.
    A capa é linda e também me lembrou a Jojo.
    Já anotei a dica e espero gostar do livro.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna! Esses sumiços do Che são realmente intrigante, viu?! Espero que você também curta a leitura! Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  25. Caraca, Dai, que arraso de texto! Sua resenha está espetacular! Vi algumas resenhas da obra, mas nenhuma tinha me despertado o interesse pela leitura ainda. Realmente a capa do livro nos lembra s obras da Jojo, não é? Achei a premissa da história cativante (finalmente entendi quem/o que era Checho) e se a autora realmente tem essa escrita fluida, vai ser um livro muito legal de ler. Obrigada!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, obrigada, Nu! hahahah Checho é bem estranho mesmo, mas é só o apelido o Sérgio. Eu gostei bastante da escrita dela, e os acontecimentos me deixaram super curiosa, e motivada para descobrir tudo! Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  26. Assim que vi essa capa também imaginei que se tratava de um livro da Jojo mas só parece né! Achei interessante a proposta do livro e fiquei curiosa com esse amor que crescerá através de cartas. Com certeza quero conhecer essa história.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você curta a leitura, Glaucia!Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  27. Fiquei curiosa pra saber onde é que o sobrenatural entra no meio dessa história... rs... Uma filha de militar, um filho de fanáticos religiosos, e dois protagonistas que irritam em alguns momentos... Por mais que você tenha gostado, não sei se quero ler. Quando você citou o Andreas achei que ia surgir um triângulo amoroso, mas felizmente acho que não aconteceu isso, né? A capa realmente lembra os livros da Jojo, é muito linda!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Triangulo amoroso, será?! Só lendo, Ju! Eu gostei bastante, tirando os pontos que destaquei, que foram praticamente nada.
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  28. Oiii
    A capa me lembrou o livro,Como eu era Antes de Vocês e isso é um ponto e tanto.
    Mas fiquei surpresa de saber que ele tem coisas sobrenaturais no meio dele.
    Sua resenha me fez querer lê-lo hoje mesmo,não conhecia a obra e isso me deixou chocada.
    Uma obra dessas e eu ainda não ter visto?
    Essa premissa também chama a atenção né? Diferentona kkk
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Izabela! A premissa é instigante, e a trama em si é super envolvente, eu gostei muito! Espero que possa ler em breve, e que curta assim como eu. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  29. Realmente Dai a capa desse livro sempre me faz pensar nos da autora Jojo, a história parece ser realmente tocante e linda e adorei a forma como você descreveu que a Ani é! <3
    Vou querer ler sim e espero gostar muito e compreender os personagens, adoro esses livros em que nos sentimos amigas das personagens.

    Beijos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é, Amanda?! Se parecem muito! Fico feliz por ter gostado da minha resenha. Espero que você goste da leitura assim como eu. Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  30. Olá, tudo bem ?
    Sabe a primeira coisa que pensei quando vi a capa do livro foi: " Quando esse livro da JoJo Moyes foi lançado que eu não fiquei sabendo ?" daí vi o nome da Adriana e fiquei com uma pulga atrás da orelha, mas Jesus que capa linda. Ameiiiiiiiiii!
    A estória parece ser muito boa, achei que seria um simples romance e lá no final você diz que é um sobrenatural , aí Deus assim meu coração não aguenta, sobrenaturais sempre trazem muitas surpresas.
    Já quero ler , para onde de preferência .
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkk Te entendo! Espero que leia em breve, e que goste bastante. Eu amei!
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  31. Oi!
    Quando a autora lançou esse livro eu fiquei doida pra lê-lo, afinal a capa é linda, e realmente remete muito aos livros da Jojo.
    Fiquei bem curiosa com esse sentimento de amor e ódio pela protagonistas, mas no fim conseguir entender ela mesmo sem concordar com suas escolhas e ações.
    Com certeza é uma obra que deve ser acrescentada aos desejados ^^

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acrescente sim, e leia se tiver a oportunidade! ;)
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  32. Olá!

    Eu recebi esse livro em parceria com a autora, e gostei! Confesso que o que mais me atraiu foi a capa, que sim, lembra muito as capas dos livros da Jojo (que é uma autora que amo demais <3). Gostei bastante da estória, mas a parte sobrenatural não conseguiu me envolver como o resto da estória. Você gostou?

    Beijos,
    entreoculoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thayenne|! Consegui me envolver sim! Eu gosto de fantasia, e essa lado sobrenatural que a Adriana criou, me fez ir para outra dimensão. Eu embarquei no mundo dela. rsrsrs
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  33. Checho??? Que nome esquisito! E esse título não é nem um pouco atrativo. Confesso que a capa me atraiu bastante, mas o nome da autora nela foi um banho de água fria, tenho um passado conturbado com a Adriana e não daria ibope pras suas obras. rs Mesmo assim, confesso que gostei da premissa, principalmente porque envolve nosso mundo dos livros, a gente acaba se reconhecendo no personagem bookaholic. rs
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério, Giulia? Que chato! Que pena que isso aconteceu
      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  34. Oiiie,

    Achei a capa muito delicada e linda <3 (me lembrou a Jojo Moyes <3) No começo pareceu que ia ser apenas um livro romântico, mas ai vejo que é sobrenatural, gente, preciso ler ele HAHA e entendo perfeitamente quando a gente se apaixona por personagens secundários, acontece isso várias vezes comigo. Adorei seu blog e a sua resenha.

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, e como não se apaixonar pelo Andreas, Estefênea?! Ele é sem igual! rsrsrrs Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir
  35. Oiee! Concordo com vc, a capa lembra os livros da Jojo Moyes, e a escrita também parece? Bom pelo que vc escreveu a Adriana escreve muito bem, e esse romance parece não ter aqueles mesmo elementos de sempre. Fiquei curiosa pela leitura.

    http://viajandoentrecitacoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tatuiana! Eu gostei da escrita dela, me senti envolvida! Muito obrigada pela visita e pelo comentário, volte sempre! Beijos ♥

      Excluir