Glacialem. País relativamente rico, vizinho de Meridial, e última ponta do Triângulo Comercial do Oceano Gélido. Tudo ali era perfeito e, mesmo que alguns discordassem, até o clima: um inverno eterno, com neve durante o inverno e o outono, chuvas frias durante a primavera, e no verão, quando o gelo começava finalmente a derreter, o outono nevado chegava de novo. Poderia ser o lugar perfeito, porém perfeição não existe. Não para alguns. Vez ou outra, Albus, o General e irmão do Rei, caía de amores por alguma jovem camponesa. Mas seu temperamento não era do tipo compreensivo, e ele não aceitava não como resposta. Se a moça fosse submissa a suas vontades, saía com uma vida confortável e feliz. Caso contrário, saía sem a vida. Tal regra também se aplicava a qualquer um que cruzasse seu caminho. Ao menos, até ele conhecer a fúria de Eros e Sapphire. Assim, Albus descobrirá que derrubar os Reis de Glacialem não será tarefa fácil.




Compre aqui: Impresso


Clique aqui, e adicione O Rei Cigano no Skoob.


Ficha Técnica do Livro
Páginas: 200 | Formato: Impresso e Digital | ISBN:9788556950031 | Idioma: Português | Gênero: Fantasia / Ficção






A primeira coisa que me chamou a atenção nesse livro foi a capa e consequentemente o título. Eu tenho uma queda pela cultura cigana, apesar de não ser uma grande conhecedora do assunto. Ao ler a sinopse e assistir ao book-trailer, fiquei esperando uma história envolvente, que abordasse magia, destino e aventura. Então, me rendi aos capítulos de degustação cedido pela editora.

Em O Rei Cigano, vamos conhecer a história de dois jovens que tiveram seus caminhos cruzados e juntos, enfrentariam os seus destinos. Eros e Ginger me conquistaram logo no prólogo e me deixaram cheia de expectativas.

"(...) O príncipe-soldado poderia estar no campo de batalha, e a cigana poderia estar viajando e lendo a mão. Porém, o destino decretou que esse não seria um daqueles dias. Aquele encontro teria que acontecer naquele dia, naquele momento, naquelas circunstâncias, sem mais. Sem motivo."

Eros é o filho bastardo do Rei Draco de Glacialem com uma cigana. Ele cresceu recebendo cuidados e regalias que seu irmão primogênito. Mas, cansado de levar essa vida confortável e monótona na realeza, ele decidiu unir-se ao exército que era liderado por seu tio, o General Albus. No entanto, tempo depois, ele despertou a ira de Albus, que era um homem invejoso e impiedoso.

Sapphire é uma cigana legítima, que gosta de viver de acordo com suas tradições. Uma jovem livre esperta e astuta, que se viu em meio a uma confusão, onde o General Albus a acusa de um crime que não cometeu. Em meio a uma fuga, a vida desses jovens se cruza, e acabam percebendo que juntos eles conseguiram conquistar sua liberdade. Com o mesmo objetivo em comum, eles fogem da ira de Albus e partem atrás de respostas que ajudarão Sapphire a provar a sua inocência. Essa viagem promete muita aventura, revelações, amizade e a descoberta de um amor verdadeiro.

"(...) A vida sempre nos impõe pequenos obstáculos para que nós nos fortifiquemos e cresçamos cada dia mais. É assim que acontece. Além do mais, se fosse simples, qual seria a graça?"

Sério gente, essas degustações serão a causa da morte desta leitora ansiosa. Sente o drama! Rs Em breve eu volto com a resenha completa da obra para vocês.













Siga nossas redes sociais, e acompanhe o nosso trabalho:




 Facebook   Instagram   Twitter   Google + 




Beijos!









11 Comentários

  1. Olá Dai,

    Assim como você sou bem curiosa a respeito da cultura cigana, também não sou conhecedora, mas as histórias com esse mote costumam ser muito instigantes, como No Mundo da Luna da Carina Rissi, anotei a dica, vai pra lista!

    Beijos!

    http://www.viajenaleitura.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Dai, é a primeira vez que vejo sobre esse livro e não curti muito :(
    Não sei se foi pelo fato de você ter falado só sobre as primeiras páginas dele ou se foi o enredo mesmo que não me conquistou, de qualquer forma eu vou querer ler a sua resenha completa para poder saber mais sobre o livro, vai que eu me interesse !!!! o fato de você estar a ponto de infartar, mostra que a obra é instigante e espero que eu me interesse assim também

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Não curti a premissa desse livro, por se tratar de ciganos e fantasia, que é um gênero que não curto muito. Porém, espero que você consiga ler todo o livro e trazer a resenha completa, vai que eu mudo de opinião?

    ResponderExcluir
  4. Exatamente, Dai! Cada Primeira Impressão que a gente lê é mais uma vítima de autoricídio em potencial que criamos!... Assim não dá! As obras são muito boas pra gente ler só um pedacinho! XD
    Parece ser uma história com muita aventura, algum mistério e muita ação. O nome é intrigante e os personagens parecem cativantes. Aguardo o lançamento me coçando!
    bjs!

    ResponderExcluir
  5. Olá Dai,
    Não gosto de fazer primeiras impressões, sério... melhor não fazer!! Ficamos angustiadas e ansiosas querendo saber mais da história rsrs
    Imagino como você ficou.
    Aguardo a resenha para saber mais dessa história e já imagino quantas aventuras deve ter.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá, Dai. Realmente a capa e o título chamam bastante a atenção. Não irei comentar a respeito da história por enquanto, assim que sair sua resenha digo se leio ou não.

    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Não conheço nada sobre a cultura cigana, mas confesso que acho "cigana" uma palavra tão linda que posso dizer que sou doida por histórias assim...haha' Essas degustações acabam mesmo com a gente, né? haha' estou curiosa para saber o que você vai achar do restante da história, vou ficar de olho aqui no blog :)

    ResponderExcluir
  8. Oi Dai, eu tenho certos problemas cárdiacos em fazer primeiras impressões, principalmente quando só posso ler elas mesmo...kkkk
    Eu ando me abstendo e fazendo apenas resenha com amor pela minha ansiedade, muito amor a parceria com a Editorial Young, né? Nós no clube estamos amando, os títulos são umas maravilhas, dá pra comer de colher, fiquei bastante curiosa pela sua resenha, gosto de mocinhas nada frágeis que vão em busca de liberdade, vou aguardar a resenha.
    beijocas!

    ResponderExcluir
  9. Eu compreendo bem sua angustia, fiquei assim quando li a prévia de 'Teatro Selena' e demorei para receber a obra completa...estou morrendo com essa leitura, ela está bem bacana, mas a diagramação não está me ajudando, a leitura não rende :(

    Quero ler esse também!

    Super beijo

    ResponderExcluir
  10. Taí... As degustações são maldade, concordo com você, plenamente! Esse livro realmente tem uma capa linda e o nome instiga a curiosidade. Gostei do que você trouxe sobre o que leu, um príncipe que se cansa de todas as mordomias e resolve descobrir um pouco mais sobre a vida e o mundo.

    ResponderExcluir
  11. Olá... tudo bem??
    Essas degustações deixam a gente muito louca, ainda mais quando a história te conquista e de deixa viciado, ai acaba e você fica sem chão querendo o livro logo... eu gostei da premissa apresentada, mas prefiro aguardar a resenha para ver o que eu realmente acho... xero!

    ResponderExcluir