“A vontade de escrever sempre esteve guardada dentro de mim, mas acredito que faltava tempo e incentivo. Quando parei de trabalhar pra me dedicar ao meu filho após seu nascimento, tive mais do que tempo livre para muito mais do que antes. Isso rendeu o convite para fazer resenhas para um blog literário, e algumas pessoas que me liam, perguntavam por que eu não escrevia um livro. Foi o “empurrãozinho” que faltava e as circunstâncias conspiraram a favor.”
Angélica Pina, autora de “Quilômetros de Saudade” e de “Tantos Outros Quilômetros"  Saraiva | Amazon | Cia dos Livros





“Escrever sempre foi uma válvula de escape; uma maneira de curar algumas feridas que estavam abertas e eu não sabia como lidar. Bem, a não ser... colocando tudo para fora em forma de palavras. Comecei a escrever textos reflexivos e depois vieram os romances. Percebi que criar personagens era como dar vida a livros que sempre quis ler e a emoções que sempre quis sentir. É como fazer mágica, sem precisar de muitos truques. Agora escrevo porque respiro. As duas atividades vitais da minha vida.”
Aline Sant’Ana, autora de “7 Dias Com Você” e da série “De Janeiro a Janeiro”  Saraiva | Amazon | Editora Charme





“Antes de começar a escrever, sempre me considerei uma assídua leitora, tendo um gosto muito específico para histórias. Com o passar do tempo e encontrando cada vez menos livros com enredos que me agradassem, decidi colocar no papel o meu tipo de romance perfeito. Além disso, busco na escrita uma fuga da realidade, um lugar onde posso ser e fazer o que quiser.”
Michelle Mariani, autora de “Um Olhar Como o Seu” e na plataforma Wattpad “Letra e Melodia” Amazon | Wattpad






“É difícil precisar o momento em que comecei a escrever até porque desde criança que o faço - continuando enquanto estudante e depois como profissional de educação - porém a escrita no Wattpad surgiu na necessidade/vontade/desejo ou simplesmente inspiração de escrever algo que nunca li. Um romance que unisse a minha paixão por pessoas que superam os seus limites focando no amor puro entre os casais perfeitamente imperfeitos e numa escrita marcada pela minha eterna paixão pelos romance, poesia e dramas de finais felizes. Histórias que quem lê, gostando ou não, acaba por experimentar diversas emoções. Para mim é isso: escrevo para criar sensações díspares; fazer o leitor olhar de forma diferente para certas situações e, quem sabe, sentir que leu mais do que histórias de amor. Escrevo para fazer o leitor terminar apaixonado pelo bom e mau de cada linha escrita, assim como ficar marcado pelas personagens como eu fico sempre que abro um livro e viajo nas folhas.”
Sofia Silva, portuguesa, autora no Wattpad da série “Quebrados” Wattpad





“Sempre fui apaixonada por leitura. Quando estava passando por um momento triste em 2014, me veio a ideia de buscar ajudaem algo que sempre amei, que é a leitura, mas como ler não parecia ser o suficiente, quis tentar o outro lado, por isso me aventurei a escrever. E, hoje, não me vejo mais sem essa irresistível aventura.”
Juliana Policarpo, autora dos livros “No Embalo Do Destino” “Em Defesa Dos Inocentes” “Não Dá Pra Enganar o Coração” e “Eliz” Amazon | Wattpad









Você se identificou com alguns desses depoimentos? Só com um? Com todos? Bom, saiba que você e várias outras pessoas espalhadas pelo mundo se sentem assim. Tem aquele sentimento guardado lá no fundo do peito dizendo que precisa contar ao “planeta terra” uma história, não importa por qual motivo seja. E por que não contar? Você vai me dizer: Michelle, o mercado literário é difícil, ninguém vai olhar para a minha história.” Mas aí eu te pergunto: Se você não se arriscar, como vão te descobrir? E você realmente precisa de uma editora por trás de você para fazer sucesso? Algumas vezes, sim, mas te garanto que nem sempre.

Toni Morrison disse que: “Se há um livro que você quer ler, mas não foi escrito ainda, então você deve escrevê-lo.” A pergunta que fica é: O que você está esperando? Se existe uma história aí dentro esperando para nascer, você deve sim escrevê-la! Você não sabe como fazer? Não sabe por onde começar, como estruturar sua história, como conseguir leitores, como registrar seu texto e etc? Calma! Vamos falar sobre tudo isso por aqui, mas antes de qualquer coisa, você tem que acreditar que é capaz! ! Balela pura essa coisa de que só a galera gringa tem espaço entre os leitores brasileiros! O Brasil está cheinho de talentos sem igual e você pode ser um deles! Nenhuma dessas autoras lindas que nos deram seus depoimentos lá em cima começaram estouradas e fazendo o maior sucesso! Cada uma, do seu jeito, buscou seu espaço apostando no seu sonho e hoje são conhecidas por muitas pessoas, pois acreditaram em seu dom com a escrita, e, graças a Deus, nos presentearam com suas histórias maravilhosas!

Temos todos os tipos possíveis de mocinhos e mocinhas nessas histórias. Temos contextos variados, temos escritas distintas e sentimentos diversos. É literatura de altíssima qualidade pra ninguém botar defeito! E se fazer parte desse universo é o seu sonho, você deve vive-lo! Portanto dê o primeiro passo! Rabisque um rascunho em algum caderno, no bloco de notas ou no word, não importa!Essas autoras e outras várias que têm feito sucesso por aí, são provas vivas de que se você acreditar, o mundo pode sim conspirar ao seu favor! Do restante a gente cuida nas próximas postagens, ok? Espero vocês por aqui!













Siga nossas redes sociais, e acompanhe o nosso trabalho: 


 Facebook   Instagram   Twitter   Google + 


Beijos!










9 Comentários

  1. Oii, tudo bem?
    Eu achei incrível e criativo este teu post <3 sempre é legal essas escritoras falarem sobre o por que escrever mesmo. Eu até tenho esperança que um dia eu ainda possa escrever algum livro *-*
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Ahh Miii do céu!
    Ameiiii <3
    Parabéns! Que sua coluna ajude muitas pessoas que tem o sonho de se expressar, se libertar, viver a paixão de escrever e precisam apenas de um impulso.
    Todo sucesso do mundo para você. E muito obrigada por lembrar de mim. Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. Ahh Miii do céu!
    Ameiiii <3
    Parabéns! Que sua coluna ajude muitas pessoas que tem o sonho de se expressar, se libertar, viver a paixão de escrever e precisam apenas de um impulso.
    Todo sucesso do mundo para você. E muito obrigada por lembrar de mim. Beijos :*

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo espaço.

    Sou leitora da Sofia Silva bem fã e como sempre é visível as emoções e delicadeza num pequeno texto.
    Os livros dela são inesquecíveis e marcam eternamente.

    ResponderExcluir
  5. Doce Sofia. Melhor pessoa, melhor autora e melhor escritora de sentimentos.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela coluna.
    Consigo claramente identificar a autora Sofia Silva com as suas palavras. Alguém que merece ser reconhecida porque é de longe uma autora que mexe com os mais profundos sentimentos.

    Vou ler outras autoras do post. Obrigada Michelle Passos.

    Sucesso!

    ResponderExcluir
  7. Hi baby, tudo bem? ótimo post! bem incentivador! eu já escrevi muito mas com a correria da vida dei uma parada mas sinto muita falta de voltar, minha cabeça sempre está cheia de ideias! depois do seu texto me senti até mais motivada <3 obrigada!

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Obrigada pelo convite e muito sucesso a todas.

    ResponderExcluir