Mariana é uma garota totalmente aberta e nada careta. Para ela, ficar (ou transar) com alguém que não seja seu namorado/noivo/marido não tem problema algum, principalmente porque ela ama sua vida de solteira e a liberdade que tem de poder ficar com quem quiser. Porém, não pode ter tudo o que quer, como por exemplo: o seu chefe.
Ela não sabe nada a respeito dele. Mal sabe que ele não é quem imagina e que pode ser muito dominador tanto no trabalho quanto fora dele. Mas será que a vontade de tê-lo é grande o suficiente para suportar as suas propostas, além de tudo o que vai ter que abrir mão, os segredos que terá que manter e, pior ainda, a confusão que esse homem irá causar em sua vida?


Compre aqui: Amazon

Clique aqui, e adicione Meu Chefe Dominador no Skoob.


Ficha Técnica do Livro
Páginas: 266 | Gênero: Romance / Erótico | Formato: Digital | ASIN: B01CVXSXJI | Idioma: Português | Ano: 2016






Lançado no último dia 11 de março pela Editora Planeta Literário, Meu Chefe Dominador possui 266 páginas de uma leitura divertida, excitante e envolvente. Confesso que quando iniciei a leitura, imaginei que seria mais uma cria de Cinquenta Tons de Cinza, mas me enganei redondamente, e eu adorei isso. Apesar da capa remeter ao best-seller e seus personagens citarem o livro algumas vezes, a trama foge completamente da obra da E.L. James, acho que na verdade, esta foi a intenção da autora. Aqui não encontraremos uma mocinha virgem, insegura ou tímida. Nem um mocinho cheio de traumas ou restrições. Me surpreendi positivamente com o livro, e quando percebi, já tinha chegado ao seu final. Esse casal vai viver entre tapas e beijos, entre raiva e desejo, e vai nos proporcionar momentos divertidos e sensuais.

"Ao mesmo tempo que ele me excita, me dá nos nervos. Por que ele tem que ser tão mandão?"

Marina é uma mulher bem resolvida, divertida, alto astral, sincera e completamente segura de sua sexualidade. Adora viver o momento, sair, se divertir e gosta de diversidade, esse negócio de compromisso não é com ela. Nos últimos tempos seu chefe sexy tem povoado seus sonhos mais molhados, e se não bastasse sonhar dormindo, agora deu para sonhar acordada também. Mas ela sabe que este homem está fora de cogitação, afinal, ele é o seu chefe, não é?! Mas ao que parece, ele não pensa desta forma.

"Gosto de ter a liberdade de escolher, não fazer sexo com a mesma pessoa todos os dias, e pior ainda, todos os dias durante toda a minha vida."

Alexandre é um homem intenso e dono de uma beleza marcante. Com uma natureza dominadora, seu único relacionamento é Dominador x submissa. E o seu maior desejo é fazer Mariana se submeter a ele. Só que Mari não leva jeito para se submeter a ninguém, além de não estar acostumada a ter – e a dar – exclusividade. Com isso, ele resolve fazer uma proposta a ela, com o intuito de fazê-la mudar de idéia: duas semanas de muito prazer e dominação. Alexandre só não contava se apaixonar por esta mulher louca, livre e arredia. Por sua vez, Mariana fará de tudo para repelir este sentimento indesejável. Mas o improvável acontece, e este dominador acaba de ser dominado. Será que Alexandre vai aceitar os termos de Mari? Em que momento esse jogo mudou?

"— Já ouviu falar em BDSM?
Já ouvi falar em MSN. Será que serve?"
"Legal. Quase uma brincadeira “Chefinho mandou”, mas em versão adulta. E, puta merda, o nome combina perfeitamente."

Com uma narração em primeira pessoa, Mariana nos mostra o seu ponto de vista desse relacionamento confuso, ardente e um tanto incomum. A autora nos encanta com um enredo descontraído, bem-humorado e extremamente sensual. Me envolvi bastante na leitura, adorei os personagens e suas personalidades. Só senti falta da versão do Alexandre, adoraria ler a sua visão dos fatos. Mariana me encantou com sua forma de levar a vida e, principalmente, por ter lutado por suas vontades até o final. Ela não mudou o seu jeito de encarar a vida, deixou claro o que aceitava ou não. Alexandre a deixava irritada com seu temperamento mandão e dominador, mas ao mesmo tempo, fazia seu corpo arder de desejo, além de desarmá-la e deixá-la confusa com seus rompantes de carinhos e fofurices ao extremo. Esse casal era uma explosão juntos e eu simplesmente curti cada capítulo lido.

"Você já se fode quando se apaixona por uma pessoa normal, mas quando essa pessoa é um dominador que se acha a última bolacha do pacote, você está duplamente fodida. Literalmente."

Gosta de romances eróticos, com cenas picantes, mocinhos possessivos e apaixonantes, e mocinhas que sabem o que querem da vida? Então tenho certeza de que irá adorar Meu Chefe Dominador

"Não sei ser submissa a ele, obedecê-lo ao tempo todo. E acho que isso torna essa… coisa que temos tão diferente. Mas obedecê-lo, pelo menos na hora do sexo — as vezes — não fará mal. Na verdade, vai ser até bem excitante."










Siga nossas redes sociais, e acompanhe o nosso trabalho:



 Facebook   Instagram   Twitter   Google + 


Beijos!









3 Comentários

  1. Uiaaa! Sim, eu amo romances eróticos, com cenas picantes, mocinhos possessivos e apaixonantes, e mocinhas que sabem o que querem da vida. kkkkkkkkkkkkkk Torci o nariz para a capa, confesso, mas mudei minha visão depois da sua resenha. Partiu amazon!

    Beijos *___*

    ResponderExcluir
  2. a capa não me agrada muito não, mas gostei doo enredo. Gosto de mocinhas decidias, esse negócio de mi-mi-mi não é comigo. Achei interessante ele ter que entrar nos termos dela. Taí, fiquei curiosa

    ResponderExcluir
  3. Eu li quando a autora postava no Wattpad, confesso que não gostei muito do enredo e do desenrolar da história e não me animo para ver as prováveis mudanças que a autora poderia ter feita. E a capa ficou bem 50 tons.

    ResponderExcluir