"Ela o amou mesmo conhecendo seu pior lado."
França, 1820.
Stephen tem marcas na pele e na alma. O belo lorde que lutou bravamente durante a guerra, agora é motivo de pavor entre a sociedade francesa. É por esse motivo que viveu durante anos enclausurado em sua própria casa, longe de qualquer pessoa que pudesse encontrá-lo, vivendo sob a sombra de seus próprios demônios. Isso, porém, muda quando encontra uma jovem jogada em frente sua porta, machucada e corrompida.
Seu único instinto foi salvá-la.
E ele o fez.
Ao acordar em uma cama de lençóis macios e quentes, Rosaleen percebeu que não fora um sonho. Tudo realmente havia acontecido. Desorientada, a jovem sabia que não poderia ficar lamentando-se e, mesmo que estivesse protegida naquela imensa casa, não estava a salvo. Deveria partir.
Deveria, mas seu salvador, o homem que lhe acolheu, não concordava exatamente com esse pensamento. Misterioso e sedutor, o homem com o rosto coberto por uma máscara revela à Rosaleen quais são seus planos para ela, que assim quando os compreende, percebe que está com grandes problemas.
E, quando a consequência de uma noite terrível acontece, os dois se veem envolvidos em uma situação incomum, que testará os limites de cada, colocando-os em prova, assim como a chama de desejo e paixão que surge em ambos.
Com sua docilidade e bom humor, Rosaleen fará de tudo para provar a Stephen que está disposta a salvá-lo, se ele aceitar entregar seu coração a ela.


Compre aqui: Amazon

Para adicionar O Anjo e a Fera no Skoob, clique aqui.

Ficha Técnica do Livro
Páginas: 402 | Gênero: Romance de época  | Formato: Digital | ASIN: B01EQK6A1W | Idioma: Português | Ano: 2016


 



Que eu sou romântica, já não é segredo para ninguém – e acho que nunca foi. Que eu amo contos de fada, também não. E romances de época? Ah, esses chegaram de mansinho e dominaram a minha estante, assim como o meu coração. Essa junção me parece uma boa receita para fazer eu me render a um livro. Então, junte a essa mistura um pouco de bom humor, sensualidade na medida certa, personagens cativantes e uma pitada de drama. Pronto, pode ter certeza que vai me conquistar! E foi assim que me rendi ao charme de O Anjo e a Fera, o segundo volume da série Novos Contos de Fadas, de autoria da paranaense Elissande Tenebrarh. Eu descobri essa obra quando ainda era postada no Wattpad, e ela passou a ser uma das raras histórias que acompanho pela plataforma. No entanto, conhecei a escrita da autora através do primeiro livro desta série, A Tentação do Lobo. Mas vamos lá, vamos conhecer o nosso anjo e a nossa fera. 

O décimo Duque de Caston é conhecido como a temida Fera de Bordeaux, um homem solitário, frio e sedutor,  que usa em uma face do rosto uma máscara que o deixa com um ar misterioso e sombrio. Após lutar na guerra, Stephen nunca voltou a ser o mesmo. Ele carrega marcas profundas em seu corpo e em sua alma. Suas noites são marcadas por pesadelos constantes, que dilaceram a sua mente e faz arder a sua carne. Durante uma dessas noites em que luta entre sonho e a realidade, Lorde Edmond escuta gritos agonizantes de uma mulher vindo das redondezas, mas ao julgar ser mais um delírio de sua mente perturbada, ele não dá grande importância. Antes do amanhecer, ele ainda ouve murmúrios de dor, agora vindo de sua porta, por isso, resolve acabar com esse tormento e vai averiguar o que está acontecendo. Ele fica estarrecido ao encontrar o corpo de uma jovem, que apesar de estar coberta de sangue e com muitos ferimentos, mostra ser dona de uma beleza singular. Sem ter outra opção, Edmond a acolhe e faz com que seus criados, Moira e Ned, cuidem da moça. Fica comprovado que a jovem não foi somente agredida, mas também foi violentada. E de uma maneira diferente, a moça mexe com seus sentimentos adormecidos. O que Stephen não sabia, era que esse anjo de asas quebradas o marcaria para sempre... 

“Aqueles malditos pesadelos o atormentavam como cacos de vidros presos em sua pele. Uma lembrança macabra de tudo que vivera naquele inferno.” 

A jovem em questão é a doce e ingênua Rosaleen, uma moça pobre e simples, que vê sua vida mudar de uma hora para outra. Depois da morte repentina do pai, um jardineiro humilde e amoroso, ela fica sozinha no mundo, sem um tostão furado, cheia de dívidas e com cobradores cruéis dispostos a cobrar essas pendências de qualquer forma. E foi assim que Rosaleen perdeu sua inocência, foi perseguida, cruelmente agredida e jogada na porta de um desconhecido como se fosse um saco de lixo. Após se recuperar do incidente, ela descobre que foi salva por um homem cheio de mistérios, rude e que se esconde debaixo de sua máscara. Mas, estranhamente, aqueles olhos verdes intensos a atraem e a repelem ao mesmo tempo. Lorde Edmond resolve então cobrar a dívida que Rosaleen tem com ele, por salvá-la e acolhê-la, e por isso, decide fazer dela a sua criada. E este controle que passa a ter sobre a vida da jovem, o deixa um tanto confuso, mas ao mesmo tempo contente. Ela por sua vez, fica aliviada por ter onde morar, o que comer e onde trabalhar, contudo, não se conforma em ter que aceitar ordens de seu patrão. Ordens são algo que ela não consegue cumprir, parece que Rosaleen tem um imã para confusões, e seu temperamento intrépido, irá tirar a paz de Stephen. Porém, algo que nenhum deles esperava acontece, e aconselhado por seu único amigo, Lorde Matthew, o Duque toma uma decisão que selaria o futuro do casal para sempre: o casamento. O acordo seria um benefício para ambos, ela estaria protegida e ele daria continuidade ao seu ducado. O desejo entre eles é avassalador, mas para se render a essa paixão e fazer com que esse compromisso dê certo, Rosaleen terá que aprender a confiar. Com seu coração puro e bondoso, ela consegue enxergar coisas que os olhos não podem ver, e está determinada a curar todas as feridas que sua fera carrega. Será que existe um príncipe debaixo da máscara do monstro? 

“Fora esse anjo, sua Rosaleen, que o ensinara da forma mais doce que nenhum ser humano deve ser julgado por sua aparência e que todos são dignos de amor. O amor é capaz de curar qualquer ferida, é capaz de acalentar os corações mais secos e fazer florescer a vida onde havia somente tristeza, rancor e dor.” 

Nesta releitura do clássico A Bela e a Fera, Elissande nos apresenta um história romântica, tensa, bem humorada e muito sensual. A obra é ambientada na França, com uma narrativa em terceira pessoa, e apesar de ser baseada em um conto de fadas consagrado, conseguimos diferenciá-lo da história que deu inspiração a autora, devido ao seu charme único e as suas particularidades. Com passagens emocionantes e também divertidas, a trama se desenvolve com muita graciosidade e leveza. A personalidade forte dos personagens é um show a parte, os embates entre Rosaleen e Stephen provocam raiva e risadas, o casal é tão parecido e diferente ao mesmo tempo, que é difícil não se render a eles. A capa do livro é linda, e me encantou logo de cara. Curti a história do começo ao fim, só achei a finalização um pouco corrida, o auge de um fato tenso se resolve justamente no último capítulo, e logo em seguida vem o epílogo. Talvez, o fato de desejar que o livro não tivesse chegado ao fim tão rápido, possa ter me passado essa impressão de “correria”, eu gostaria que tivesse mais uns trinta capítulos (rs). Por fim, essa trama delicada e sedutora conquistou meu coração sempre apaixonado. 

“Pertencer, não somente amar.
Viver, não somente respirar.
Permitir, não somente sentir.”







Sobre a autora:

Paranaense, 20 anos, completamente apaixonada por livro. Elissande Tenebrarh é o pseudônimo de uma jovem mulher que acredita que escrever é a forma mais plena de transmitir sentimentos a alguém. Acredita também, que as páginas dos livros têm poderes; podem fazer alguém sorrir, chorar, e se apaixonar. Desde pequena, Elissande sempre viveu no mundo das histórias, principalmente os romances de época, os quais são seus preferidos. Sonha ardentemente em ver seus livros espalhados em cada canto do país, levando o que a inspira para as mãos dos leitores.


Acompanhe o seu trabalho: Fanpage | Instagram | Twitter















2 Comentários

  1. Uma adaptação maravilhosa do meu conto de fadas favorito! Parabéns a autora Elissande, pela linda história e a vc Dai, pela resenha tão encantadora e pelo blog que está a cada dia mais lindo e apaixonante!

    ResponderExcluir
  2. Eli simplesmente nos faz viver a historia com a narrativa fácil e fluida, acompanhei no wattpad e logo depois o comprei na Amazon, já não é possível contar as inúmeras vezes que reli as minhas partes favoritas, Parabéns pela linda e historia e ao blog, bela resenha e por trazer mais reconhecimento a está autora que merece ganhar o mundo!

    ResponderExcluir