Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas.Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível.É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga.A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.Primeiro dos oito livros da série Os Bridgertons, O duque e eu é uma bela história sobre o poder do amor, contada com o senso de humor afiado e a sensibilidade que são marcas registradas de Julia Quinn, autora com 8 milhões de exemplares vendidos.


Onde comprar:
Físico:  Amazon | Saraiva | Livraria Cultura | Livraria da Travessa | Submarino 
Digital:  Amazon | Saraiva | Kobo |  Google Play 


Ficha Técnica do Livro
Páginas: 288 | Gênero: Romance / Romance de Época  / Ficção | Formato: Impresso / E-book | ISBN: 9788580411478  | Idioma: Português | Ano: 2013



 



Enfim me rendi aos encantos da série Os Bridgertons, da consagrada autora Julia Quinn. O Duque e Eu me encantou com sua trama doce, sensível, romântica e sensual. Julia tem uma escrita delicada e marcante, que me deixou totalmente envolvida na trama, e foi impossível não se apaixonar pelos personagens. Li o livro rapidamente, pois ele flui com facilidade e te instiga a continuar até chegar a última página, e quando chega, fica desesperada por que acabou. O único consolo é saber que ainda há sete livros pela frente. 

No primeiro volume da série, vamos conhecer a história de Daphne Bridgerton, uma jovem com um temperamento marcante e personalidade singular. Ela já está em sua segunda temporada e ainda não arranjou um marido. Os cavalheiros que esse interessam por ela são velhos demais, tapados demais ou sem charme algum. Já aqueles que possuem qualidades para um marido ideal, acabam vendo-a somente como uma amiga, devido ao seu jeito despojado e bem humorado. Daphne sonha em se casar e formar uma família grande e numerosa, assim como é a sua. Ter três irmãos mais velhos e protetores não ajuda muito também, né?! Mas a relação de amizade, amor e companheirismo que os Bridgertons cultivam, é um dos pontos altos desse livro e pelo o que eu pude perceber, da série toda. 

O sedutor Duque de Hasting, Simon Basset, é um homem irresistível, com um espírito indomável. Foi um filho muito aguardado por seus pais, mais algumas fatalidades acabaram abalando sua infância e acarretando vários traumas. Depois de seis anos viajando pelo mundo, Simon retorna a Londres e vira alvo das mães da alta sociedade, que tentam fisgar um bom partido para suas filhas. E ele foge delas como o diabo foge da cruz. Ao conhecer Daphne, a irmã mais nova de seu melhor amigo, ele fica encantado com sua beleza peculiar, e a sua sagacidade o deixa fascinado. Porém, ele tem que manter em mente que a jovem é irmã de Antony, e a “regra” entre amigos o impede de qualquer avanço. Sem contar que, a palavra casamento e filhos não fazem parte de seu vocabulário. Contudo, Simon acaba tendo uma ideia infalível, que não só ajudaria a afastar as jovens obcecadas em arranjar um casamento, como colocaria Daphne em evidência, o que despertaria o interesse de bons partidos. Com isso, seu plano consiste em fingir que a corteja, assim, ambas as partes sairiam beneficiadas. Na teoria, o plano tinha tudo para dar certo, mas na prática as coisas tendem a seguir outro caminho, pois a medida em que essa farsa vai se desenvolvendo e a proximidade do casal aumenta, fica cada vez mais difícil resistir ao desejo eminente. Seria possível não se apaixonar pelo charme avassalador de Simon? E ele por sua vez, também terá dificuldades em manter suas mãos bem longe da impertinente e irresistível Daphne. E nós, morreremos de amores por esse casal.

"Estava começando a se dar conta de que precisava se agarrar a alguma coisa na vida, e talvez ela tivesse razão quando dizia que a raiva não era a solução. Quem sabe ele conseguiria aprender a se agarrar ao amor..." 

Julia é uma autora sensacional, e nesta obra ela nos envolve em uma narrativa inteligente, divertida e delicada, que destaca valores genuínos como o amor e a família. A trama conta com personagens marcantes e intensos, que me conquistaram completamente. A história de amor e superação desse casal é fascinante e emocionante. O Duque e Eu abre a série com glórias e louvores, e tenho certeza de que os próximos serão ainda melhores. Sei que para muitos, a autora e suas obras não são mais novidade, mas para mim foi uma recente e deliciosa descoberta. Fui arrebatada por sua sensibilidade e desenvoltura, e agora entendo os seus fãs. Como não amar Julia Quinn?

"- Só quero você - disse ela baixinho. - Não preciso do mundo, só do seu amor. E talvez - acrescentou com um sorrisinho maliciosa - que você tire as botas."





Sobre a autora:

Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons.
É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus livros já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas. Foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacífico.

Acompanhe o seu trabalho:  Facebook














Um Comentário

  1. Adoro a Julia Quinn, ela realmente é incrível! Foi a partir dessa história, que comecei a me interessar por romances de época. Linda resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir