Sinopse: Laura é formada em Literatura Inglesa pela Cambridge, uma das melhores faculdades do mundo. Por estudar em outro país, a garota fica nove anos afastada de sua família do Brasil. Quando chega para mais um Natal depois de nove anos. Ela não espera que o filho de sua madrasta, Bernardo, pessoa que ela nunca se deu bem, fosse se tornar um homem lindo, provocante, porém ainda irritante, pelo qual ela fosse se encantar.
Sentir um louco desejo.
Se apaixonar.
E amar... como "folgo e pólvora", como Shakespeare disse.

Onde comprar: Amazon


Ficha Técnica do Livro
 Páginas: 444 | Gênero: Romance  | Formato: E-book | Publicado de forma independente | ASIN: B01GP2LC3K | Idioma: Português | Ano: 2016






Oi gente!!!

Hoje vou falar primeiro da história e depois dar a minha humilde opinião, ok?! Meu quase irmão, que é um spin-off do livro A Vez de Anne (leia a resenha aqui), e vai contar a história de Laura, a filha de Daniel, e Bernardo, o filho de Anne.

Laura ficou nove anos sem visitar a sua família no Brasil, e agora, depois de ter terminado a faculdade, resolve fazer uma visita e passar com eles as festas de final de ano. Ela é recém-formada em Literatura Inglesa, não gosta muito de balada, tem preferência por lugares mais tranquilos onde se consegue ter uma boa conversa e quase não teve relacionamentos enquanto morou fora. Bernardo é jogador de futebol e o oposto de Laura, adora uma festa e é daquele tipo que pega, mas não se apega, além de estar se transformando em um homem lindo, gostoso e muito sexy.

“... Levanto meu rosto para ele dar um beijo na minha bochecha, mas ele vira um pouquinho mais seu rosto e me dá um beijo na boca. Meu coração acelera, minhas mãos ficam geladas e sinto como se várias borboletinhas estivessem em meu estomago.”

A lembrança que tinham um do outro era da adolescência e nessa época eles não se davam tão bem, mesmo depois do Bê ter roubado o primeiro beijo de Laura. Agora, depois de todo esse tempo, eles conseguem manter um relacionamento mais civilizado, porém essa aproximação não está sendo como irmãos e aos poucos eles começam a se sentir atraídos um pelo outro. Entretanto, Bernardo não é um cara fácil, ainda mais por causa de seu passado conturbado, e Laura precisa ter paciência e sabedoria para lidar com a situação, principalmente por ser mais velha e mais centrada do que Bernardo. E entre trancos e barrancos, esses casal consegue ficar cada dia mais unido e mais apaixonado.

“- Certo, minha namorada, agora vamos curtir essa noite porque é a nossa última juntos, já que amanhã você voltará para o outro lado do oceano...– Ele então sorri e beija minha boca, me deitando na cama em seguida. E Ed cantarolando pelo som baixo do celular do Bê... Wait for me to come home...

Bem, ao contrário de A vez de Anne, que me cativou imensamente, este livro não atingiu minhas expectativas. A obra possui uma trama legal de ser lida, a autora usou umas músicas bacanas para acompanhar o casal, o enredo é bem leve e tinha tudo para me encantar, mas sabe quando você sente falta de algo na leitura? Pois então, não senti aquela emoção ao longo da história, não tinha nada que me roubasse o fôlego; acho que faltou um pouquinho mais de aprofundamento na vida dos personagens. Não estou dizendo que não gostei da obra, certo?! Estou dizendo que ela não me deixou rendida de amores, como supus que seria antes de iniciá-la. Durante a leitura, ainda encontrei alguns errinhos de digitação, mas nada grandioso, nada que atrapalhasse a compreensão da história. Só para finalizar, eu gostaria de deixar claro que, esta é a minha singela opinião, e que a sua pode ser bem diferente da minha. Por isso, se você gostou da sinopse e/ou do livro A Vez de Anne, se jogue na leitura antes de formar qualquer conceito sobre a trama.  A pedido dos leitores, autora lançará em breve mais três spin-offs (com personagens diferentes): “Mania de você”, “Meu pequeno vazio” e “Onze vezes madrinha”.  Estou torcendo para que elas me surpreendam de uma forma positiva.

Mônica, te desejo muito sucesso, e novamente, muito obrigada pela confiança.



NOTA: Se você leu a resenha deste livro que foi postada anteriormente, pode perceber que eu tinha comentado que a obra faria parte de uma série com 4 volumes (a mesma história seria dividida em 4 partes), mas na verdade o livro é único. O arquivo que foi enviado ao blog para resenha continha informações que foram alteradas posteriormente pela autora, e a mesma não nos informou, por isso, acabei transmitindo um dado errôneo. 







Sobre a autora:


Mônica Meirelles é formada em Letras e mora no Rio de Janeiro. É uma pisciana muito sensível e por isso gosta de falar e de ser ouvida. Sua principal referência literária é Clarice Lispector, escritora que faz pesquisas e que muito admira, principalmente por sua profundidade psicológica nas personagens. Lançou "A vez de Anne" como autora independente na Amazon em Março de 2016. Agora quer trabalhar no físico do mesmo livro, além de outros que tem publicado na plataforma Wattpad.

Acompanhe o seu trabalho: Fanpage | Instagram | Twitter | Wattpad








Beijos!




Um Comentário

  1. Olá.
    Eu não conhecia esse livro, mas a capa é bem fofinha. É tão ruim quando o livro traz esse vazio na gente. Recentemente tive a mesma experiência com outro livro. Infelizmente. Adorei sua resenha.

    Não conhecia seu blog e adorei. Já estou seguindo. <3 Convido você para conhecer o meu cantinho também (http://psamoleitura.blogspot.com.br). Beijos.

    ResponderExcluir