Murat e Ayla viviam em pé de guerra. Como seu tutor, Murat era o responsável por sua vida, tentava controlá-la em tudo que fazia e ela odiava isso. Ayla queria ser livre para fazer suas escolhas, viver da forma que almejava, mas Murat tinha uma obrigação com sua família e não iria deixar a rebeldia da prima estragar sua imagem perante todos.
Essa guerra parecia estar distante de terminar até que Murat se vê completamente apaixonado por Ayla. Ele já não aguentava mais esconder o desejo que o consumia, mas em sua família relacionamentos consanguíneos eram proibidos.
Murat tinha prometido ao avô cuidar da prima e não deixar que nenhum homem a tocasse. Mas como iria cumprir essa promessa se ele mesmo representava um risco iminente? A cada dia Ayla estava mais irresistível e sua recusa o estimulava ainda mais.
Logo ele teria que se decidir entre viver um grande amor ou honrar sua família!

Onde comprar: Amazon
  
Ficha Técnica do Livro
 Páginas: 586 | Gênero: Romance  | Formato: E-book | Editora: Planeta Literário | ASIN: B01EBEHNGE | Idioma: Português | Ano: 2016





Como começar a falar dessa história? Bom, começarei dizendo que gostei muito. Amor em Istambul, além de nos apresentar uma linda e conturbada história de amor, nos apresenta a uma cultura e costumes totalmente diferentes dos nossos. Achei que a Shay inseriu um conteúdo cultural muito bacana, gostei bastante de conhecer um pouco sobre a realidade do povo turco. Uma história com personagens lindos e bem desenvolvidos, mas confesso que o patriarca da família, o avô Mustafá, ganhou meu coração, mesmo sendo o turrão que é. Pensa num homem sábio, o vovô é “O cara”. 

"Percebe, Ayla? O coração nos dá o desejo de viver intensamente as suas vontades, mas nem sempre esse é o caminho a se seguir. Se só o coração fosse necessário para que o homem determinasse suas ações, então Deus não nos daria um cérebro (...) As melhores ações são aquelas que a mente e o coração estão em comum acordo, é o equilíbrio humano." 

Ayla é uma garota mimada, cheia de vontades e não aceita viver sob o cuidado exagerado do seu tutor e primo Murat. Ela levanta a bandeira da liberdade, da vida livre, de viver cada dia apenas da maneira que ela acha correto, porém sua tradicional família, mais precisamente seu avô e seu primo, não concordam muito com seu modo de pensar, muito menos com seu modo de agir. E vou falar pra vocês, oh menina que apronta viu?! Mas eu amei as peripécias dessa garota, ela entrou para minha lista das mocinhas "fodasticas". Murat é o típico homem de família, que segue os costumes ao pé da letra e faz de tudo para agradar seu avô. Porém seus ideais vão por água abaixo quando ele percebe que toda a implicância, zelo e atenção que ele oferece á prima e guardiã, é nada mais nada menos do que uma louca e intensa paixão. Ele tenta ir contra o que sente, pois sabe que um relacionamento entre primos é proibido na família e que seu avô jamais permitiria algo entre ele e Ayla. Mas, com a paixão e o desejo gritando dentro daquele coração lindinho, ele não resiste. Ahh, sem falar na linda e provocante Ayla, que mesmo não se tocando ainda que é apaixonada pelo primo, o instiga a dar continuidade a uma escapulida (deliciosa) que aconteceu sem querer... A partir dessa pequena escapulida, a coisa entre os dois começa a pegar fogo, e por Allah, esses dois me deixaram sem folego kkkk. Então é aí que começa toda a confusão, porém esse casal é daqueles que não se amedrontam facilmente e nem o temido general Mustafá consegue impedi-los de viver esse amor "impossível". 

"Não podia ser pecado, não podia ser errado amar alguém como ela o amava. A vida toda só ouvira mentiras de sua família; eles estavam errados, aquele sentimento era uma benção, era divino." 

Esses dois passaram poucas e boas, mas o amor, não apenas entre homem e mulher, e sim o amor de toda uma família, fez com que esse casal encontrasse o caminho para a felicidade. Claro que foi um caminho longo onde encontraram algumas pedras e dois pedregulhos asquerosos chamados Teo e Gökse. Sabe aqueles personagens que dá vontade de bater a cabeça na parede de tanta raiva que sentimos deles? Pois é, Teo e Gökse são desses. Mas além desses encostos, temos para compensar, os primos fofos Derya e Ozan, que desde o inicio os apoiam e lutam as batalhas com eles. Bom, Derya deixa um pouco a desejar, mas isso vocês terão que ler para tirar suas próprias conclusões kkkk. Uma capa linda. E um diferencial que me chamou a atenção foi o dicionário no inicio do livro, pois a autora usa muito as palavras da forma que eles falam, e esse dicionário é de extrema importância para que possamos entender o que os personagens dizem em alguns momentos da história. A narrativa em terceira pessoa deu um toque agradável, porém achei a história um pouco comprida, que poderia ter sido mais direta em alguns momentos, teve alguns capítulos que achei cansativo, mas isso não roubou meu interesse e curiosidade pela leitura. 

Amor em Istambul é uma história linda de amor, amizade, valores, costumes, família. Um romance que vale a pena ler. Shay, só de ler cada página pude perceber o tamanho da sua dedicação em pesquisar e aprender um pouco sobre o mundo turco, e está de parabéns, tudo se encaixou perfeitamente e o resultado foi fabuloso. 

"O que preciso é do seu amor, canim, ele sozinho cura meu corpo, minha mente e minha alma."






Sobre a autora:

Shay Nuran é Pedagoga e Turismóloga. Nasceu em Recife e desde criança envolta na cultura pernambucana se sentiu motivada a conhecer outras.Depois que se formou em turismo, decidiu desafiar a si mesma e partir para Istambul, conhecer o berço da humanidade e experimentar um pouco da cultura que aprendeu a admirar.Shay ainda pretende fazer outras muitas viagens e se encantar ainda mais com a beleza que o mundo tem a oferecer.Apesar de apaixonada por Istambul, vive em Recife com os pais. É pedagoga e ministra aulas de História e Geografia. Tem uma turminha do Jardim de Infância.Começou a escrever em 2008 e A Fortaleza foi seu primeiro livro, seguido de Possuídos pela Paixão e Amor em Istambul.Adora música grega, turca e árabe que ouve sempre em suas aulas de dança do ventre. Jogar conversa fora com os amigos sempre lhe traz inspiração para suas histórias.
Acompanhe o seu trabalho: Facebook  | Grupo no Facebook  | Wattpad








3 Comentários

  1. Allahim!!! Que coisa linda <3 fiquei encantada com a resenha, com sorriso de orelha a orelha... Hahaha
    Muitoooo obrigada ao blog virando a página, fizeram meu coração bater mais forte hoje!! Muito sucesso para vocês, canins! Beijosss

    ResponderExcluir
  2. Que lindo adorei a resenha❤😍😍😍😍

    ResponderExcluir
  3. Voces acreditam que eu estva doida para ler este livro, mas quando vi que ia sair resenha aqui no blog, esperei, pois tinha a certeza que daqui só sairia a melhor indicaçao. E o que vou fazer agora? Correr e ler.

    ResponderExcluir