Amélia se depara com uma devastadora notícia. Seu marido, o homem a quem se dedicou inteiramente durante trinta anos, pediu divórcio. Sem saber como prosseguir com sua vida, e aguardando que um milagre venha lhe dar uma direção, ela leva o seu vestido de noiva para uma reforma. Então, no meio do caminho, depara-se com um desdobramento inesperado. Fábio é dono de um bistrô famoso no Recreio, Rio de Janeiro.
Desde seu traumático divórcio, abraçou uma vida solitária. Até se deparar com Amélia no ateliê de sua irmã, Letícia. Apesar de intrigado com a tristeza exposta nos olhos da bela mulher, manteve sua rotina. Então, ao caminhar pela rua, esbarra em seu desdobramento inesperado. Um livro intrigante, criativo, que acompanha com sensibilidade a transformação na vida desses dois personagens.


Onde comprar:
 Amazon | Saraiva Extra 


Ficha Técnica do Livro
Páginas: 224 | Gênero: Romance; Literatura Brasileira  | Formato: Impresso | Editora: Novo Século | ISBN: 9788542807202 | Idioma: Português | Ano: 2015







Quando vi a capa do livro pela primeira vez, nem se quer me passou pela cabeça qual seria a história, depois que li a sinopse fiquei extremamente curiosa para desvendar o enredo completo, e no momento da leitura não imaginei que seria uma trama tão bem elaborada e que me prendesse tanto. A autora tem uma escrita tão leve e deliciosa, que você começa a ler e não tem vontade de parar, e quando o livro chega ao fim, fica aquela saudade gostosa dos personagens. Esta é uma trama fascinante, carregada de emoções e reflexões, além de ter me arrancado várias gargalhadas. Com certeza, a obra me surpreendeu muito! 

Amélia, uma mulher que dedicou 30 anos de sua vida ao casamento, abriu mão de seus sonhos e viveu exclusivamente para o marido, até que ele pede o divórcio para ir morar com a nova namorada, que era muitos anos mais nova do que ela. Imagina como fica a autoestima de uma mulher quando sabe que está sendo trocada, e ainda mais por uma mais nova? E com esse sentimento de angustia, Amélia decide reformar o velho vestido de noiva, como se ao restaurá-lo, talvez seus sonhos também fossem restaurados. Então, ela leva o vestido em uma costureira indicada por sua irmã, Sandra.
“Há muito tempo também não conseguia reconhecer-se no espelho. Talvez por esse motivo Murilo se fora. Ele também tinha deixado de reconhecê-la.”
“Tinha perdido tudo: sua renda, suas perspectivas, sua juventude, sua vivacidade, seu nome, seu broche. Murilo levara tudo consigo e a deixara praticamente nua.” 

Fábio é dono de um bistrô, o La Nonna, e também divorciado, teve um casamento conturbado, pois a mulher era uma aventureira e resolveu se envolver com drogas, e a gente sabe qual é o caminho desse universo, o vicio e a dependência. Com isso, ela trouxe e ainda traz muitos problemas para a vida de Fábio que, por esse motivo, não pensa mais em relacionamentos. Bem, não pensava, até conhecer Amélia. Por coincidência, o ateliê que Amélia leva o vestido para ser reformado é da irmã de Fabio e é aí que eles se esbarram. 

“Ele gostava da solidão, do silencio. Acreditava que, após a maneira trágica como seu casamento havia terminado, fora esse o motivo de não ter se sentido mais disposto a dividir sua vida com ninguém.” 

No ateliê, Amélia estava ainda tão desnorteada que nem notou realmente Fabio, mas ele logo percebeu o quão bela era aquela mulher. Uns dias depois, novamente eles se encontram, de uma forma bem distinta, e no calor do momento Amélia pede uma oportunidade de emprego para Fabio. Mesmo sem qualquer experiência, ele a contrata, e a partir desse momento, Amélia começa a vê-lo de uma forma diferente, mal sabendo que ele já estava com planos de conquistá-la. Entretanto, existem alguns contratempos que os fazem se afastar, o quase ex-marido que quer voltar e o passado conturbado de Fábio. 

“– Estou fazendo um esforço tremendo por me encontrar no meio de toda essa turbulência. Mesmo tardiamente, quero achar um lugar para mim neste mundo. Quero deixar a futilidade e criar algo que de fato importe...”. 
“Os olhos de Fábio a viam de uma forma que ela jamais imaginava ser vista por um homem. Estava nítido, no olhar dele, seu desejo, e, de uma maneira louca, isso lhe bastava.” 

Uma das coisas que mais me chamou a atenção, foi a forma como a autora dividiu o livro, ela usou as fases de restauração do vestido em comparação com as mudanças e as decisões da vida, e por ser narrado em terceira pessoa, a gente consegue ter uma visão mais completa de tudo o que está acontecendo na história. 

O Velho Vestido de Noiva é um romance que nos leva a refletir sobre as nossas decisões e também sobre o futuro a dois. O casamento não é uma tarefa fácil, temos que saber lidar com os defeitos e com as manias do parceiro, e tentar de todas as formas manter a chama acesa, porque a rotina consegue quebrar muitos encantos. Não podemos deixar a nossa felicidade nas mãos do outro, precisamos buscá-la nós mesmos, e nunca deixar de fazer o que realmente nos dá prazer. Este é um livro que nos leva a pensar também nos momentos especiais e importantes na vida de uma noiva, como o vestido e a troca de nomes, que normalmente é a mulher que coloca o sobrenome do homem. E no final da história, foi inevitável lembrar-me do dia do dia em que escolhi o meu vestido, do dia do meu casamento, o dia em que escolhi usar o sobrenome do meu marido, o dia em que decidimos construir um lar, e fiquei emocionada. 

Depois disso tudo nem preciso dizer que super indico esse livro né?! Leiam, vocês irão se surpreender com a história, querer a morte de um certo personagem, rir com a impulsividade de outros e retirar muitas lições sobre como lidar com os desdobramentos inesperados que aparecem ao longo da vida. 

“(...) Abrace os desdobramentos inesperados que a vida nos traz. Seja audaciosa, corajosa. Seja feliz...”.







Sobre a autora:


ANA FERRAREZZI nasceu recentemente, no Rio de Janeiro, aos 40 anos. Ela é psicóloga, artista plástica e escritora, tudo ao mesmo tempo. Ora alimenta-se da beleza retratada por detrás das artes, ora inspira-se nos folclores e nos contos. De uma forma única, Ana os mistura e constrói algo novo e intrigante. Ela possui um estilo interessante. Seus enredos são envolventes, bem-humorados e capazes de transportar o leitor a um mundo completamente novo.


Acompanhe o seu trabalho:  Facebook | Instagram | Site 












8 Comentários

  1. Oi, meninas!!!
    Eu sempre vejo resenhas positivas desse livro. Acho o título muito intrigante e depois de ler a sinopse até me interessei bastante (eu sou muito chata com romances). Não sou casada, mas por pouco (meu ex-noivo achou que 6 meses antes do casamento e depois de 9 anos de relação era um bom momento pra começar a namorar de novo, sem me avisar), mas entendo o peso da mudança (ou no meu caso, da quase mudança) da escolha do vestido e outros detalhes. Esse tipo de relacionamento, o compromisso, não é pra qq um. Sinto que adoraria esse livro. Valeu a dica!

    ResponderExcluir
  2. Gostei do livro, há toda uma simbologia em vestidos de noivas e achei filosófica a forma como a autora dividiu o livro, que segundo você são comparadas com as mudanças e as decisões da vida. Muito bom.

    A resenha ficou ótima, parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Acho que pela capa eu esperaria as emoções e reflexões, mas nunca as gargalhadas... hehe... que bom que gostou tanto da leitura, que se envolveu e não queria largar o livro. Com certeza um casamento não é tarefa fácil, e realmente as pessoas não podem se esquecer de nunca deixar a felicidade nas mãos do outro, é peso demais para se colocar sobre os ombros de alguém.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Lendo sua resenha fiquei com muita vontade de ler,mas o que mais me chamou atenção foi a parte onde você escreveu que a autora mostra a mudança na vida pessoal dela de acordo com o conserto do vestido. Achei esse detalhe fascinante...
    Espero ter a oportunidade de lê - lo algum dia.
    Otima resenha beijuh

    ResponderExcluir
  5. Já havia visto a capa desse livro outras vezes,
    Mas nunca cheguei a realmente dar bola para ele.
    Gostei muito da sua resenha, parece uma história sensacional e que leva a grande crescimento pessoal. Vai para a minha lista de leituras futuras.

    ResponderExcluir
  6. Olá, não conhecia a obra e adorei sua resenha. A capa é bem bonita e o enredo bem interessante. Valeu a dica!

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Oi Dai sua linda e romântica!
    Desde que vi a capa desse livro eu fiquei curiosa, achei tão poética, aliás até o nome do livro me pareceu titulo de poesia.
    Acho que também nunca vou esquecer do dia do casamento, é uma data bem marcante.
    Fico imaginando a dor dessa personagem e isso é tão comum acontecer, a mulher se doar décadas e de repente puff, é trocada por um par de peitos durinhos e um cabelo bem feito.
    Espero que ela tenha dado a volta por cima e sambado na cara do ex heheheh.
    amei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Dai.
    Fico feliz que tenha gostado do livro. Até agora só li coisas boas sobre ele!
    Estou ficando curiosa!!
    Dica anotada!
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir