Eveline Armstrong é imensamente amada e protegida por seu clã, mas as pessoas a consideram diferente, poisapesar de ser linda e encantadora, a moça sofreu um acidente que lhe causou sequelas não só psicológicas, mas também físicas, visto que ela ficou surda. Satisfeita com sua vida reclusa, ela aprendeu a ler lábios e permitiu que o mundo a enxergasse como uma tola. Contudo, quando um casamento arranjado a torna esposa de Graeme Montgomery, integrante de um clã rival, Eveline aceita seu destino – despreparada para os deleites que viriam. Enredado pelos mistérios de Eveline, cujos lábios silenciosos são cheios de tentação, Graeme vê seu casamento ameaçado devido às rivalidades entre clãs e agora deverá enfrentar inúmeras adversidades para salvar a mulher que lhe despertou tanto amor.

Onde comprar:


Ficha Técnica do Livro
 Páginas: 382 | Série: Montgomery e Armstrong | Título original: Never Seduce a Scot | Editora: Universo dos Livros | ISBN: 9788550300023 | Categoria: Romance histórico; Ficção | Formato: Impresso; E-book  | Idioma: Português | Edição: 1ª | Ano: 2016




Oi, gente! Eu estava louca para dividir com vocês esse livro que se tornou meu mais novo queridinho. Seduzida por um Guerreiro Escocês é o primeiro volume da Série Montgomery e Armstrong, e foi lançado aqui no Brasil pela Universo dos Livros. A obra é de autoria de Maya Banks, uma autora que eu adoro e que mais uma vez me surpreendeu. Estou encantada com a história, mesmo achando esse título um pouco brega (me julguem!), e que a capa não faz jus a nossa mocinha. Mais qual a significância disso em comparação com esse enredo tão irresistível? A trama é simplesmente deliciosa! A leitura foi tão boa para mim, que eu devorei o livro em apenas um dia; comecei a ler e só consegui parar quando virei a última página. Se você é romântica, gosta de romances de época, leituras instigantes e mocinhos apaixonantes, então se joga nesse livro, porque eu tenho certeza de que você irá se encantar com essa história assim como eu. 

A trama se inicia nos mostrando que o rei Alexandre II não aguentava mais a guerra entre os clãs Montgomery e Armstrong, por isso, decretou que os rivais fizessem um tratado e que deveriam unir-se através de um matrimônio. Os lairds não aceitaram isso muito bem, mas não houve outra opção a não ser acatar o decreto do rei. Sendo assim, a jovem Eveline Armstrong foi prometida a Graeme, laird dos Montgomery. Eveline é uma jovem de beleza exuberante, doce, sensível, bondosa e ingênua. Devido a um acidente ela ficou surda, e com isso, ela não ouve e não fala. Seus pais, assim como o seu clã, acreditam que o acidente afetou suas faculdades mentais, e muitos a vêem como louca. Mas o que ninguém sabe, é que Eveline não é nem um pouco louca, ela deixou que assim acreditassem para fugir de um casamento com um homem que ela não suportava, mas a farsa acabou indo longe demais e Eve não conseguiu voltar atrás. Por conta disso, o casamento não era bem visto pelos clãs, além do fato de serem rivais é claro. A jovem é inteligente e astuta, aprendeu a ler lábios, e desta forma consegue entender o que se passa a sua volta. Ao descobrir o que lhe reserva, ela aceita o seu destino pelo bem de seu clã e de sua família. 

“Se ela precisava servir de sacrifício em um esforço para acabar com a luta entre clãs, então seu destino estava selado e não haveria muito a ser feito. Ela não queria que sua família sofresse tanta angústia.” 
“Se alguém tivesse falado que um dia ele sentiria tamanha vontade de proteger um Armstrong, ele teria dado risada. Mas lá estava ele com a filha de Tavis Armstrong, sabendo que faria qualquer coisa para assegurar sua felicidade.” 

O primeiro encontro dos prometidos já os deixa encantados um com o outro. Graeme se sente culpado por desejar sua noiva, afinal, ela não está em seu juízo perfeito. Apesar da futura esposa não poder exercer suas funções matrimoniais (assim eles pensavam), ele acatou as ordens do rei pelo bem de seu povo. Mas algo em Eveline o deixava encantado e ele jurou que nada de mal aconteceria a jovem enquanto estive sob sua proteção. Contudo, ao retornar à suas terras após o casamento, ele começa a perceber que as coisas serão mais complicadas do que imaginou. Os Montgomery não aceitam de forma alguma essa união com os Armstrong, e eles farão da vida de Eveline um verdadeiro inferno. O povo não esconde sua hostilidade a jovem e a tratam como louca, sempre  humilhando-a e insultando-a; em contrapartida, Eve contará com pessoas leais como seu marido e sua cunhada, a intrépida Rorie. Com o passar dos dias, o casal vai se conhecendo aos poucos, e acabam se aproximando mais e mais. Eveline se sente segura ao lado de Graeme, tão segura que após um incidente ela lhe revela o seu grande segredo, e isto muda tudo entre eles. O laird dos Montgomery se vê loucamente rendido aos encantos da esposa; sua força, determinação, simplicidade, bondade e doçura o deixam cada vez mais fascinado. Não resistindo mais a paixão, eles se entregam a esse sentimento novo e arrebatador. Graeme está disposto a passar por cima da rivalidade dos clãs, algo que perdura por mais de cinco décadas, e protegê-la contra tudo e contra todos, mesmo que para isso tenha que ir contra o seu clã e sua família. 

“Ele amava Eveline Armstrong. Como pôde ter acontecido tão rapidamente? Como podia amar uma mulher cujo clã causara tanta tristeza para sua família?” 
“Mas agora ela era dele. E nada nem ninguém entraria em seu caminho. Nem a família dela nem o clã dele. Graeme não desistiria dela sem uma boa luta.” 

Sabe aquela história que faz a gente se derreter toda? Seduzida por um Guerreiro Escocês é exatamente assim! Como não amar Graeme com sua alma de guerreiro, sua presença imponente e intimidante, e dono de um coração tão puro e tão justo? Como não se encantar com a força, coragem e lealdade da Eveline? Impossível gente! Pelo menos para mim foi impossível. A história de amor desse casal é linda e emocionante, e como a boa manteiga derretida que sou, derramei algumas lágrimas durante a leitura. A trama tem um enredo cativante e super envolvente, a Maya conseguiu – mais uma vez – me envolver de tal maneira que nem vi o tempo passar, quanto mais eu lia, mais eu queria. Um casal lindo, fascinante e sedutor, que me deixou apaixonada com todo o seu amor, união, companheirismo e perseverança. Os personagens me conquistaram imensamente, não somente os principais, mas os secundários também. Esse romance me rendeu muitos suspiros e fez meu coração romântico bater mais forte, e já não vejo a hora de conhecer as outras obras desta série, das quais já depositei inúmeras expectativas. 

“- Eu te amo, Eveline – ele sussurrou, mesmo sabendo que ela não podia ouvi-lo. – De algum jeito, vou fazê-la me ouvir e saberá que eu te amo tão profundamente quanto é possível para um homem amar uma mulher.” 
“O impensável estava acontecendo graças a uma moça dos olhos azuis e cabelos dourados que invadira a sua vida e o fizera pensar em outras coisas além da vingança e ódio.”





Sobre a autora:



Maya Banks é autora best-seller do USA Today e do The New York Times, cujos livros incluem romances eróticos, suspenses românticos, romances contemporâneos e romances históricos escoceses. Ela mora no sul dos Estados Unidos com o marido, três filhos e os animais de estimação, como seus dois gatos-de-bengala e um gato que está com ela há tanto tempo quanto seu filho mais novo. Ela é uma ávida leitora de romances e adora falar deles com seus fãs e qualquer pessoa que queira ouvi-la.


Siga a autora: Site | Fanpage | Twitter









Beijos!





 


20 Comentários

  1. Oi Dai,
    Eu não conhecia esse livro, mas depois de ler sua postagem fiquei muito curiosa para conferir. É o tipo de história que me agrada muito e com certeza espero ler em breve. Obrigada pela indicação, que pelo visto é maravilhosa!

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oie, todo mundo fala tão bem da maia banks e eu nunca li nada dela. Até vi esse livro por aí mas nunca tinha visto resenha e com a sua fiquei encantada e querendo fazer a leitura para ontem. Parece um amor arrebatador e já achei lindíssima essa proteção do marido da eve, espero poder ler logo e se for tão cativante como você achou vou querer todos os outros livros.

    ResponderExcluir
  3. Desde que lançou o livro e eu vi essa capa, pensei: pode até ser bem trabalhada, mas MIM NÃO BATER COM ELA haha Porem, com certeza, eu já espera um enredo muito bom por dois fatos: 1- Ser da Maya. 2- É de época. Estava muito ansiosa para ler resenha. E o engraçado que eu fui lendo e parecia que eu já tinha lindo pois quando estava terminando o terceiro paragrafo já estava: awn *-* vou me derreter toda.
    Quando pulei para o proximo, voce leu meus pensamentos ou eu li os seus... kkk
    Quero muuuuuuuuuuito ler, ainda mais agora. Amei a resenha. Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Oi Dai!
    Eu vi rapidamente esse livro no skoob, quando estava para ser lançado e lembro que a primeira coisa que pensei foi o quão brega e feio era esse título, rsrs.
    Romance não é dos meus gêneros favoritos e quando é muito água com açúcar me deixa irritada - sou estranha, eu sei!
    Tenho certeza de que não curtiria. Passo esse.
    Mas que bom que gostou. Eu sempre penso que se um livro conquistou uma pessoa pelo menos, ela cumpriu seu objetivo. Se esse conseguiu, que ótimo!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Que capa bonita!!!
    Eu ainda não conhecia a série e gostei muito de ter conhecido esse livro aqui no seu blog e ter visto o quanto a história mexeu com você. Eu gosto muito desse estilo de leitura e já acho que a obra vai me agradar quando eu for ler. Espero que os próximos volumes da série continuem nesse ritmo.

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nada da autora e confesso que só de ler a sua resenha, fiquei derretida também. Imaginei esse guerreiro escocês e já estou apaixonada. Os quotes que você compartilhou, também são muito amor. Adorei a dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é novidade para mim e acho que só lendo mesmo para saber qual vai ser a minha reação, mas achei que parece como um romance de época em que a personagem que se mostra bem forte vai encarar o desafio da relação e claro que sempre tem os clichês. Parece um pouco com Romeu e Julieta só que ela não querendo casar.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  8. Não é o tipo de livro que costumo ler, e não leria mesmo com um título desses, HAHA.
    Mas sua resenha me animou muito e me deixou curiosa por saber mais sobre esse Guerreiro.
    Não costumo chorar lendo romances, mas se te fez chorar, deve ter sido lindo mesmo!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  9. Que resenha tão linda <3
    Pena que não sou lá muito fã desse tipo de romance :P Seria um romance de época? (me corrija se eu estiver errada :3 )
    Eu gostei da capa <3 , mas assim como você, não curti o título. Mil vezes brega ahhahha. Eu já fui mais manteiga derretida, agora ando mais insensível, eu acho hahah
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá Dai,
    Sou louca para ler esse livro, pois acho a capa muito bonita, apesar de achar que o título é meio brega como você disse haha.
    Adoro histórias que me fazem derreter e gostei muito do contexto dessa história, acho que é uma leitura que me agradará bastante quando fizer a leitura.
    Parabéns pela resenha incríveeel!
    Beijos ♥
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  11. Oi Dai,

    Que bom saber que o livro tornou-se um dos seus queridinhos, também achei o nome sem graça! Mas a leitura parece mesmo promissora!
    Quero ler!

    http://www.viajenaleitura.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, dai.
    Já li vários livros da Maya Banks e gosto muito da escrita dela.
    Achei esse título estranho também, mas fiquei contente por saber que ele é bom! Já está na minha lista de desejos!!
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  13. Oiii

    Nossa acho que essa é a primeira resenha que vejo desse livro e semrpe tive vontade de ler mas até agora não sabia muito dele. Amor livros com essa pegada e esse parece ser extremamente apaixonante então já fiquei doida pra ler, é bem do jeito que imaginei ser.

    Bjo

    ResponderExcluir
  14. Olha, a Maya Banks conseguiu me conquistar com alguns livros dela e outros nem tantos, mas esse eu não conhecia e tenho certeza que irá me agradar. Concordo com você que esse título é meio, muito, brega, mas acaba valendo a pena ignorar esse detalhe com uma história tão encantadora. Mesmo sem conhecer os personagens posso dizer que o protagonista já me ganhou com o que você falou, a determinação dele em protege-la e não querer tirar vantagem da moça que achavam não ter plena capacidade mental é algo que para mim foi extremamente importante. Sem falar que eu amo romance e assim como você sou uma manteiga derretida, tenho certeza que será uma excelente leitura, irei procurar na livraria porque preciso conhecer mais dessa história! Resenha mais que incrível, parabéns!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Nunca tinha ouvido falar deste livro, mas já estou encantada por ele. Além de ter uma capa linda , eu adorei o enredo! Principalmente pelo fato da mocinha ser surda, o que é algo bem diferemte nos livros e acho que trás uma inclusão para pessoas que também são assim se identificarem com a personagem. Gostaria muito de ler este livro um dia!


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  16. Achei a capa bonita, mas concordo que é meio brega e esse título não ajuda. acho que tanto a capa quanto o título até não gerariam essa reação se fossem em uma edição de banca da Harlequin, mas não uma edição da universo, se é que dá para entender o meu ponto.
    Não li muita coisa da Maya, mesmo assim gosto do estilo dela e só de saber que ele é daquele tipo de romance que derrete o leitor fiquei com ainda mais vontade de ler o livro. Confesso que já fiquei suspirando pelos personagens só pela resenha, imagina como ficarei durante a leitura? *-*
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  17. Oi Dai
    Apesar da sua resenha empolgada e maravilhosa, não me empolguei tanto para ler.
    O problema é que eu não curto muito romances de época. Acho todas as histórias um pouco parecidas sabe?
    Mas fico feliz que essa leitura tenha agradado tanto e tenha se tornado um favorito!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  18. Oie Dai!!!!
    Amo romances de época, mas nunca li um livro da Maya Banks! Eu sei que ela é mega famosa e sou ouço (digo leio rsrsrs) comentários maravilhos sobre suas obras, mas nunca tinha me deparado com um livro dela! Aí você escreve esta resenha mega instigante e eu só pensava assim enquanto lia "eu quero esse livro!"...rsrsds
    Valeu pela dica!
    Bjinhos ;)
    Elaine M. Escovedo
    Http://www.caminhandoentelivros.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu nunca li nada dessa autora e confesso que não tinha muita curiosidade com os livros dela, ate conhecer esse. Achei a premissa muito bacana, não costumo ler histórias assim é achei interessante a protagonista ser cega. Alem disso, Graeme parece ser um personagem apaixonante mesmo, já me vi aqui soltando suspiros com o romance deles e chorando também Kkkkkk Enfim, gostei bastante da dica, vou marcar.

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  20. Oi Dai, tudo bem?
    Eu já tinha ouvido falar brevemente sobre esse livro e confesso que chamou bastante minha atenção a sua resenha, parece ser um romance envolvente e o livro tem um enredo bem cativante. Fiquei bem curiosa para conhecer mais desse livro e com toda certeza irei ler bem em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir