Tentador: adj. O que experimenta, provoca, desperta desejo.


Prestes a completar 40 anos, Adriana decide correr atrás dos sonhos que nunca teve oportunidade e nem coragem de realizar na juventude. Seguindo o conselho do terapeuta, ela cria uma lista com metas e uma delas é se inscrever nas aulas de Jiu-Jitsu. No entanto, o que Adriana menos esperava era se sentir atraída por seu instrutor. Embora ela tente impedir, o desejo entre os dois é inevitável. O grande problema, porém, é o fato de Bernardo ter idade para ser seu filho, além do segredo guardado por Adriana, capaz de abalar essa relação.

Onde comprar:   Amazon   

Ficha técnica do livro
Páginas: 220 | Gênero:  Romance; Literatura Brasileira | Formato: E-book; Físico | Edição: 1ª | ASIN: B01LW2GV8H | Idioma: Português | Ano: 2016






Na hora em que vi essa capa e esse título pensei: “Esse livro vai ser daqueles que a gente precisa parar para se refrescar, de tão hot que deve ser”. E aí comecei a ler e não foi nada do que eu imaginei. Pensei que Bernardo seria aquele tipo de homem bem ogro, arrogante e que não aceita um “não” como resposta, já estava me preparando para odiar e amá-lo ao mesmo tempo. Mas então, as autoras me surpreenderam com uma história leve, super envolvente e cheia de aprendizados. 

Adriana, uma mulher com quase 40 anos, casada e com uma vida financeira confortável, mas que não está feliz e tem a impressão de que falta algo em sua vida, talvez alguma aventura ou simplesmente mais emoção, ou até mais amor. Seu casamento já não está bom, ou melhor, nunca esteve, mesmo fazendo terapia não conseguia chegar a uma solução; até que em uma sessão seu terapeuta propõe um desafio... Adriana tem que montar uma lista de coisas que pretende realizar, porém, não somente fazer a lista, e sim colocá-la em prática. 

“(...) Isso é normal, Adriana. Todos nós, em certo nível, temos medo do desconhecido. No entanto, no seu caso, o medo se tornou um empecilho. ”
“- Uma lista de desejos. De coisas que sempre teve vontade de fazer, mas, por alguma razão, não conseguiu ou sequer tentou exercê-las. ”

Bernardo, um garoto lindo e gostoso de 25 anos, professor de jiu-jitsu em uma academia, ainda mora com os pais, é o maior pegador e sabe como curtir a vida. Sua rotina era dar aulas e “aproveitar” de uma aluna ou outra, somente quando a garota desse mole, é claro, até que Adriana surge em sua vida, fazendo-o mudar alguns conceitos. Eles iniciam um belo jogo de sedução, e mesmo sabendo que ela é casada, Bernardo não desiste de conquistar o coração de Adriana. Isso vai dar problema, sim ou claro?!

“(...) Caralho, essa mulher me deixa louco! Não tem a menor chance de eu me afastar dela nesta altura do campeonato.”

Essa história me lembra um pouco aquele livro/filme “Um amor pra recordar” de Nicholas Sparks, somente a parte que Bernardo ajuda Adriana a realizar os itens de sua lista, inclusive, o livro é citado. Mas a trama vai além da lista, Adriana tem um passado não muito agradável e em um momento da história ela precisa fugir de tudo para refletir, organizar os pensamentos, sentimentos e arrumar a bagunça que se tornou a sua vida de uma hora para outra.

“Bernardo traz à tona o melhor de mim, com ele sinto como se pudesse fazer o que eu quero e ser quem realmente sou...”

Bom, a leitura é fluida e bem cativante, e quando você percebe já está no final do livro e agoniada com os acontecimentos, eu só conseguia pensar: “Não, a autora não vai fazer isso! É claro que isso não vai acontecer com a personagem, até porque é um absurdo, gente”, e eu vou matar vocês de curiosidade sobre esse fato (sou má haha). A história é narrada em primeira pessoa, alternando entre Adriana e Bernardo, sendo que, dessa forma conseguimos perceber o real sentimento dos personagens.

Gostei muito de como as autoras se preocuparam em descrever os pequenos detalhes da trama, parecia que eu podia ver e sentir as cenas, como se eu fizesse parte do enredo. As músicas que foram usadas para dar mais vida aos personagens são muito boas, claro que escutei todas para poder me conectar mais ainda com a história. Só uma coisa que não gostei, e que estou sempre encontrando nos livros que leio pelo kindle unlimited, são os erros de digitação, tirando esse detalhe, as autoras estão de parabéns.

Enfim, este é um livro que nos leva a pensar sobre  nossas escolhas, sobre amor próprio e ao próximo, e como devemos aproveitar a vida ao máximo, antes que seja tarde demais. Estou até pensando em criar uma lista de desejos e tentar realizar todos até meus 30 anos, achei bacana a ideia (rsrs). Uma leitura que realmente vale a pena, recomendo demais!

“(...)Nunca deixe de sonhar, mas não se esqueça de trabalhar para virar realidade.” 
“Diante de tantas diferenças e dificuldades, o amor sempre dá um jeitinho de nos arrebatar, tirando-nos dos eixos para então nos alinharmos. E não há forma mais tentadora de experimentá-lo que não seja assim, avassaladora. ”






Sobre as autoras:

LOLA SALGADO
É uma paranaense que acredita fervorosamente que o sushi foi talvez a melhor invenção da humanidade. Gosta dos dias mais frescos, de café amargo e de histórias que mexem com os seus sentimentos. Está em relacionamento sério com os livros desde quando se considera gente, e escreve porque alguém certa vez lhe disse que era assim que se fazia magia. Desde então, levou isso como lema de vida.


RUBY LACE
Tem como seu único vício a leitura e sua paixão é a escrita. Ama ler e escrever histórias que fazem seu coração disparar, histórias de amor que mexem com seus sentimentos de diversas maneiras e de finais felizes. Como toda boa carioca, gosta dos dias ensolarados, das belezas praianas e de usar havainas










Deixe um comentário: