Sinopse: Uma família de cinco irmãos: Asér, o caçula; Airon, Paul, Sofie e Connor. Todos os vampiros. Asér é o vampiro mais novo. Quando foi transformado tinha 22 anos e de vampiro já tem 100 anos. Ele é sexy, controlador, carinhoso e gosta de se divertir em boates noturnas. Ele nunca quis uma companheira de vida e aproveita a "vida" ao máximo possível. Mas, no momento, o seu clã está em guerra com os renegados. Na maioria das vezes, Asér fica de guarda com seus irmãos, protegendo o seu território. Mas as coisas vão mudar para ele, quando numa noite, em que estava de guarda, salva uma humana que está sendo atacada por dois renegados.
Aurora. Tem 21 anos. Tem uma cafeteria que só abre de noite e fica até de manhã cedo. Tem seu apartamento. Não tem namorado e seu ex vive a querendo de volta. O lugar onde mora é tranquilo, até que numa noite ela é atacada por dois homens estranhos, que não falam sua língua. Mas quando ela menos esperava é salva por outro estranho. E pior, um estranho sexy!


Onde comprar:  Amazon  

Ficha técnica do livro
Páginas: 149 | Gênero:  Romance; Literatura Brasileira | Formato: E-book | Edição: 1ª | ASIN: B01M186721 | Idioma: Português | Ano: 2016




Tinha um tempo que não lia nenhuma história de vampiro, e no momento em que li essa sinopse (apesar dos pesares) imaginei que seria uma emocionante trama de fantasia e romance, e, infelizmente, as coisas não aconteceram conforme minhas expectativas. Antes de dar a minha opinião completa, irei apresentar um pouco do enredo e caso queira conhecê-la melhor, é só adquirir o seu e-book na amazon. 

Asér é um vampiro sexy, solteiro e adora uma balada. Além de ter o poder de ler mentes, ele tem várias vampiras ao seu dispor e não pretende largar essa vida tão cedo, mesmo sabendo que uma hora ou outra precisará encontrar sua companheira de vida. 

“Eu tenho o poder de ler mentes. Conversar com outros vampiros pela mente também. Sou solteiro afinal a vida que levo não é muito fácil. Estou feliz enquanto tenho as vampiras para me satisfazer.” 

Aurora é dona de uma cafeteria que abre a noite e só fecha na parte da manhã. A jovem é solteira e leva uma vida muito tranquila e regrada, da casa para o trabalho, do trabalho para casa. Em um belo dia, enquanto estava saindo de seu estabelecimento, Aurora é atacada por dois estranhos, e para a sua total surpresa, os seus salvadores eram sujeitos tão estranhos quanto. Depois de ficar desacordada por dois dias, percebe que não está em seu apartamento e se depara com uma senhora que lhe explica que ela está na casa de sua família, que eles são vampiros e que Aurora é companheira de vida de um de seus filhos. Sim, essas informações são despejadas já na primeira conversa de Aurora com sua futura sogra. 

“Quando acordo não me mexo, as lembranças da noite passada vêm a minha mente e eu entro em pânico”. 

Depois dessa reveladora conversa, Aurora conhece o restante da família e descobre que todos podem ler seus pensamentos, menos Asér, pois companheiros de vida não leem o pensamento do outro. Mesmo sabendo que não pode fugir de seu destino, Asér tenta de todas as formas não ter sentimentos por Aurora, já ela, aceita muito bem o fato de ser a companheira de um vampiro. Enquanto Asér fica nessa luta interna, ele e seus irmãos descobrem que Aurora corre perigo e que os lobos querem sequestrá-la. E, quando todos pensavam que ela era sozinha no mundo, eles têm uma pequena surpresa... E em meio a essas confusões a história vai se desenrolando. 

“Vocês devem achar que eu sou louca. Acabei de conhecer uma família de vampiros e estou aqui, calma. Mas na verdade, eu estou em pânico, não sei o que fazer, não sei se o vampiro vai vir atrás de mim ou não. Apesar de todos dizerem que eles são bons e tudo o mais, o meu medo e a minha covardia não me deixam ficar próxima.” 
“Eu não a quero como companheira! Não a quero com um mostro como eu! Eu nunca senti isso, sempre gostei de ser vampiro, mas ela é humana e para que fique comigo tem de ser transformada.” 

Então, vamos as minhas humildes considerações... Esta era uma trama que tinha tudo para ser mais instigante se fosse melhor estruturada, pois as informações foram simplesmente jogadas e, pra mim, esse tipo de história exige muitos detalhes e explicações para fazerem sentido e ficar bem compreensível para o leitor. Em alguns capítulos eu fiquei perdida sobre quem estava narrando, mesmo que estivesse indicando a quem o capítulo pertencia, senti que teve uma mistura da visão dos narradores. Normalmente, quando a narração é em primeira pessoa, eu consigo sentir a emoção dos personagens, me sinto conectada com eles, e, dessa vez, isso não aconteceu. 

Sabe, a autora poderia ter explorado muito mais esse lado da magia, da fantasia e do mistério. E gente, que ela me perdoe, mas eu não consegui aceitar o sangue industrializado (minha opinião, certo?!), assim como a falta de espanto de Aurora em saber da família de vampiros e alguns acontecimentos mal elaborados. Sem contar que, a trama possui errinhos que me incomodaram bastante. Acredito que com uma revisão mais minuciosa e com os conselhos certos, a história ganharia novos horizontes. Ademais, o romance é leve, sem grandes dramas e com um enredo despojado e com uma leitura fácil e rápida. A escrita da autora é bem peculiar, e tenho certeza de que muitos leitores irão se identificar com ela.

E para finalizar, eu gostaria de deixar claro que esta é a minha singela opinião, e que a sua pode ser bem diferente da minha. Por isso, se você gostou da premissa do livro, se jogue na leitura antes de formar qualquer conceito sobre a trama. Em momento nenhum eu quis ofender a autora ou o seu trabalho. Laina, desejo muito sucesso em sua trajetória! 





*Imagens cedidas pela autora.







Sobre a autora:

GISLAINA SUZAN, Laina, 18 anos. Natural de Santa Luz, Bahia. Leitora desde os quinze quando conheceu o romance contemporâneo através de livros com conteúdo sobrenatural (Vampiros, lobos, fadas e etc) e desde então se imaginou criando o próprio mundo. Foi assim que perdeu noites em torno dos cadernos para então dar vida a ele, até o Wattpad que entrou em sua vida e finalmente ela pôde ter certeza do que queria para o futuro, ser uma escritora reconhecida pelo mundo e levar o encanto das palavras para aqueles que não acreditam em quão bem a leitura faz.

Acompanhe o seu trabalho: Fanpage | Wattpad 








Beijos e até a próxima amores!




Um Comentário