Sinopse:
Há limites para o prazer? Bianca Voltolini acredita que não, e fará de tudo para alcançá-lo constantemente.
Conheça o relato de suas aventuras e desventuras numa série de experiências intrigantes e excitantes que culminarão em uma das revelações mais perturbadoras de sua vida.
Esta é uma história de ficção, entretanto, pode ser mais real do que você imagina.
Promíscua. Liberte-se!


Onde comprar:  Amazon  

Ficha técnica do livro:
Páginas: 102 | Gênero:  Romance; Erótico; Literatura Brasileira | Formato: E-book | Edição: 1ª |  ASIN: B01N9QHKQH | Idioma: Português | Ano: 2017

Adicione Promíscua no SKOOB.





Ei, mulherada, como está o clima por aí, frio ou quente? Porque aqui está pegando fogo! E te digo uma coisa, se não está quente, leia Promíscua, a coisa incendeia tão ligeiro, que quando se der conta já estará derretendo rs. 

Hoje minha resenha é sobre esse conto muito mais do que apimentado. Se você é daquelas que gostam da coisa sem mimimi, frescuras ou pudor, falo com a mais pura certeza, que você vai amar Promíscua e principalmente a dona desse “título”, Bianca Voltolini. Então se junte ao grupo, porque também sou dessas rs. 

Eu amo a escrita da Bya e principalmente suas mocinhas fodasticas, mas confesso que me surpreendi com Bianca e sua personalidade desavergonhada. Eu amei o jeito como ela enxerga e vive sua vida; sem o menor pudor e com a maior vontade de viver e sentir prazer, ela segue conforme a sua cartilha e foda-se os outros, literalmente. 

“Alguns dizem que sou ninfomaníaca, mas não gosto deste termo. Nunca gostei! Pela simples razão de indicar um fator patológico, como se gostar de sexo fosse doença. Eu gosto de sexo. Pura e simplesmente. Promíscua. Prefiro este, ainda que dele denote certo preconceito. Dane-se o preconceito! Não devo nada a ninguém! Promíscua me dá a opção de escolha: sou assim porque quero e não porque fui acometida por alguma enfermidade maldita.” 

Nesse conto você conhecerá a história de uma mulher, talvez muito a frente do seu tempo, ou não... Uma mulher que não abdica de suas vontades por conta de uma sociedade hipócrita e machista. Uma pessoa que é dona de si, de suas vontades, de seu prazer, da sua vida e que não abre mão da sua felicidade, seja ela torta, vista pelos outros, ou ela completamente certa, vista pelo seu amor próprio. Porém... tudo que é de mais, em algum momento, acaba fazendo mal e Bianca perceberá o “mal” que está cercando a sua vida... Cedo ou tarde? Mal ou bem? Isso você terá que descobrir. 

Não irei dar mais detalhes sobre a história, pois é muito curtinha e perderia a graça, mas digo com propriedade, leia Promíscua e também se torne fã de Bianca. 

Bya, pqp, você lacrou mais uma vez. Só acho que deveria escrever um livro inteirinho, pois Bianca, a nossa promíscua preferida, merece. 

“O sexo é sujo? Só se for bem feito”. (Woody Allen)





Sobre a autora:


Bya Campista, vive no Rio de Janeiro, onde nasceu. Tricolor de coração, formada em Comunicação Social, trabalha em Cartório e tem nos livros uma paixão incondicional. Começou a escrever seu primeiro Romance Erótico no final de abril de 2013 por pura paixão. Essa paixão foi tanta, que em novembro do mesmo ano, quando a autora publicou alguns capítulos na plataforma Wattpad, Pele ficou na pele de todos, atingindo sete mil leituras com o primeiro capítulo em apenas uma semana. Escreve no pouco tempo que possui e no muito que encontra e acredita piamente que a vida deve ser movida pela paixão. Bya Campista é apaixonada por natureza: por café, chocolate, Rock and Roll, praia, música clássica, arte... Livros! Falando em livros, a autora possui três livros e três contos publicados: Pele, Alma, Uma noite Apenas, O convidado Penetra, O convidado Penetra no Natal e A amante do meu marido. Atualmente escreve o seu próximo romance, Armadilhas do Amor.

Acompanhe o seu trabalho: Fanpage | Instagram | Twitter Tumblr | Blog









3 Comentários

  1. Uau, que resenha instigantes! Gosto muito da escrita da Bya, e já estava louca para ler esse conto, depois de suas palavras, então, fiquei ainda mais curiosa.

    bjbjbjbj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Alice!
      Leia! Leia! Leia!
      E depois me conte tudinho... hehehehe.
      BjÔ!

      Excluir
  2. Ah Van, sua linda!
    Obrigada pela resenha meninas! Feliz demais por terem gostado!
    Van, só faltou uma coisa na sua resenha: a capa lacradora que a Dai fez! kkkkkkkkkkkkkk #prontorevelei Foi a Dai que fez essa capa gente! E eu? #morta! TUDO a ver com nossa Bianca, não é?
    Feliz demais por vocês terem gostado. De verdade. Promíscua é diferente de tudo o que escrevi até hoje. É um conto para divertir, mas sim, é também um alerta. Pretendo escrever o livro, pois este é um assunto que eu gostaria muito de abordar.
    BjÔ pra vocês! :)

    ResponderExcluir