Sammie sempre teve um plano: se formar no ensino médio como a melhor aluna da classe e sair da cidade pequena onde mora o mais rápido possível. E nada vai ficar em seu caminho - nem mesmo uma rara doença genética que aos poucos vai apagar sua memória e acabar com sua saúde física. Ela só precisa de um novo plano.
É assim que Sammie começa a escrever o livro de memórias: anotações para ela mesma poder ler no futuro e jamais esquecer. Ali, a garota registra cada detalhe de seu primeiro encontro perfeito com Stuart, um jovem escritor por quem sempre foi apaixonada, e admite o quanto sente falta de Cooper, seu melhor amigo de infância e de quem acabou se afastando. Porém, mesmo com esse registro diário, manter suas lembranças e conquistar seus sonhos pode ser mais difícil do que ela esperava.


Ficha técnica do livro
Páginas: 352 | Título Original: The Memory Book | Gênero: Young Adult, Ficção | Formato: E-book; Físico | Edição: 1ª | Editora: Seguinte (Companhia das Letras) | ISBN: 9788555340178 | Idioma: Português | Ano: 2016




Sabe aquela frase meio clichê, que todo leitor usa vez ou outra: “Ás vezes você pega um livro, às vezes um livro te pega.”? Ela não poderia ser mais verdadeira! Confesso que iniciei a leitura deste livro com o pé atrás, porque, normalmente, fujo deste gênero literário. Mas, a capa e a sinopse me deixaram muito instigada, e no final das contas, me vi tão envolvida na leitura, que me esqueci que era somente uma leitora, eu já me sentia parte da história. Realmente, o livro me pegou pra valer! 

“Dizem que minha memória nunca mais será a mesma, que vou começar a esquecer as coisas. Só um pouco no início, depois muito. Então estou escrevendo para lembrar.” 

Samantha Agatha McCoy é uma jovem forte, determinada e muito corajosa. Prestes a se formar no ensino médio como uma das melhores alunas da classe, e com um futuro milimetricamente planejado, ela descobre que é portadora de uma doença degenerativa rara, chamada Niemann-Pick C, ou NP-C. Entre os muitos sintomas motores e neurológicos que a doença apresenta, a perda de memória é uma delas, e a mais temida por Sammie. Por isso, ela resolve escrever um livro de memórias, para que a Sam do futuro, como ela mesma denomina, possa se lembrar que tudo o que acha importante. 

“Às vezes a vida é só terrível. Às vezes ela te dá uma doença estranha. Às vezes a vida é muito boa, mas nunca de um jeito simples. E, quando eu olhar para trás, vou saber que tentei.” 

Apesar de todas as limitações imposta pela doença, Sammie não perde a esperança um momento sequer. Ela tem convicção de que conseguirá realizar todos os seus objetivos: se formar, ser a oradora da turma, vencer o torneio de debate, ir para a faculdade, se tornar uma grande profissional, entre outros planos. Por isso, ela não se deixa abater pela doença, e tenta de todas as formas possíveis, encontrar uma maneira de se adequar à sua nova realidade até quando for permitido. Seu maior medo na verdade, não era a morte, mas sim a perda de sua memória, de suas lembranças, e principalmente, o medo de não conseguir realizar todos os seus sonhos. Através de seus relatos, conseguimos entendê-la melhor, conhecemos seus medos, anseios, suas paixões e motivações. Além dos registros de Sam em seu diário, ainda há postagens de seus familiares e amigos, o que tornou a experiência ainda mais especial. Os sintomas da doença vão aparecendo pouco a pouco, de forma sutil até chegar ao auge. Mesmo com toda a carga emocional que o livro apresenta, Lara Avery conseguiu deixar a leitura leve, sem aquele ar de melancolia. 

“Não estou me iludindo: sei que estou doente. Mas não vou me preparar para o fracasso. Vou conseguir fazer tudo (...)” 

Sammie me encantou de imediato, apesar de me irritar às vezes com algumas atitudes. Seu jeito irônico, sua inocência, seu sarcasmo, sua inteligência, sua determinação e sua luz, me cativaram bastante, e eu fiquei muito apegada à personagem. Em diversos momentos me vi torcendo por ela, arrasada por suas derrotas e exultante por suas conquistas, mesmos as mais simples. Entre os personagens secundários, o que mais me conquistou foi Cooper, um amigo de infância de Sam. Os dois se conhecem desde criança, mas com o passar dos anos se distanciaram, porém, quando retomam a amizade, parece que nada mudou. Cooper é um cara incrível, e toda vez que aparecia, fazia tudo ficar melhor, especialmente para Sammie. Gostaria que ele tivesse aparecido muito mais na história, mas valeu à pena cada aparição, e com toda a certeza, fez toda a diferença. A relação de Sam com seus pais e seus irmãos foi outro ponto da história que gostei muito. Como toda família, eles tinham seus desentendimentos, mas o apoio, o carinho e o amor incondicional que nutriam, foi lindo de ler. 

“Eu torcia para que Coop voltasse todos os dias dali em diante para que pudéssemos viver outras aventuras (...). Ou só para dar um oi, pelo menos.” 
“Como é estranho não fazer ideia do que é o amor até ele acontecer e depois ficar, tipo, é isso, uau, aí está! Estava ali o tempo todo. Como uma imagem escondida em um daqueles livros de ilusão de ótica.” 

O Livro de Memórias me marcou bastante, não somente por ter sido minha última leitura de 2016, mas por seu enredo instigante e emocionante. Uma história sensível e marcante, que nos deixa uma mensagem de força, esperança e coragem, além de nos fazer enxergar o valor dos pequenos detalhes. Sam é uma das personagens mais fortes que já encontrei, e ela nos ensina a nunca desistir dos nossos sonhos, independente dos obstáculos encontrados pelo caminho. 

“Eu te amo. Lar é onde está o amor. Você é o meu lar.”





Sobre a autora:







Nasceu em Topeka e estudou cinema no Macalester College. Autora de livros infantis e de mais duas obras de literatura jovem adulta - Anything But Ordinary e A Million Miles Away -, atualmente mora em St. Paul, Minnesota.








28 Comentários

  1. Amei a resenha e fiquei muito curiosa para conhecer a história. Já foi para a listinha de leituras de 2017. :D

    ResponderExcluir
  2. Fiquei com muita vontade de ler esse livro, já é a segunda resenha que leio dele e cada vez fico mais encantada. A protagonista parece ser daquelas que nos inspiram, né. Quero muito ler - ah, e a capa é uma graça!

    Beijo,
    Aline - Livro Lab

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Achei linda a premissa do livro, ele faz bem o gênero que gosto de ler. Sami parece ser uma personagem forte. Já adicionei na minha listinha do skoob, espero ter a oportunidade de ler em breve.

    Parabéns pela resenha, gostei muito! :D

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, que tem tudo para ser maravilhoso. É um título que já esta na minha lista de desejados, porque só leio bons comentários, assim como na sua resenha, que me deixou ainda mais motivada e instigada para conhecer essa trama. Acho que irei adorar!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  5. Uau!
    Muito bom quando uma leitura nos encanta e muitas vezes temos dificuldades em colocar em palavras pra que todo mundo sinta aquilo que sentimos ao lê-la.
    Adorei sua resenha e aguçou muito minha curiosidade para conhecer a obra e mais sobre o autor que até então não conhecia.
    Obrigada pela dica!
    Beijos!

    https://bookobsessionresenhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    gostei muito dessa capa e também de saber que o livro te tocou a ponto de te deixar sem palavras para expressar o quanto gostou dele. Fiquei curiosa para ler este livro.
    Dica anotada.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie! Mal comecei a ler a resenha e já coloquei o livro nos meus desejados! Acho que eu me emocionaria bastante com a obra, porque fiquei muito curiosa para saber o que acontecerá com a vida dela depois da doença. Gostei muito de saber que ela continuou lutando pelos sonhos porque, infelizmente, muitas vezes acontece de a pessoa se acomodar e isso é bem triste :c Espero poder ler em breve e descobrir como ela passou por tudo isso e qual a influência da família em todo o enredo. *-*

    Beijos,
    Fernanda Goulart
    Psiu, vem ler! | @psiuvemler

    ResponderExcluir
  8. Oie! Tudo bem? É o segundo blog que encontro falando sobre esse livro e como eu disse no outro blog, já adicionei ele na minha lista de desejados e estou louca para realizar a leitura dele! E muitos deveriam levar como inspiração ela continuar lutando pelos seus sonhos, pois não devemos parar de lutar, nem mesmo quando tudo parece dar errado!
    Bjss http://resenhasteen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste da leitura! :) E que ele traz uma lição através da mesma! :)

    Para alem disso, acho muito bom que a protagonista te tenha cativado e que esta tenha sido uma leitura marcante para ti! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Dai,
    Essa historinha clichê de que as vezes um livro te pega é o que define como me senti ao ler esse livro também. ME senti muito tocada com essa estória e muito feliz por ter tido a oportunidade de viajar por esse universo e conhecer a Sammie.
    Achei sua resenha incrível e fiquei com uma baita vontade de ler tudo de novo e me apaixonar mais uma vez.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  11. OI, tudo bem?

    Esse livro divide opiniões, da forma como você gostou já vi pessoas que não gostaram, mas está na minha lista de desejados e pretendo ler futuramente.
    Bju

    ResponderExcluir
  12. Olá ♥
    Sou louca para ler esse livro. A premissa dele me agrada muito, e a cada resenha que leio me sinto mais conectada a Sam, e a sua força de vontade ela parece ser um personagem forte e cativante.Sua resenha me cativou muito, me deixou louca para embarcar de vez na estória da personagem. Prevejo lágrimas quando ler esse livro. Parabéns mais uma vez, me senti muito tocada por sua resenha ♥

    ResponderExcluir
  13. Cara acho que tem uma lágrima escorrendo aqui, QUE LIVRO! E olha que nem li, mas tua resenha me tocou e deixou louca para a leitura, estou precisando de uma dose do que ele representa, afinal sempre é bom variar os gêneros, este vai ser um que vou ter que comprar para 2017. Parabéns ela resenha.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  14. Oi Dai, tudo bem?
    O livro de memórias foi umas das minhas melhores leituras de 2016 e fiquei muito feliz em ver que você apreciou a leitura tanto quanto eu fiz. Sam é definitivamente uma personagem admirável, ela foge completamente dos clichês de personagens doentes, sem falar que é tão inteligente e cheia de esperança. Achei incrível como ela se apegou a missão de registrar suas memórias. Ah, e também achei que a autora deveria ter deixado a presença de Cooper mais marcante, mas fora isso o livro é perfeito!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  15. Oie amore,
    Que lindo seu blog, adorei... muito fofo... Adoro essas frasesinhas clichês... e sei bem como é o livro te pegar rsrs.
    E só de ler sua resenha a história já me pegou....e quero muitooo ler. Ainda mais pelo fato de trazer mensagens e um enredo instigante.

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?

    Há algum tempinho venho desejando este livro, mas são tantos disputando o primeiro lugar para ser lido que alguns acabam ficando pra depois (rsrsrs)

    "O livro de memórias" já me ganhou totalmente pela capa e fiquei mais intrigada ainda quando você descreve a história como "sensível e marcante"

    Sua resenha está fantástica e me obrigou a voltar este livro para o topo de próximas leituras (OBRIGADA *-*)

    ResponderExcluir
  17. Que resenha linda! <3 Esse livro também me marcou bastante, tanto que tive que colocar ele nas melhores leituras do ano. Terminei o livro com uma sensação de vazio, sabe? Já esperava que iria terminar daquele jeito, mas mesmo assim doeu. :(
    Achei a personagem muito corajosa, gostei muito dela, e muitas de suas atitudes acabavam sendo justificáveis, não deve ser fácil descobrir que você tem uma doença que vai te matando aos poucos. :(
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  18. Olá
    uau fechou o ano muito bem com essa leitura. Eu gostei muito da sua resenha e tenho visto só elogios sobre o livro, já li um da autora e adorei e espero gostar muito desse pois o enredo está muito interessante e chamativo para mim que amo o gênero, é ótimo saber que muitos pontos positivos pois assim minha expetativa ate aumenta hahah

    beijos[
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, esse é um livro que eu tenho MUITA vontade de ler, mas que até o momento eu não tive a oportunidade de ler! Sua resenha encantadora só me deixou com mais vontade ainda de ler, o que eu achava ser impossível. Deve ser horrível ter que lidar com a iminente ameaça de perder aquilo que temos de mais precioso, nossas lembranças. Mas espero que realmente ela consiga alcançar seus sonhos e realiza-los e já me imagino emocionada e me sentindo como parte da história assim como você! Amei <3
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  20. Oi!

    Eu tenho visto muitos comentários sobre esse livro na internet. Alguns bons e outros ruins. Mas fico feliz que tenha sido uma leitura marcante pra ti. Eu acho a premissa ótima e com certeza adoraria ler e comprovar a emoção que me parece ter. Haha. Adorei a resenha,

    beijos!

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem? Não conhecia a obra, mas a premissa me interessou de leve. Também costumo fugir desse tipo de livro, mas ultimamente estou lendo várias resenhas positivas de livros assim e acho que vou ter que dar o braço a torcer. Quero acompanhar a personagem e toda essa força de vontade apesar da doença. Gosto de livros sensíveis e acho que leituras assim vão se encaixar muito bem no ano de 2017 para mim. Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Terminei a leitura desse livro há pouco e ainda estou meio baqueada. A história me pegou de jeito também, me envolvi muito com o enredo e me emocionei bastante. Também adorei o Cooper e também acho que ele poderia ter aparecido mais. Adorei a Sammie, que é uma protagonista realmente forte, e amei a família dela ser bem presente na trama.

    ResponderExcluir
  23. Oi Dai, como está?
    Um livro que certamente vai mexer bastante com o meu emocional caso eu leia, porque quando se trata de protagonista com doença, ainda mais uma tão difícil, me parte o coração porque já perdi pessoas queridas vítimas das mais variadas doenças. Com certeza a dica está anotada.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Esta foi uma das minhas melhores leituras de 2016, junto com Juntando os Pedaços.

    Amo a Sammie, acho ela incrivelmente forte. Amo todos os personagens, a escrita da Lara é tocante demais. O li em poucas horas e quase chorei no final. Um livro excelente!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  25. Olá Dai, tudo bem?

    Confesso que não tinha ouvido muito falar sobre este livro, mas gosto do gênero Young Adult, embora prefira os New Adult (um pouco mais maduro). Vou procurar mais sobre ele para poder decidir se o compro ou não.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Adoro livros que conseguem fazer isso com o leitor, o levarem para dentro da história. E acredito que este enredo me encantaria da mesma forma que você. Vejo ai bons traços de uma trama cheio de sensibilidade pelos casos tratados. Apesar de não gostar do gênero, acredito que não me decepcionaria come sta leitura. Quando ler, passo aqui para deixar minha opinião mais esplanada.

    ResponderExcluir
  27. Oie
    Tudo bom?
    Nossa a história parece realmente ter lhe conquistado.
    Imagino como deve ter sido sofrido pra ela perder algo que seria primordial em sua vida, ainda mais tendo tudo planejado.
    Adorei sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir