Segredos são como fantasmas nos assombrando e nos fazendo crer que são reais.
Todos têm os seus fantasmas.
Poliana tem os seus e há seis meses ela tenta se convencer de que ainda é capaz de viver, mesmo que seu coração lhe diga que não há mais esperanças.
Vinicius é um renomado cardiologista que vê no trabalho voluntário uma forma de se redimir dos seus pecados.
Uma mulher marcada pela dor, um homem que carrega em seu coração a culpa por seus atos.
Duas almas feridas encontrando nos braços um do outro uma nova chance para serem felizes.
Um livro sobre culpa, perdão, rendição e a descoberta do verdadeiro amor, mesmo quando não se espera por ele.

Ficha Técnica:

Páginas: 518 | Gênero:  Romance; Literatura Brasileira | Formato: E-book | Edição: 1ª | ASIN: B01NB1MD45 | Idioma: Português | Ano: 2017

Onde Comprar:   AMAZON    




Olá mulherada, como estão? Espero que bem, pois eu me encontro no meio de uma ressaca literária apavorante. Sério! Meu coração dispara só de lembrar que Vinícius já não virá agradar meus dias, noites e madrugadas. 

Minha Rendição é o segundo livro da série Segredos, porém ele foi o primeiro livro que li da série e da autora. Meu interesse surgiu depois que li uma resenha que me atiçou de uma maneira incontrolável, ao ponto de não conseguir ler o primeiro. Eu tentei, juro que tentei, mas Vinícius me chamava a toda hora, então resolvi parar de resistir e me joguei em seus braços. Foi a melhor coisa que fiz!

Minha Rendição conta a incrível história de uma mulher marcada pela dor e um homem marcado pela culpa. Duas almas machucadas, desiludidas, medrosas, que encontram um no outro uma nova maneira de se perdoarem, amarem a si próprios e serem felizes juntos, acreditando novamente no amor.

“(...) Talvez todas as lágrimas sejam por ela. Seco-as com as pontas dos meus dedos e isso é muito mais do que o ato representa. Quero secar seu passado, extinguir suas lembranças, quero apagar a sua dor.”
Tudo começa por conta de uma grande culpa que nosso lindo médico carrega dentro de si. Devido a atitudes mal pensadas no passado, e um grande arrependimento, Vinícius dedica a sua vida a uma ONG que atende uma comunidade carente, que inclusive é a mesma que Poliana mora.

(...) Porque mesmo livre um homem digno que comete um crime sempre será prisioneiro de suas terríveis lembranças. Ele nunca se perdoará.”
Poliana é uma jovem marcada por um passado feio e dolorido. Ela é aquela mocinha durona, fechada, mas que faz das tripas coração para seguir a vida. Uma pessoa desacreditada, sem esperanças e com um trabalho árduo em um restaurante, ela se vê encantada por um lindo e misterioso homem de olhos azuis da cor do mar.

“Mas acontece que sou uma mulher ferida, meu corpo, minha aparência são como armas que, durante a minha vida, foram usadas apenas para me machucar.”
Não entrarei muito em detalhes, pois acho que a surpresa de cada capítulo não deve ser quebrada. Só digo que irão encontrar uma história forte, tensa, cheia da nossa terrível realidade sobre agressão contra a mulher e preconceito social. Digo que vocês sentirão muita raiva, vão querer entrar na história e matar alguns personagens, assim como tive vontade muitas vezes. Mas também irão se apaixonar por Vinícius e Poliana, por Carol e Gabriel (que são os protagonistas do primeiro livro, Meu Erro), por Verônica e Fabio e por Marina e Denis (que espero de coração que tenha uma história dos dois rs). Irão se encantar por tanto amor e dedicação que Vinicius tem por Poliana e por tanto amor e cuidado que Poliana tem por Vinícius. 

“— Eu não sei se existe um momento certo, um ponto em que as coisas se tornam essenciais, não sei ao certo se acontece com todos, mas eu sei que minha vida só tem sentido porque sei que você está aqui. (...) — Sou um cardiologista, minha vida é cuidar desse músculo que nos mantêm vivos, mas eu só descobri sua verdadeira função no dia em que senti o seu parar de bater em minhas mãos.”
Me vi dentro da história, sofrendo com Poliana, Vinícius e toda sua turma. Chorei, sorri, senti meu coração se despedaçar e se regenerar diante tantos acontecimentos que são tão reais, tão doloridos e que a Cinthia com toda a sua sensibilidade me fez sentir na pele emoções que mexeram muito comigo. Eu amo ficção, ainda mais quando nela existe um toque da vida real, pois isso me deixa mais curiosa, mais sensível e me faz sentir como se fosse a própria personagem. E foi isso que aconteceu: me senti parte de todo o sofrimento e de toda a alegria.

Uma história sobre culpa, perdão, rendição, esperança, amizade e a descoberta do verdadeiro amor, aquele que ensina, supera e mostra que a vida pode ser muito bela quando se ama e se é amado. 

“— Toda vez que meu corpo reage ao seu, estou fazendo amor com você; cada vez que você me faz sorrir, estou fazendo amor com você; cada vez que meu coração bate mais forte, estou fazendo amor com você. (...) — Porque fazer amor nada mais é do que deixar que nossos corpos se comuniquem, se apaixonem e se conectem, mesmo antes de se tocarem.”
Cinthia, ainda me sinto sensibilizada com essa história, com tanto amor e com a leveza que você tratou de assuntos tão sérios e reais. Você acaba de conquistar meu coração e uma fã completamente apaixonada. Muito obrigada por essa história belíssima e por encher meus dias com um amor tão puro.


❤ 


Sobre a autora:






Paulista, apaixonada por romances, pipoca, chocolate e sorvete.
Escritora por amor, adoro as mil formas com que um bom romance pode ser contado e a magia por trás disso.
Autora de Antes dos Vinte, Um Novo Amanhecer e da Trilogia Segredos.
Mora em São Paulo com o marido, duas filhas e Jack seu filho de quatro patas.







2 Comentários

  1. Seu blog é MUITO LINDO. Eu já peguei uma amostra do primeiro dessa série, mas ainda não pude comprar pra ler na íntegra, porém vejo só comentários excelentes sobre a escrita e a história.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  2. Que resenha linda, muito obrigada, fico feliz que tenha gostado e espero que possa ler Meu Erro ❤

    ResponderExcluir