Sinopse: Melissa Brandão é uma famosa jornalista da revista DIVA, onde escreve uma coluna chamada #DesaPega. As leitoras são simplesmente apaixonadas por ela, que interage 24h por dia nas redes sociais com seus fãs. O grande problema disso tudo, é que os homens mesmo sem a conhecerem não a suportam, pois ela é praticamente uma Guru de Relacionamentos para as mulheres, que seguem a risca seus conselhos. Ou seja, a Mel é como a inimiga número 1 do sexo masculino.
Mel se orgulha do que conquistou, mesmo que seu melhor relacionamento seja com seus seguidores, pois até hoje nenhum homem soube lidar com o jeito "Mel de ser".
Ela não tem vergonha de dizer que foi culpada por acabar muitos relacionamentos com seus conselhos – inclusive os seus. Afinal, ela já ajudou e também separou muita gente com seu lema: "Não tá bom? Desapega, menina!"
Matteo Vogel é o filho mais velho da falecida Michelle Vogel, uma das ex-modelos mais famosas do mundo e Vice-Presidente da empresa da família, o Grupo Vogel. Ele não esconde ser um workaholic mal humorado, machista e careta, que comanda com mãos de ferro não apenas em seu trabalho, mas também tudo ao seu redor.
Até que tudo muda no dia em que seu pai diz que se casará pela décima vez, com uma modelo de lingerie mais nova do que seu irmão caçula e decide se aposentar. Isso faz com que ele tenha que assumir a Presidência da empresa e com ela, todas as Revistas da Editora.
Agora ele tem que lidar com uma das colunistas mais badaladas da editora, justamente a culpada pelo seu último término, pois sua ex foi mais uma que seguiu o conselho da Mel.
A disputa entre eles não será fácil, não quando ambos são orgulhos demais para dar o braço a torcer. E ainda por cima se tem amigos com parafuso a menos, ex-namorados loucos e para completar dois irmãos mais novos apaixonados na equação.
Um chefe com o ego ferido. Uma mulher decidida, desastrada e temperamental. Duas pessoas que descobrirão que a arte de Desapegar pode ser a ajuda que o destino lhes deu para que encontrem a pessoa certa.
Ficha Técnica:
Páginas: 418 | Gênero: Romance; Chick Lit; Literatura Brasileira | Formato: E-book | Edição: 1ª | ASIN: B073WR2TFK | Publicação Independente | Idioma: Português | Ano: 2017 

Onde Comprar       AMAZON    






Mais um livro da Míddian Mireles que me conquista perdidamente! Essa é a terceira vez que leio algo de sua autoria, e mais uma vez, ela conseguiu prender a minha atenção na leitura desde a primeira página. Gente, #DesaPega é simplesmente delicioso! Se você está em busca de uma leitura leve, cativante, apaixonante e altamente divertida, então esse livro é para você. 


“Receita para #DesaPegar:
-Refri de Limão
- Frutas cortadas
- Completas com gelo e Jurupinga
(Descanse por 20min na geladeira)
Pronto! Agora você está pronta para #DesaPegar e fazer maldade!”

Melissa Brandão é uma jornalista apaixonada pela profissão e uma maluca de pedra também. Ela é autora da coluna mais famosa da revista DIVA, o #DesaPega, onde fala sobre relacionamentos de uma forma espontânea e divertida. Mel é muito querida entre suas leitoras, que adoram suas dicas e seguem seus conselhos ao pé da letra, e como adora ter contato com suas fãs, ela vive 24 horas ligada nas redes sociais interagindo com elas. Melissa se orgulha muito de ser uma influenciadora, já ajudou a juntar muitos casais e a separar também, afinal, o seu lema é: “Não tá bom? #Desapega, menina!”. E, por isso, enquanto é adorada pela mulherada, no time masculino ela não é tão querida assim. Mas quem disse que ela liga? Mel é uma mulher decidida, moderna, alto astral, louca, louquinha da Silva, temperamental, muito desastrada e totalmente sincera, e nem todo mundo consegue lidar com o jeito “Mel de ser”, principalmente eles, os homens.


“Estou a costumada com o ódio gratuito dos machistas que não aceitam que as mulheres não sejam suas submissas ou cachorrinhas.”

Vivendo com sua adorada irmã mais nova, Hortência, e sua melhor amiga tão maluca quanto ela, Kami, e sendo tão realizada profissionalmente, ela não quer mais nada da vida, mas, uma boa balada com direito a muitas bebidas coloridas e uma pegação básica sem apego sempre são bem-vindos. Relacionamento sério não está em seus planos, muito pelo contrário, ela corre disso como o diabo foge da cruz, seu passado traumático e o último – e único – namoro fracassado já é o suficiente para evitar esse tipo de coisa. Ela não é tipo de mulher de flores e coraçãozinhos. Bem, mas as coisas podem mudar, não é mesmo? Em uma dessas baladas da vida, eis que ela encontra um belo exemplar de homem, e como a mulher bem resolvida que é, não se faz de rogada e se joga com tudo no desconhecido. Uma noite quente, regada de muitos orgasmos e sem nomes trocados, era tudo o que ela precisava. Só que o destino é uma peste às vezes, e para seu azar – ou não – esse desconhecido se tornaria muito conhecido no dia seguinte.


“(...) eu comprava ou lia, ou assistia filmes de terror para me desestressar, já que filmes de terror não me assustavam, eu tinha medo mesmo era dos romances, pois neles as pessoas se casam.”

“Sabe aquela parte em que o gostosão olha para a mocinha e uma coisa mágica acontece? Sim. Aconteceu. Mas não estou falando em amor à primeira vista, daqueles que vemos em filme ou nos livros, não mesmo. Mas sim de atração ou tesão à primeira vista.”

Depois de anos morando fora do país, Matteo Voguel resolve retornar ao Brasil para assumir a presidência da empresa da família, o Grupo Voguel, já que seu pai decide se casar pela décima primeira vez, com uma menina que é mais nova de que seu filho caçula, e decide se aposentar. Se já não bastasse isso, ele ainda teria que lidar com uma mulher que ele não suporta sem nem mesmo conhecer, a colunista do #DesaPega, que pertence a uma das revistas mais badaladas do grupo. Ao que parece, sua ex-namorada, Raka, resolveu terminar o namoro deles depois de um dos conselhos dados pela Melissa. É, o ego do homem ficou ferido! Mas, claro, as coisas podem piorar, porque depois de uma noite intensa ao lado de uma mulher desconhecida e sexy, ele acordou sozinho no motel, com a toda a conta paga e um café da manhã esperado por ele, coisa que para Matteo era considerado uma afronta. E quer ver a coisa piorar mais um pouquinho? Pois a bela desconhecida não era ninguém mais, ninguém menos do que Melissa Brandão, em carne, osso e maluquice. E dizer que os dois tomaram um susto foi pouco. Mas, por mais que eles tentem se manter afastado, cada um por seu motivo particular, parece que a forte atração que sente sempre fala mais alto. Entre muitos embates, confusões e encontros explosivos, esses dois cabeças duras vão descobrir que nem sempre o que agente quer, a gente consegue, e quando o amor bate na porta, não adianta nem pular a janela, porque ele vai te pegar de qualquer jeito. Prepare-se para rir muito, e para se apaixonar também!


“Não importava o quanto ela me irritasse, ou o quanto tivesse raiva dela, Melissa era um furacão, que derrubava tudo por onde passava e ela havia me derrubado. Eu a queria.”

Sabe aquelas histórias que contém altas doses de humor, que faz o leitor até passar vergonha por gargalhar que nem doido na frente dos outros? Pois então, #DesaPega é esse tipo de livro! E o que dizer dos personagens? Só tem figura nessa história! Puxando o bonde temos Mel, nossa protagonista maluca de carteira assinada, que tem as melhores e mais hilárias teorias e devaneios, um talento nato para inventar palavras e que sempre solta as melhores pérolas. Melissa é o tipo de pessoa que queremos ter por perto, e que eu, com certeza, gostaria de ter como amiga. Ela não está nem aí para o que pensam dela, fala o quer, paga os micos mais colossais e é o desastre em pessoa. Mel é inteligente, criativa e extrovertida, ama seus amigos e principalmente sua irmã mais nova, que é o amor de sua vida. Matteo também não fica atrás, mesmo sendo um workaholic assumido, ranzinza, mal-humorado, prepotente e dominador, ele é um cara extremamente divertido e quando se vê caidinho pelo seu Furacão, como carinhosamente chama a Mel, é impossível segurar os suspiros. Esses dois juntos são fogo e ventania! É uma delícia acompanhar o entrosamento deles. Os personagens secundários também têm um papel importante na trama, e assim como os protagonistas, eles também roubam a cena e o nosso coração. Micah, irmão de Matteo, e Hortência, irmã de Mel, encantam com tanta fofura, Kamy é dramática e tão maluca quanto sua melhor amiga, impossível não rir se duas doidices, e tantos outros que aparecem apara acrescentar mais um toque a essa trama deliciosa.


“Em algum momento nessas semanas, Melissa, com sua sagacidade, ironia, com seu humor ácido, seu jeito desastrado e com sua beleza fenomenal, havia roubado o meu coração.”

#DesaPega é um romance divertidíssimo, autêntico, extremamente leve e que foge do clichê. A escrita da Míddian é sempre contagiante e tão carismática, que o leitor é cativado logo de cara. A leitura desenrola-se com fluidez, de maneira suave e fácil você vai passando os capítulos sem nem se dar conta, e quando percebe, já está no final. E no meu caso, ainda queria mais. A trama é narrada em primeira pessoa e os capítulos são divididos entre Melissa e Matteo, mais ainda somos presenteados com alguns narrados por outros personagens.


“Melissa passou tanto tempo tentando desapegar de tudo que pudesse prendê-la alguém, que quando nos conhecemos, não funcionou quando se tratava de mim. Não funcionou nem um pouquinho.”

Depois de tudo o que eu disse, acho que nem preciso dizer que eu SUPER indico o livro, não é mesmo?! Bom, mais só para reforçar: LEIA, DIVIRTA-SE E APAIXONE-SE! Esse livro tem tudo para te agradar, vai por mim!


PÉROLAS DA MEL:


“Não olhe para trás. Se a Cinderela tivesse voltado para buscar seu sapatinho, nunca se tornaria uma princesa.”

“Entenda, a sua vida só vai pra frente depois que você se desapega das pessoas que te levam pra trás. Além do mais, amor verdadeiro é igual pizza bem quentinha, o resto é armadilha para você se iludir.”

“– Eu não corro nem atrás do ônibus, que me leva a algum lugar, imagine atrás de homem.”

Paucentrismo, nome que eu inventei para homens que acham que o mundo gira em torno do seu pau.”

“’Pra caralho’ não é palavrão, é advérbio de intensidade”

“Felizes para sempre que nada! Bebida grátis era a melhor parte do casamento!”



Sobre a autora:


Filha única e nada mimada. Mas ainda assim era aquela menina que trocava um quarto de brinquedos por uma caneta e um papel mesmo antes de aprender a escrever. Era aquela que escrevia no diário sobre o seu dia-a-dia, mas também sobre seus medos, sonhos e desejos. Aquela que odiava Matemática, mas adorava Redação. Hoje, Mãe, esposa, amiga, viciada em maquiagem e sapatos. Aquela em que sua fiel companheira para a Insônia são os livros e por essa paixão resolveu usar a imaginação e escrever suas próprias histórias. Autora Best-seller da Amazon, com oito livros publicados, mais de 7 milhões milhões de leituras na plataforma do Wattpad.







 


Um Comentário

  1. Adorei a resenha, migs! Essa vai ser a minha próxima leitura.

    ResponderExcluir