Sinopse: Samuel Hamilton sempre amou a mesma menina desde sua adolescência, mas seu amor não foi correspondido. A menina que tem seu coração é, e sempre será, o amor de seu irmão mais velho, tornando a situação ainda mais dolorosa. Ter o seu amor não correspondido tão próximo e ao mesmo tempo inalcançável, deixou-o fechado para todo tipo de relacionamento.
Victória Albuquerque quer apenas uma coisa em sua vida: conseguir encontrar alguém que lhe ame perdidamente. Sendo uma romântica incurável, Victória sempre vê o lado bom de tudo, mesmo que a sua vida não seja um mar de rosas. Ela luta diariamente para ajudar sua irmã e sobrinha.
Mas a vida decide cruzar os caminhos de Samuel e Victória. Deixando-o encantado pela inocência da jovem e ela louca com as exigências dele.
Samuel se vê hipnotizado pela nova fisioterapeuta, que o faz sentir coisas que há muito tempo ele deixou de sentir, o que deixa Samuel confuso e tentado ao mesmo tempo.
Samuel terá encontrado alguém que o faça esquecê-la?
Será que Victória pode finalmente ter encontrado o seu príncipe encantado?
 Ficha Técnica:
Páginas: 520 | Gênero: Romance; Literatura Nacional |  Formato: E-book | Edição: 1ª | ASIN: B072Q7ZG8K | Idioma: Português | Ano: 2017

Onde Comprar ▶    AMAZON   





Sabe aquele livro que você quer reler só para morrer mais ainda de amores?! Foi assim que me senti ao terminar a leitura de Doce desejo, queria voltar a ler tudo de novo só para ter mais um pouquinho do Grandão e da Docinho. É uma história linda de amor, entrega, desejo e confiança!

Samuel Hamilton é a base da família Hamilton, e ele nem é o irmão mais velho, mas ficou com a responsabilidade de ser o pilar para os outros, até mesmo para seu pai, depois que sua mãe faleceu no parto de seu irmão mais novo. E é assim que ele vive, em primeiro lugar o bem-estar de todos e depois o seu. Para completar o pacote, ele ainda tem uma melhor amiga, na verdade ele a considera como uma irmã, porém as pessoas não costumam ver as coisas dessa forma. A partir daí já dá para perceber qual será o problema dele, né?


“Samuel Hamilton leva a outro nível a elegância da sua família. Eu consegui algumas informações sobre ele, todas me assustando de muitas formas. O homem é a descrição de controle, estatística e sucesso.”

Victória Alburqueque, mais conhecida como Vick, Pirulito ou Docinho, tudo o que mais queria era conseguir o estágio no mais conceituado hospital da cidade e se tornar uma excelente fisioterapeuta. Além de que procura ver sempre o melhor das situações, ela é aquele tipo de pessoa que sempre conquista todos que estão a sua volta, trazendo sempre mais alegria para o ambiente em que está. Ela só não esperava ter que lidar com seu supervisor de estágio mal humorado e impaciente. Mas ele também não imaginava que teria que lidar com uma garota linda e que o deixaria de quatro em um piscar de olhos. Esses dois juntos? Puro fogo!


“Eu tenho milhões de motivos para ficar sorrindo, mas o principal deles hoje é ter conseguido o estágio onde desejava. No hospital onde é referência em saúde, especialmente em fisioterapia. Onde os maiores fisioterapeutas conseguem seus estágios e se forem bons o bastante conseguem ser incluídos no grande quadro de profissionais que eles possuem. ”

“Só não esperava começar a ter pensamentos impróprios sobre o meu novo chefe. Isso é um grande erro. Ele é o meu supervisor e pode acabar comigo apenas com um telefonema. Eu não posso fingir que isso é um romance e ter um conto de fadas com o meu chefe. E ele não é o príncipe encantada que eu sempre sonhei.”

De cara a gente já fica encantada com a Vick, uma menina linda e que tem uma alegria contagiante, é aquela personagem que você quer virar melhor amiga por se identificar tanto com ela. O Sam é um ogro no começo, ele tem suas razões, e aos poucos a Docinho vai quebrando esse muro que ele tem ao redor do coração. Claro que até mais da metade do livro tive uma vontade grande de esfregar a cara dele no asfalto quente, mas me controlei para não ir até a autora e xingá-la por fazer um personagem tão tapado (Sim, eu queria descontar meu ódio pelo Sam na autora, quem nunca?! haha). E ainda acho que no final ele deveria ter sofrido mais um pouquinho, mesmo que ele tenha sofrido o suficiente.

Doce Desejo não é um simples romance, envolve mais do que o amor entre um homem e uma mulher, na verdade, nos dá uma lição sobre o amor pela família, pelos amigos e também fala sobre a superação, a luta diária de cada um. Uma história que além de nos fazer viajar, nos deixa reflexões sobre a vida, sobre as pessoas. Porque a Tati é dessas, intensa em suas histórias! E por mais que eu tenha nutrido um certo rancor pelo Sam, ele se mostrou, o tempo todo, ter um coração imenso e vamos ser sinceros né, não deve ser nada fácil se sentir responsável pela felicidade da família toda, colocar todos na linha e ainda tentar ter uma vida atribulada. No final, Sam conseguiu ter um lugar em meu coração.

Enfim, mais uma história da Tati que me deixou apaixonada, como sempre (rsrs), e ainda conta com uma playslist linda, para deixar a história ainda mais emocionante. Só faltou uma segunda revisão, aquela para eliminar os errinhos bobos que encontrei durante a leitura, nada que atrapalhe, mas que me deixaram pensando:“Como que a pessoa que revisou não viu isso, ou talvez não teve revisão?”. Contudo, eu super recomendo a leitura. Se apaixonem também pelo Grandão e pela Docinho!


“Insano. Proibido. Inevitável. São três palavras que não saem dos meus pensamentos desde o momento em que a beijei. E só de pensar, sinto seus lábios nos meus.”


CONHEÇA OS OUTROS LIVROS DA SÉRIE OS HAMILTONS



Onde Comprar     AMAZON   

RESENHAS
Doce Desejo, Livro 02






Sobre a autora:

Tatiana Pinheiro é apaixonada por livros, esmaltes, histórias em quadrinhos e agora funkos também estão na lista. Uma nerd assumida, tem seu amor declarado pelo Capitão América- Seu mais favorito super-herói e seu objeto de obsessão. Mais especificamente Evans, seu mais perfeito amor.
Desenvolveu seu amor pela leitura através de gibis. Sua aventura na escrita ganhou força quando passou a ler fanfics, o que despertou seu interesse em criar suas próprias histórias.
Com 22 anos, descobriu que escrever é sua mais importante paixão, depois de Capitão e seu filhote de cachorro Raul, o de espécie desconhecida, já que não é nada normal para um filhote de um ano. Com enredos para a toda a vida, jamais esperar parar de se encantar com seus próprios personagens.
"Parte do que escrevo são vidas e amores que desejo."









Deixe um comentário: