Boa noite, meu povo!

Como prometido mais cedo, cá estou eu para mais uma dica de leitura. Se você não leu a postagem que fiz anteriormente, clica aqui e confira a outra indicação do dia. 

Este é mais um livro que "topei" por acaso na Amazon. A capa, linda por sinal, logo chamou a minha atenção, e ao ler a sinopse, fiquei bastante curiosa para conhecer a história. Então, a curiosidade falou mais alto e "tasquei" o livro na biblioteca do Kindle. Esse é o meu primeiro contato com a escrita da autora Márcia Rubim, e eu fiquei encantada. A história me prendeu bastante, tanto que a li em um dia. Fui totalmente consumida pela trama, e não consegui parar até saber como as coisas iriam terminar. Se você é o tipo de leitor gosta de histórias que lhe proporcionem vários tipos de sensações e emoções, então esse livro é para você.





Sinopse: A grande obstinação do capitão Christiano Vicenzo é chegar ao topo máximo da carreira, ou seja, ao generalato do Exército. Para alcançar a sua meta, precisa manter uma vida pessoal e profissional irretocável.Tudo começa a mudar quando ele serve em Niterói e conhece Nina, uma jovem com problemas sociais que ultrapassam – e muito – o que ele idealiza como protótipo de par perfeito. Fascinado pela garota, o militar decide arriscar no relacionamento, mas não imagina que, ao ser convocado para integrar a Missão de Paz no Haiti (MINUSTAH), terá sua história ao lado de Nina tragicamente desviada.
Inconformado com os caminhos que o destino escreveu para si, Christiano vai descobrir com o tempo que a maior batalha na reconquista do amor perdido talvez seja enfrentar as mágoas do passado e que a felicidade não segue regulamentos.
Um romance sensível e resistente ao tempo, que mostra que até mesmo para servir com dignidade à pátria é preciso que a pessoa por trás da farda esteja em paz com o coração.


Ficha Técnica:
Páginas: 627 | Gênero: Romance; Literatura Brasileira | Formato: E-book | Edição: 1ª | ASIN: B0725X7PZ5  | Idioma: Português | Ano: 2017 | Publicação Independente | SKOOB

Onde Comprar ▶    AMAZON   




Pátria Chamada Amor é um livro que conta a história de um amor intenso entre um Capitão do Exército e uma estudante de medicina. Os dois se conhecem por acaso, e logo de cara, ele fica obcecado pela bela jovem. Mas tudo começa com um mal entendido, e apesar dos pesares, fica difícil se manterem afastados. Nina é uma garota humilde, batalhadora e muito determinada, que rala muito para conseguir estudar e se sustentar. Nada em sua vida é fácil, mas ela não se deixa abater e nem tem medo de colocar a mão na massa. Seu jeitinho logo conquista Christiano, um homem protetor, obstinado e persistente que luta arduamente para atingir seus objetivos em todos os sentidos de sua vida.

Eles tinham tudo para dar errado, ambos carregam muita bagagem emocional e possuem algumas diferenças, mas o amor e a vontade de dar certo falam mais alto. No entanto, várias turbulências atingem a vida deles e isso acaba separando seus caminhos de uma forma muito dolorosa. Com o passar do tempo, o que restou foi muita mágoa, ressentimento e sofrimento, mas um grande amor não é algo fácil de se esquecer, e entre eles, esse sentimento continua fortemente enraizado em seus corações. Basta saber se esse amor vai ser forte o suficiente para passar por cima de todo o orgulho e de toda a dor que carregam.

Christiano é um personagem que me tirou do sério várias vezes, que vontade de entrar no livro e dar uns petelecos naquela cabeça dura para ver se ele acordava. Oh homem orgulho! Nina é um amorzinho, mas sua bondade excessiva me tirava do sério às vezes. Este livro me proporcionou um misto de emoções conflitantes, tudo ao mesmo tempo. Fui do amor ao ódio em segundos. E quando achava que as coisas iam se acertar finalmente, alguma coisa nova acontecia e mudava o rumo das coisas. Então, dica da amiga aqui: prepara o seu coração! 

Além do romance, a obra também fala sobre assuntos delicados como o preconceito, o alcoolismo e a violência doméstica. Me emocionei em muitas partes, chorei, fiquei com o coração partido, com raiva, torci, vibrei e suspirei apaixonadamente. A trama exalta o verdadeiro significado do amor, aquele que é genuíno, puro e verdadeiro. Aquele amor que perdoa, que é benevolente e altruísta.


 "— Minha verdadeira pátria é o seu amor, Nina. Você é o chão onde quero fincar raízes, plantar as sementes e colher os frutos. É o teto que me abriga das tempestades, as paredes que me sustentam de pé e o lar onde meu coração deseja morar para sempre."

Ficou interessado? Curioso? Então embarque na história sem medo de ser feliz! Espero que você faça uma boa leitura! E, em breve, eu volto com mais dicas para vocês!










Deixe um comentário: