Oie!

Preciso indicar para vocês um livro que eu simplesmente amei! Um clássico que ganhou um espaço bem grande na minha lista de favoritos, Jane Eyre, de Charlotte Brontë. Existem várias edições dessa obra, mas a minha é da Editora Martin Claret, do ano de 2014. O livro original foi publicado no ano de 1847.


Sinopse: Jane Eyre, romance de estreia da consagrada e renomada escritora inglesa Charlotte Brontë, narra a história de vida da heroína homônima. Quebrando paradigmas e criticando a realidade vitoriana da época, Jane Eyre desafia o destino imposto às mulheres e as posições sociais que elas deveriam ocupar. Recheado de características góticas, o romance possui personagens inesquecíveis e transformadores, como a figura do misterioso Rochester, patrão de Jane e peça vital da narrativa.
Ficha Técnica:
Páginas: 780 | Gênero: Romance; Ficção; Literatura Estrangeira; Drama; Suspense e Mistério | Formato: Físico | Editora: Martin Claret | Ano: 2014 |  Edição: 1ª | ISBN: 9788572329996 | Idioma: Português | SKOOB


Onde Comprar:
    AMAZON       CULTURA       SUBMARINO   




Conheci a obra quando li o livro Ministério em Chalk Hill (tem resenha no blog, leia AQUI), e no posfácio a autora cita alguns livros que a inspiraram para a montagem do enredo, entre eles estava Jane Eyre. E quando eu cismo que tenho que ler uma história, não há nada que me impeça de fazer isso (kkk)! Então, comprei o livro na primeira oportunidade, e quando ele chegou, me surpreendi com suas mais de 700 páginas (e eu achando que seria uma leitura rápida), demorei um mês para ler (e olha que todos os dias eu lia um pouquinho). Jane Eyre é uma leitura demorada, mas incrivelmente prazerosa. Um romance com aquele leve toque de mistério e que nos surpreende a cada capítulo. Tenho certeza de que irão amar!



Sobre a autora:

Charlotte Brontë foi uma das grandes romancistas da Inglaterra do século 19, a mais velha das três irmãs Brontë, cujos romances são marcos na história da literatura mundial. Nasceu em 1816, sendo a terceira filha do reverendo Patrick Brontë e de sua esposa, Maria Branwell. Seu irmão, Patrick Branwell, nasceu em 1817 e suas irmãs, Emily e Anne, em 1818 e 1820, respectivamente.

Seu ingresso na literatura iniciou-se com pequenos contos de inspiração byroniana escritos em conjuntos com seus irmãos: com Patrick, criou o reino imaginário de Angria, ao mesmo tempo que Emily e Anne criavam o reino de Gondal.

Sua produção literária, apesar de modesta, é significativa: sua primeira obra, “The Green Dwarf, A Tale of the Perfect Tense”, foi escrita em 1833; seguiu uma produção juvenília até a publicação de seu primeiro romance, “Jane Eyre”, em 1847; “Shirley” foi escrita em 1849; “Villette”, em 1853; “O Professor”, apesar de ter sido seu primeiro romance, antes mesmo de “Jane Eyre” somente foi publicado postumamente, em 1857; deixou ainda inacabado “Emma”, publicado em 1860.  [LEIA MAIS]








Deixe um comentário: