Sinopse: Inácio está quebrado. Seu grande amor foi embora, levando em seu ventre a prova do quanto se amaram. Sem pistas de onde ela pode ter ido e com medo de tomar uma decisão precipitada, que prejudique futuramente uma conciliação, ele passa seus dias amargando o abandono, dormindo com todas as mulheres da cidade e rezando para que um dia, ela, a rainha de seu coração, retorne para ele. Cecília é uma mulher incompleta.
Após sofrer um acidente e perder a memória, ela luta para seguir sua vida normalmente, ainda que tudo em seu corpo, sua mente e em seu coração grite que algo está errado. Após se mudar para uma cidade, em busca de sucesso profissional, ela comprova que o destino tem suas ironias, ao perceber que todos da cidade a conhecem e cruzar com o lindo, sexy, porém amargurado homem que alega ser o seu marido. Quando a mente não se recorda do passado, é possível reconhecer o seu amor através do coração?

Ficha Técnica:
Páginas: 372 | Gênero: Romance; Literatura Brasileira; Ficção | Formato: Físico; Digital | Edição: 1ª | ISBN: 978-85-68292-31-0 | Editora: Planeta Literário (PL) | Idioma: Português | Ano: 2016 | SKOOB

Onde comprar:      AMAZON         SARAIVA         LOJA EDITORA PL    




E hoje vamos de resenha do livro da Lilian Galdo e da Julie Lopo, Memórias do Coração. Romance lindo que me deixou morrendo de curiosidade ao ler a sinopse e que me conquistou logo no primeiro capítulo. Com um enredo muito bem elaborado e cativante, nos deixa preso desde o início da história.


“Não lembro ao certo quando a minha vida mudou, tudo o que eu sei é que, um dia, quando abri os olhos em um hospital, disseram-me que meu nome era Cecília Ávila. Não sei o quanto disso é verdade, não consigo me lembrar de nada do passado.”

Cecília Ávila um dia acordou em um hospital e não se lembrava de nada do que tinha acontecido. Depois teve a notícia de que ficou um mês em coma e sem a memória do que aconteceu antes de acordar. Alguns anos se passaram e ela se formou em medicina veterinária. Enquanto seus pais só pensavam em protege-la, ela se sentia sufocada, parecia que estava faltando uma parte dela ali. Ceci só queria sair daquela casa e viver a sua vida, descobrir o que faltava para se sentir completa. Então, assim que se formou, chamou um amiga para abrirem uma clínica veterinária em uma cidade do interior de São Paulo. Estava decida a começar uma nova vida, mesmo sem se lembrar de nada do passado.

Antônio Inácio não superou a sua grande desilusão amorosa, mesmo depois de tantos anos em que sua esposa saiu da cidade com a filha dele no ventre. Ele só quer cuidar da fazenda, pegar todas as mulheres da cidade e se divertir. Um dia depois de uma competição de bebidas, ele teve uma “miragem” da sua ex, mas deixou passar pois estava muito bêbado para conseguir distinguir a realidade da imaginação. No entanto, para a sua surpresa, no outro dia ele teve a notícia de que ela estava mesmo na cidade e com isso veio à tona todo o ódio que guardou dela. Ele só queria uma explicação.


“- Eu sofri um acidente, Antônio, acordei do coma um mês depois – ele olha para mim e percebo seus olhos se encherem de lágrimas. Aproximo-me dele e pego a sua mão, levando-a até a cicatriz em minha cabeça, no lado esquerdo. Sinto seus dedos passarem de leve sobre ela – Realmente não lembro de nada antes do acidente, mas lembro de tudo após acordar do coma.”

Mas a gente sabe que o ódio e o amor andam bem juntos, né. E a cada dia ele percebia o quanto ainda a amava, mesmo depois de tudo, sem ela se lembrar dele, sem se lembrar de todo o amor que sentiram um pelo outro. Depois de muita confusão, muita briga, ele decide deixa-la viver a vida, ser feliz, mesmo que não seja ao seu lado.


“E não consigo deixar de amá-la. Não há nada que ela possa fazer ou dizer que diminua o que sinto por ela. Porque eu amor está lá, firme, forte e ardente, da mesma forma que estava no dia que dissemos nosso sim.
E por amá-la tanto, decido que não irei mais dificultar sua vida. Não vou mais provocá-la, não vou mais me opor ao seu novo relacionamento. Não a impedirei de seguir sua nova vida. Eu estarei sempre aqui por ela. Serei seu amigo e a aconselharei no que for preciso.”

 “Não posso mais me deixar levar pelo meu amor por ela. Eu preciso esquecê-la, deixar de sufoca-la com esse meu sentimento não correspondido. Preciso mudar de vida, e agora eu sabia exatamente do que eu precisava para começar essa mudança na minha vida. Ou melhor, do que, não. De quem.”

Gente, que história mais gostosa! Eu não simplesmente li a história, eu devorei. Por mim, passaria o dia lendo e não fazia mais nada, como o trabalho e a casa não deixaram, tive que aproveitar todos os meus momentos de folga para ler. E já terminei a leitura querendo começar o segundo livro, que é de outro casal, sinto que fiquei viciada nessa trilogia. Memórias do coração é um romance maravilhoso e cheio de emoções, que fala sobre aquele amor verdadeiro que nem o tempo e nem a falta de memória é capaz de apagar. É impossível ler e não suspirar de amores por esse casal lindo.

Adorei o trabalho das autoras neste livro, conseguiram montar um enredo que deixa a gente imerso na leitura desde o princípio e chegamos ao fim completamente apaixonados. A diagramação também ficou um arraso de linda e com uma capa simples, mas que nos diz muito sobre os personagens. Só encontrei um erro de digitação e uma incoerência durante a leitura, mas nada que tire o encanto da trama. Agora é esperar ansiosamente pelo segundo livro e torcer para que seja logo. 


“- Do que você se lembrou?
Ela dá um sorriso misterioso.
- De várias coisas. Momentos nossos, Antônio! Nós nos amávamos tanto... Não entendo como pude esquecer esse sentimento antes.”



Sobre as autoras:



LILIAN GALDO
Essa paulistana formada em Direito começou a desenvolver seu talento pela escrita quando ainda era criança. Seu primeiro livro foi um conto sobre uma coruja mágica que vivia na floresta, e quando o escreveu tinha apenas nove anos de idade.
Foi na adolescência que ela descobriu que os livros não se limitavam apenas aos clássicos. Ela se viciou na leitura de romances de banca da Harlequim e da Nova Cultural.





JULIE LOPO
Julianne Rodrigues Ramos (Julie Lopo) Nascida em São Paulo capital, formada em Direito. Leitora compulsiva, chegou a ler 25 livros em um mês. Viciada em livros, chocolate, sapatos e maquiagem. Sempre gostou de escrever, mas parou quando uma professora disse que não tinha talento, mas nunca desistiu do seu sonho. Gosta de filmes românticos, de comédia e de ação.









8 Comentários

  1. Menina eu amei a singularidade da trama,
    nunca li nada nem parecido com isso... Gente! E o que aconteceu com a criança? Estou super sedenta por mais informações, já quero muito ler esse livro, dei uma olhada nele no kindle e vi que é bem grandinho, né? Mas o fato de você ter dito que a leitura flui super bem me tranquiliza bastante, mesmo assim vou dar uma adiantada nas minhas leituras pendentes antes de me propor a lê-lo.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  2. O enredo é lindinho, tipo de leitura que me faria suspirar e torcer muito pelo casal. Não conhecia a trilogia, mas anoto a dica para comprinhas futuras.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Caracas, imagina a situação? Nossa, fiquei absorta na sinopse de a pessoa voltar para a cidade e perceber que tinha um marido???? Me lembrou uma história verdadeira que teve um livro que nunca consigo lembrar o nome, mas poxa, a história desta deve ser ótima.

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Eu não conhecia a história, mas fiquei empolgada com a sua empolgação falando dele. Me parece ser uma história bem gostosinha de ler e que promete arrancar lágrimas e suspiros. Anotei a dica. Parabéns pela resenha. :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  5. Essa coisa de perder a memória e por um acaso se reencontrar não me pareceu que iria me prender na leitura. Acontece que conforme eu fui lendo sua resenha e as citações fui ficando super curiosa e querendo saber mais sobre tudo o que aconteceu na história... Resumindo, achei que iria passar a leitura, mas agora já quero para ontem esse livro!
    Adoro ser surpreendida - tanto por uma resenha quanto por uma leitura e espero que o livro faça isso comigo: me deixe apaixonada pelo casal *-*
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  6. Oii Mary, tudo bem? Essa é a primeira resenha que leio sobre o título e adorei a sinopse. Curto muito um bom drama, então já anotei sua dica! Espero que o segundo saia em breve e você continue amando a história :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bom?
    Adorei a premissa desse livro e saber que você já se viu envolvida pela história logo no começo só me deixou ainda mais curiosa! Adoro enredos assim, que nos enchem de sentimentos bons e que nos apresentam uma bela história! Já quero saber o que aconteceu com a mocinha e como eles vão se resolver quando ela recuperar a memória (se ela recuperar rs). Amei sua resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que historia incrivel! Me julgue, mas AMO esses clichea de perder a memoria, desentendimento, esse tipo de coisa. Adorei essa resenha e esse livro ja foi pra minha lista!!

    ResponderExcluir