Sinopse: Depois de ter o coração quebrado por Canoa, Alana vai para a Europa fazer um intercâmbio por um ano. Nesse período fora ela amadurece, conhece pessoas novas e até mesmo começa a namorar, determinada a superar a dor causada pelo único homem que amou.
Canoa conta os dias religiosamente à espera da sua menina. Apesar de tê-la afastado, a única coisa que queria era Alana nos seus braços, mas a idade era a o maior problema entre eles. Quando finalmente ela está de volta, descobre que não é mais a mesma e, principalmente, que está namorando.
Duas pessoas separadas pela idade e a teimosia. Porém, quando algo terrível acontece com Alana, é nos braços de Canoa que ela encontra proteção. Canoa teria que lutar com todas as forças para manter Alana segura e, quem sabe, finalmente tê-la ao seu lado.


Ficha Técnica:
Páginas: 430 | Gênero: Romance; Literatura Brasileira; Ficção | Formato: Físico; Digital | Edição: 1ª | ASIN: B076WX34Z3 | Editora: Planeta Literário (PL) | Idioma: Português | Ano: 2017 | SKOOB

Onde comprar:      AMAZON           LOJA EDITORA PL    



 “Quando ela me beijou, por alguns segundos me senti no céu. Nunca senti gosto mais delicioso do que o da sua boca na minha. Mas então a razão falou mais alto e eu tive que dizer para ela coisas que não sentia, para que ela desistisse de mim. Merda! Eu não queria que ela desistisse, mas ela precisava desistir. Eu não era homem para ela. Pelo menos, não por enquanto.”

Menina Veneno é o segundo livro da trilogia Céu Azul e conta a história de Noah e Alana. Eu estava tão ansiosa para ler essa história, que com um dia terminei a leitura. Na verdade, encerrei Memórias do Coração (resenha aqui no blog) morrendo de vontade de começar Menina Veneno, tanto que não contive minha inquietação e fui pesquisar no wattpad para ver se tinha pelo menos uns dois capítulos lá para saciar um pouco a curiosidade. Para a minha felicidade a história estava sendo postada lá, mas só serviu para aumentar ainda mais a minha ânsia por ela. Bora contar um pouquinho desse delicioso romance pra vocês.

Alana, a irmã mais nova do nosso peão delicia (como esquecer do Antônio Inácio?!), sempre foi apaixonada por Noah, que é uns bons anos mais velho que ela. Contudo, por ela ser menor de idade, deixou esse sentimento guardado a sete chaves, até o seu aniversário de 16 anos em que ela resolveu revelar o seu amor e estava decidida a viver um belo romance com o melhor amigo de seu irmão. Pena que nem tudo são flores não é, gata?!

Noah, mais conhecido como Canoa, é e sempre foi apaixonado pela irmãzinha de seu melhor amigo, mas além dela ser menor de idade, ele carrega consigo o passado negro de seu pai e o medo de ser igual a ele algum dia. Então, no dia do aniversário de 16 anos da pequena Alana, ela se declara e Canoa é obrigado a afastá-la, dizendo que a considera como uma irmã. E com isso ele partiu o coração de sua menina que decidiu ir embora do país por um tempo, deixando-o na fazenda Céu Azul contando os dias para a sua volta.


“Nos dois anos que estive fora tentei esquecer o Canoa. Tentei tirar da minha cabeça o beijo que parecia tatuado nos meus lábios. Mas aquele homem parecia não querer sair de mim, e por causa disso eu desejava, às vezes, bater a cabeça como a Ceci e esquecer tudo, principalmente dele.”

“Chegou o grande dia! Esperei tanto, mas tanto, e hoje estou aqui, sozinho. Nos meus planos anteriores, eu imaginei que estaria ao lado dela quando o relógio marcasse meia-noite, a abraçaria e diria o quanto a amo e admiro, mas aqui estou eu, sozinho em minha cama, me revirando sem parar, incomodado com tudo, mas sem achar um real alívio para a minha aflição.”

Dois anos depois Alana está de volta e prestes a completar a 18 anos. Em todo esse tempo ela tentou esquecer seu grande amor, mesmo com suas tentativas sendo um fracasso total, ela não quer dar o braço a torcer, afinal Canoa só a enxerga como uma irmã mais nova, até que ela encontra alguém que talvez a ajude nessa missão, então ela volta para a fazenda Céu Azul com um namorado “a tiracolo”. E agora o que Canoa irá fazer? Como ele irá provar para Alana que sempre a amou e que aquela história de irmã foi uma grande e dolorosa mentira? 

Confesso que fiquei com um pouco de dó do Canoa quando Alana chegou com o namorado, porém super concordei com a atitude dela. Tudo bem que ele teve suas razões para colocar essa distância entre os dois, mas no lugar dela eu faria o mesmo. Só para ter o gostinho de esfregar na cara dele que tem outro “pegando” e que ele não soube aproveitar a oportunidade. 

No entanto, além da parte em que Noah tem que fazer de tudo para reconquistar o amor de Alana, temos questões sobre perdão e muitas conspirações que dão uma emoção a mais para a trama, nos deixando cada vez mais envolvidos e apaixonados com a história. Sei que sou muito suspeita para falar, já que adoro narrativas assim, mas tenho certeza de que irão se encantar tanto quanto eu.

Preciso dizer que a editora e as autoras arrasaram na capa e no enredo? Pois bem, digo assim mesmo. Menina Veneno é uma história de amor tão intensa e tão pura, que faz a gente suspirar durante a leitura. Com capítulos ora narrados por Noah ora por Alana, nos traz uma visão completa dos sentimentos deles e dos fatos, de uma forma que nos faz viver o momento com cada personagem. A capa, assim como a de Memórias do coração, é simples e encantadora ao mesmo tempo, é aquele tipo de livro que eu compraria só para poder ficar apreciando a capa quando eu quisesse, além da cativante história, claro. Enfim, leitura super recomendada e torço para que também se apaixonem por Canoa e Alana.


“- eu só penso em você, minha menina. Sua segurança, sua felicidade e seu bem-estar são minhas prioridades. Não me importo com o meu emprego, com a minha sanidade ou com qualquer outra coisa. A única coisa que me importa é você! Meu furacão de tranças, minha menina veneno.”





CONHEÇA TAMBÉM O PRIMEIRO LIVRO TRILOGIA CÉU AZUL

Sinopse: Inácio está quebrado. Seu grande amor foi embora, levando em seu ventre a prova do quanto se amaram. Sem pistas de onde ela pode ter ido e com medo de tomar uma decisão precipitada, que prejudique futuramente uma conciliação, ele passa seus dias amargando o abandono, dormindo com todas as mulheres da cidade e rezando para que um dia, ela, a rainha de seu coração, retorne para ele. Cecília é uma mulher incompleta.
Após sofrer um acidente e perder a memória, ela luta para seguir sua vida normalmente, ainda que tudo em seu corpo, sua mente e em seu coração grite que algo está errado. Após se mudar para uma cidade, em busca de sucesso profissional, ela comprova que o destino tem suas ironias, ao perceber que todos da cidade a conhecem e cruzar com o lindo, sexy, porém amargurado homem que alega ser o seu marido. Quando a mente não se recorda do passado, é possível reconhecer o seu amor através do coração?

    COMPRE NA AMAZON                LEIA A RESENHA    





Sobre as autoras:



LILIAN GALDO
Essa paulistana formada em Direito começou a desenvolver seu talento pela escrita quando ainda era criança. Seu primeiro livro foi um conto sobre uma coruja mágica que vivia na floresta, e quando o escreveu tinha apenas nove anos de idade.
Foi na adolescência que ela descobriu que os livros não se limitavam apenas aos clássicos. Ela se viciou na leitura de romances de banca da Harlequim e da Nova Cultural.





JULIE LOPO
Julianne Rodrigues Ramos (Julie Lopo) Nascida em São Paulo capital, formada em Direito. Leitora compulsiva, chegou a ler 25 livros em um mês. Viciada em livros, chocolate, sapatos e maquiagem. Sempre gostou de escrever, mas parou quando uma professora disse que não tinha talento, mas nunca desistiu do seu sonho. Gosta de filmes românticos, de comédia e de ação.











Um Comentário

  1. Ahhhhh, que resenha mais lindaaaa! Já reli três vezes e com certeza lerei mais umas quatro, no mínimo. Obrigada pelo apoio, meninas! Espero que gostem do 3, pois estamos escrevendo com muito amor e caprichando bastante para encerrar a trilogia com chave de ouro. Beijão!

    ResponderExcluir