Sinopse: Quando Bianca, uma reservada comissária de bordo, vê pela primeira vez James Cavendish, um bilionário proprietário de hotéis, ela perde toda a compostura conquistada a duras penas ao longo da vida. Para uma garota que consegue facilmente manejar uma bandeja com taças de champanhe a trinta e cinco mil pés de altura sobre saltos de oito centímetros, ela se vê surpreendentemente de pernas bambas diante do homem enigmático.
A Bianca sempre imperturbável agora não consegue mais se desviar daqueles olhos azul-turquesa eletrizantes que apresentam um desafio e uma promessa irresistíveis. Ainda mais para ela, uma mulher acostumada a dizer “não” e a falar sério.
Bianca costuma lidar com supermodelos e estrelas de cinema em seu trabalho como comissária de bordo de primeira classe, mas James Cavendish coloca todos eles no chinelo quando o assunto é beleza. Se a aparência fosse o único aspecto irresistível nesse homem intimidante, Bianca até poderia ter ignorado as atenções recebidas. Porém, o que a tenta como nunca antes é a força dominante que a atrai desde o momento em que eles se encontram e a promessa de prazer e dor que ela lê em seus olhos.
Ficha Técnica:
Páginas: 336 | Gênero: Literatura Estrangeira; Romance; Erótico; Ficção |  Formato: Impresso, Digital | Editora: Charme | Edição: 1ª | ISBN: 9788568056325 | Idioma: Português | Ano: 2016 | SKOOB

Onde Comprar:    AMAZON        LOJA CHARME        SARAIVA     



Todo leitor tem aquele livro queridinho, que não importa quantas vezes leia, a sensação vai ser sempre a mesma: como se fosse a primeira vez que estivesse lendo. Eu tenho uma lista de livros assim, e In Flight está entre eles. Li esse livro pela primeira vez há um bom tempo atrás, e não importa quantas vezes eu o tenha relido ao longo desse período, não consigo enjoar da história. Quando a Editora Charme anunciou que estava trazendo a série para o Brasil, eu não me contive de tanta felicidade, era um sonho tê-la em minha estante. Sério, Charme, eu te amo ainda mais por isso! A obra foi lançada no ano passado, e a ansiosa que sou, já garanti o meu na pré-venda. Contudo, me segurei bastante para não ler logo de cara, pois já sei que o final termina daquele jeito que deixa o leitor desesperado para a sequência. Esse ano a editora lançou o segundo livro da série, e, bem, não me contive e me joguei na leitura. Agora é esperar desesperadamente o lançamento do terceiro livro. (Pelo amor dos deuses literários, Charme, não demore muito!)


Mas você deve estar se perguntando: o que tem de tão especial nesses livros para essa mulher gostar tanto deles? Bom, eu poderia dizer que o enredo é completamente diferente de tudo o que eu e você já leu, mas seria uma mentira. A trama em si é bem clichê, existe aquela fórmula que muitos amam e outros odeiam: CEO rico, lindo, dominador e com uma inclinação para o BDSM; uma mocinha inexperiente, com um passado difícil e que fica caidinha pelo mocinho. A história poderia ser sim o mais do mesmo, no entanto, a autora me cativou primeiramente por sua escrita super envolvente, depois pela personalidade dos personagens, a forma como o romance se desenvolve e como a história se desenrola. Isso sim tornou a trama tão singular. Para mim foi impossível não me render ao James e a Bianca! Eles formam um dos meus casais literários favoritos.

James Cavendish é um homem poderoso, de presença marcante, que não passa despercebido por onde passa. Sexy, lindo e confiante, o bilionário dono de uma rede hoteleira esbanja sensualidade e deixa todas as mulheres a sua volta caindo aos seus pés. Claro que ele tira proveito disso. Um homem solteiro, que não gosta de amarras e nem de títulos em seus envolvimentos amorosos, mas que sempre está com uma bela mulher à tiracolo. James sempre consegue o quer, então, quando conhece Bianca, ele fica louco para tê-la, e não medirá charme e determinação para conseguir o que deseja. A comissária de bordo o encanta facilmente, tudo nela o atrai, sua postura séria, seu profissionalismo, seu carisma, a áurea misteriosa que a envolve e, claro, sua beleza. Mas conseguir que Bianca se renda a atração visível que sentem não será uma tarefa fácil, ela não é como as outras mulheres que ele conhece ou que tenha se envolvido, e se é possível, isso o deixa ainda mais fascinado.

Bianca é uma mulher trabalhadora, sensível, séria e muito fechada. Com um passado nebuloso, ela tem problemas em confiar nas pessoas, e não deixa que elas entrem tão facilmente em seu mundo. A única pessoa em que confia cegamente é Stephan, seu melhor amigo, seu irmão de alma, aquele que esteve com ela nos piores e nos melhores momentos de sua vida. Se envolver sexualmente com alguém é algo que não está nos planos de Bianca, romanticamente então, nem pensar. Nenhum homem até aquele momento despertou nela nenhuma vontade de sair de seu "casulo", até James Cavendish cruzar o seu caminho. Em seu trabalho, como comissária de bordo da primeira classe, ela está acostumada a lidar com todos os tipos de pessoas, desde modelos lindos a estrelas da música e do cinema, mas nenhuma delas a deixou de pernas bambas como o Sr. Cavendish fez. Que ela sentia-se mais do que atraída pelo homem isso era fácil de admitir, mas Bianca não estava disposta a ceder tão facilmente aos seus desejos, mesmo que ele a esteja tentando tão fortemente.



"Senti que estava afogando. Eu era inexperiente demais para resistir a tamanha sedução. Ele me queria toda, até mesmo meus sentimentos, e, apesar da minha resistência, ele estava conseguindo."

Apesar de relutar no início, de tentar encontrar motivos para se manter afastada de James, Bianca não resiste aos encantos e a persistência do Sr. Magnífico, apelido que ela acha (e eu também) perfeito para o homem. Decida a ariscar pela primeira vez, ela se entrega as maravilhas que ele pode proporcioná-la, e assim conhece um mundo novo, libertador e prazeroso. Um relacionamento sem compromisso, sem laços, sem denominação, sem aparecimentos em público. Sim, ela estava perfeitamente segura com esse acordo. Mas James vem mostrando um lado completamente novo, e ao que parece, ele não deseja apenas dominar seu corpo, ele quer entrar em seu coração, desnudar sua alma e desvendar os seus segredos, e isso é algo que a deixa completamente assustada. Quanto mais se entregam, mais envolvidos ficam. Contudo, as coisas não serão tão fáceis, e eles terão que enfrentar alguns percalços pelo caminho. Além dos desafios pessoais, situações e atos colocam em prova a confiança tão dificilmente conquistada. E o pior de tudo, o passado cruel de Bianca volta a dar as caras, colocando sua vida em perigo.


"Eu adorava dizer seu sobrenome, pronunciando as três sílabas como  se fossem uma oração."

"Quando ele me tocava, eu perdia todo o controle e ele assumia tudo. Era bom demais me entregar. Aliás, era mais do que bom. Era tão perfeito para mim que eu nem sabia como resistir."

Difícil dizer o que eu mais gosto nessa história, mas com certeza o que se destaca para mim é a personalidade de James e Bianca. Sim, James é um homem dominante, que quer invadir a vida de Bianca, entrando sem pedir licença, é ciumento, gosta de fazer as coisas de seu jeito e tem seus altos e baixos, mas também é gentil, carinhoso, atencioso, protetor, intenso, compreensivo. E apesar de sempre querer controlar as situações do seu jeito, nosso Sr. Magnífico sabe render-se, ceder e dar espaço. A Bianca apesar da pouca experienciaria que possui não é nenhuma ingênua, sabe se impor, é sincera, inteligente, justa, honesta, forte. Tudo o que passou na vida a deixou um pouco descrente, e se entregar a esse sentimento novo e avassalador que vem surgindo entre eles não está sendo nada fácil para ela. Muitos podem achá-la cabeça dura, um pouco fria, mas eu a vejo como uma pessoa que tenta se preservar, proteger o coração. Ambos tem suas imperfeições, seus defeitos e qualidades, medos e receios, possuem seus fantasmas do passado, já enfrentaram situações dolorosas, e para mim eles se complementam com perfeição. Sou apaixonada por esse casal!

Embora a narrativa seja em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Bianca, é completamente perceptível o quanto James está apaixonado por ela, o quanto está entregue. Seus atos e ações deixam isso bastante claro. E, gente, tenho que confessar que isso me deixava suspirando!


"– O que você está fazendo comigo?– Espero que seja algo parecido com o que você está fazendo comigo. Quero que você sinta o que eu estou sentindo, Bianca. Quero que você sinta essa necessidade incontrolável. Não consigo suportar pensar que você é indiferente a mim."

Outro ponto que amo nesse livro é a amizade linda e verdadeira entre Bianca e Stephan. Esses dois são unidos, são parceiros, são o pilar um do outro. É lindo de ver o sentimento de irmandade que compartilham, provando que os irmãos nem sempre precisam compartilhar o mesmo sangue para terem essa ligação tão forte. Stephan é um personagem incrível, que me cativou desde o começo.


"– Eu tinha o Stephan – falei sucintamente. – Ele fez todo o resto dessa história valer a pena. Ter alguém como ele cuidando de mim tornou a minha vida suportável durante os tempo horríveis."


R. K. Lilley tem uma escrita deliciosa, que envolve facilmente, fazendo com que largar a leitura seja uma tarefa difícil. As cenas são bem descritas, detalhadas, porém não são maçantes ou cansativas. A trama é erótica (não se esqueçam disso!), possui muita sensualidade, mas ao meu ver, a autora soube dosar bem as coisas, não pecando pelo excesso. E, antes que eu me esqueça, a obra tem uma pegada BDSM, estão terão algumas cenas abordando esse lado. 

In Flight possui um enredo que fala sobre amor, amizade, superação, confiança, entrega e descoberta. Aborda também assuntos como violência doméstica, intolerância, preconceito e violência sexual. Me emocionei em alguns momentos, principalmente quando o  passado dos personagens estavam em jogo. Me diverti, fiquei tensa, com raiva,  com expectativas, torci, me apaixonei, suspirei, me envolvi completamente. Existem algumas situações que aconteceram de uma forma que eu não gostei tanto. É até normal, eu acho. 


"As coisas entre nós aconteceram muito rápido, e tudo o que aconteceu desde então só me ajudou a perceber isso. Eu não consigo pensar quando estamos juntos. Você simplesmente me arrebatou e parece que perdi qualquer forma de pensamento são."

A parte física do livro está linda, a Charme sempre arrasa nesse quesito. É muito capricho! A trama termina tensa, com altos acontecimentos. Então, te aconselho a já ter o próximo livro em mãos, principalmente se você for o tipo de leitor como eu: ansioso, curioso e desesperado (rs). Em breve eu volto com a resenha de Mile High, o segundo volume da série Nas Alturas.



Sobre a autora:

R.K. Lilley é a autora da série bestseller Up In The Air, entre outros livros.

Mora no Texas com seu marido e seus dois filhos, e já trabalhou em vários lugares, mas jura que só soube o que era trabalho duro quando teve os filhos.

Sempre foi viciada, desde que ela consegue se lembrar, em ler e escrever histórias de ficção e romances.Ela gosta de viajar, ler, caminhar, pintar, jogar, assistir animações, e aproveitar ao máximo de cada dia.

Atualmente ela está trabalhando em vários livros.

















16 Comentários

  1. Li esse livro tem um tempinho e sou obrigada a concordar! A escrita da autora é maravilhosa! Mesmo sendo algo clichê, tudo flui tão bem que eu fiquei apaixonada, ela escreve tão bem que virei a noite lendo e não me arrependo nadinha, Editora Charme acertou em cheio.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Esse livro parece bem clichê e eu tento fugir desses livros,é minha opinião é claro,além de que não consigo ler mais livros Hots,por enquanto.
    Percebo a sua paixão por esse livro,que sabe um dia.
    Adorei sua resenha ela é apaixonante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. O fato de você dizer que o enredo é totalmente diferente dos livros do gênero já me deixou curiosa porque realmente os livros dentro deste perfil literário são muito parecidos.
    Fiquei curiosa.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Livros clichês são comigo mesmo! AMO e não nego. Sempre me interessei por essa história, no começo falaram muuuuuito desse livro. Mas como não leio em e-book, fiquei na esperança de lançarem o físico. Agora que lançaram, não vejo a hora de me jogar de cabeça nessa história!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, é tão bom quando um livro nos encanta dessa forma, né?! Quando podemos reler ele diversas vezes e ainda assim amar cada releitura. Acho que ainda não conhecia esse livro, mas depois da sua resenha fiquei com vontade de ler esse livro. Achei interessante o desenrolar da trama e dos sentimentos dos personagens pelo que vi no seu post.

    ResponderExcluir
  6. Oi Dai!!!

    Tudo bem? É uma tão bom quando uma leitura impressiona e nos marca né? São sempre essas as histórias que me lembro direitinho por anos a fio! Ainda não conhecia nem o livro e nem a autora.

    Honestamente eu AMO um bom clichê: daqueles bem escritos e bem desenvolvidos, nada contra mesmo. Me divirto muito e sem dúvida eu não gostaria tanto da personalidade do James, mas ok, isso é uma questão muito pessoal. Acho que eu sem dúvida gostaria muito mais da personalidade da Bianca, por ela saber se impor e não deixa-lo mandar na vida dela, mesmo que seja uma garota inexperiente ela não é boba (personagens assim me irritam!)

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  7. Oi!

    Não tinha ouvido falar do livro ainda, mas confesso que não me atraiu muito. Acho que já li tanta coisa do gênero que hoje em dia busco coisas mais originais, no entanto, se eu tiver a oportunidade de lê-lo, com certeza irei, porque a Bianca é o tipo de personagem me agrada muito, por ser determinada, etc. :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Tantas pessoas estão recomendando esse livro, que me sinto um et por ainda não ter lido, fui a um evento da Charme e fui bombardeada por elogios. Achei a premissa legal e como curto bastante o gênero, acredito que irei adorar fazer essa leitura. Estou curiosa e empolgada para conhecer essa história, espero que logo.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    leio bastante livros do gênero sendo assim não posso negar que o livro me atrai, no entanto tenho lido muitos livros do tipo seguidamente e já sinto uma certa necessidade de mudar de cenário por algum tempo, por isso a dica está anotada mas para uma leitura eventual no futuro. Também gostei bastante da capa, meu problema com a edição dos livros dessa editora são as fontes que eles escolhem, me parecem muito amadoras, mas isso é uma opinião pessoal.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  10. Olá!!!

    Lindo o livro hein, gostei bastante da capa!! Não costumo ler livro dessa pegada mais erótica, mas dá para perceber sua paixão pelo livro na sua escrita!
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Adoro essa trilogia, apesar de achar extremamente hot, combinou e muito com o casal. Mas torço para que a Charme traga Tristan e Danika, amigos que aparecem ao longo da história e tem uma história linda porém muito dolorosa.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  12. Pois é, eu fico pensando porque tem sempre que ser deste jeito: homem rido, poderoso e lindo. Parece que é um sonho de qualquer mulher e eu acabo achando um pouco fútil apesar de logicamente sonhar em poder viajar por tudo, mas não estou querendo muito voltar a este estilo de leitura.

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bem?
    Ahh, eu odeio essa fórmula! Hahaha
    Leio "CEO RICO" já me dá até enjoõ, de tão clichê e manjado isso está.
    Não daria uma chance a leitura pelo gênero não me agradar, mas sua resenha está ótima!!

    ResponderExcluir
  14. Ah, James é o cara! Impossível não se apaixonar por ele!
    Amo demais essa série e espero que a Charme também lance o livro da Lana e os do Tristan e Danika.

    ResponderExcluir
  15. Oi. Tudo bem?
    Ainda não conhecia a autora, nem o livro. Acho que não é o tipo de narrativa que me interessa. Tenho que concordar com você em um ponto: o livro é recheado de clichês, algo que me desagrada um pouco, pois gosto de ser surpreendido por história não imaginadas. Mas, para quem gosta do gênero, parece ser um história bem bacana, não é à toa que gosta tanto e já leu tantas vezes. Muito boa dica e ótima resenha.
    Abraço 😀

    ResponderExcluir
  16. Oii!!!
    É tão bom quando gostamos tanto de um livro que sempre que temos oportunidade lemos de novo. Achei esse livro bem legal, apesar de ser clichê, mas geralmente se um livro clichê é bem escrito, a história se torna muito boa. A única coisa que não me atraí muito e as cenas hot. Gostei dos temas abordados, como violência doméstica e sexual, acho muito importante ser retratado. Pela sua empolgação ao escrever a resenha, acredito que seja uma leitura proveitosa.
    Beijos

    ResponderExcluir