Sinopse: Após uma juventude de rebeldia e bebedeira, John Tyree decidiu dar início a um novo capítulo em sua vida e se alistou no Exército. Um ano depois, agora um novo homem, ele retorna a Wilmington, na Carolina do Norte, para passar um tempo com o velho pai.
Uma tarde, enquanto admira o pôr do sol da pequena cidade litorânea, ele conhece a garota de seus sonhos. Além de ser linda, Savannah é amigável, de sorriso fácil, um exemplo de boa conduta e altruísmo. Curiosamente, esse contraste de personalidades não impede que um sentimento arrebatador nasça entre os dois.
No entanto, John precisa voltar para a Alemanha a fim de concluir o serviço militar. Em nome do amor, Savannah decide esperar por ele, enquanto o jovem soldado promete que, após esse período, vai ficar para sempre ao lado da mulher que conquistou seu coração.
O que nenhum dos dois poderia esperar eram os eventos do 11 de Setembro. Enquanto John entra em combate no Iraque, Savannah precisa reunir forças para superar a dor da distância. Nesse cenário de saudade e incertezas, uma simples carta pode mudar a vida dos dois para sempre.

Ficha Técnica:
Páginas: 256 | Gênero: Ficção; Literatura Estrangeira; Romance | Formato: Impresso; E-book | Edição: 1ª | ISBN: 9788580417715 | Editora: Arqueiro | Idioma: Português | Ano: 2017 | SKOOB

Onde comprar:
      AMAZON          LIVRARIA CULTURA          SARAIVA          FNAC           



“O que significa amar de verdade outra pessoa? Houve uma época em minha vida na qual eu pensava que sabia a resposta. Eu gostava de Savannah mais do que de mim mesmo, e tinha certeza de que ficaríamos juntos pelo resto da vida. Mas eu estava errado.”

Alguém me diz, por favor, como não amar as histórias do tio Nick? Eu sempre termino de ler seus livros com muitas lágrimas banhando meu rosto e longos suspiros apaixonados. Sou uma besta romântica mesmo (haha)! Já tinha lido Querido John alguns anos atrás, e nessa releitura eu senti que as emoções foram as mesmas de como se estivesse lendo pela primeira vez. Mas deixa eu contar um pouquinho da história pra vocês.

Nessa deliciosa trama iremos conhecer John Tyree, um jovem que não tinha nenhuma perspectiva na vida, além  de não ter um relacionamento muito bom com o pai. Até que um dia, após uma noite de bebedeira, percebeu que não queria mais viver daquela forma e por coincidência, ou sorte, dois fuzileiros navais passaram correndo pela praia e foi nesse momento que ele decidiu que se alistaria no Exército. Em suas licenças ele voltava para casa para passar um tempo com o pai, mesmo que não conversassem muito ele era a sua única família.

Então, em um belo dia, enquanto estava na praia de sua cidade pensando na vida, avistou duas belas garotas, mas a morena foi a que mais lhe chamou atenção, e com aquela ajudinha do destino ele conseguiu se aproximar da garota. Nesse período da licença e enquanto ela fazia um trabalho voluntário na cidade, eles se aproximaram e de cara se apaixonaram. E aí a gente pensa: “Que lindo! Agora começa uma bela história de amor”, para em seguida lembrar que quem escreveu a história foi Nicholas Sparks (hahaha).


“Fosse lá o que fosse acontecer em nossas vidas, eu podia me imaginar deitado a seu lado na cama no fim do dia enquanto conversávamos e ríamos, perdidos nos braços um do outro.”

“Eu me apaixonei por ela quando estávamos juntos, e me apaixonei mais profundamente nos anos em que estivemos separados. Ainda não consigo acreditar que a nossa história terminou.”
Mesmo apaixonado, John não largou o exército e enquanto esteve fora o nosso lindo casal se comunicava por cartas, e também em todas as suas licenças ele arrumava uma forma de se encontrar com Savannah. No momento em que John decidiu que precisava ficar ao lado de seu grande amor, acontece o atentado de 11 setembro e mais uma vez ele se alista para fazer justiça por seu país. E por não conseguir voltar pra casa, sentia Savannah cada vez mais distante em suas cartas, até que veio o comunicado oficial. Savannah lhe escreveu e disse que estava apaixonada por outra pessoa (e eu queria dar na cara dela por isso). Com essa decepção John se dedicou cada dia mais ao Exército.

Bom, não quero contar muitos detalhes pra vocês, se não perde a graça (rsrs). Terminei a leitura aos prantos e só conseguia pensar na bela lição que Querido John me trouxe, que é sobre como amar verdadeiramente alguém, abrir mão de sua felicidade para ver o outro feliz. Saber realmente do que a outra pessoa precisa e fazer de tudo para suprir suas necessidades. Dar sem esperar receber. 

Não tem como não amar a trama e muito menos não se apaixonar por essa nova capa. Quando o livro chegou fiquei por um bom tempo “babando” pelo belo trabalho da Editora Arqueiro. Capa, diagramação, tradução e revisão impecáveis. O livro inteiro é lindo!

Por fim, para quem ainda não leu, leia logo, porque está perdendo uma obra incrivelmente linda e tocante. Para quem já leu, recomendo que faça uma releitura, pois tenho certeza que irá se apaixonar ainda mais pela história.


 “Mesmo que você possa não querer ouvir isto, quero que saiba que será sempre parte de mim. Em nosso tempo juntos você conquistou um lugar especial em meu coração, que eu levarei comigo para sempre e que ninguém poderá substituir. Você é um herói e um cavalheiro, é gentil e honesto; porém, mais do que isso, é o primeiro homem que amei. E não importa o que o futuro trará, você sempre será, e sei que minha vida será melhor por causa disso.”





Sobre o autor:





Nicholas Sparks lançou seu primeiro livro aos 31 anos, ao qual se seguiram outros 18. Suas obras foram traduzidas para 50 idiomas e já venderam mais de 100 milhões de exemplares no mundo todo. Onze de seus livros ganharam adaptação para o cinema e para a TV. O autor mora na Carolina do Norte e tem cinco filhos.













12 Comentários

  1. Eu tenho este livro na edição antiga, mas adoraria reler com está nova capa, que está um luxo. Sparks tem uma forma para escrever seus livros e confesso que eles funcionam muito comigo. Li o livro e vi o filme e amo os dois.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Mary!
    Não li Querido John, mas vi o filme. Já vi outras obras do Nicholas tb, mas acho que é tudo mais do mesmo, sabe?
    Fico com pena do John e da Savannah pq é uma zona o relacionamento deles haha
    Mas de fato, a nova capa é linda!
    Bj

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Acredita que eu nunca li nada do Nicholas Sparks? Eu até assisti algumas adaptações de livros dele, incluindo a deste livro, porém, nunca fiquei curiosa para ler. Mesmo tendo gostado de todos os filmes que vi, sempre achei que, como leitura, não funcionaria para mim.
    Fico feliz que você tenha gostado tanto dessa releitura e tenha terminado ainda mais apaixonada pela obra. Acho que ainda não chegou meu momento de ler Nicholas Sparks, mas acho que se um dia for ler, começarei por esse.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Este foi o primeiro livro que li do Sparks e óbvio, me ganhou pra sempre. Eu adoro esta história, apesar do final melancólico e essa nova capa da Arqueiro está diva demais.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oiee Mary ^^
    Se não me engano, esse foi o primeiro livro do Nicholas que eu li. Gostei muito na época, e gostava ainda mais do filme (minha irmã também, foi aqui que ela pegou a paixonite pelo Channing Tattum...haha'), mas hoje em dia já não ligo muito para os livros do Sparks, cansei...haha' sei que as histórias não são 100% iguais, mas cansei :/
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Amo os romances do Tio Nick mas confesso que dei um tempo. Estava ficando arrasada com os desfechos que ele dá! Kkkk... Já tem uns 2 anos que não leio nada dele.
    Querido John eu só vi o filme (sei que nunca é igual!) mas tenho vontade de ler o livro sim. Talvez seja o escolhido pra acabar com esse jejum. Mas com certeza vou querer essa nova edição. Umas das coisas que nunca gostei é a capa branca que a editora colocava nos livros. Essa nova edição está lindíssima!

    Beijos!
    www.citacaonumclick.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    estou completamente apaixonada por essas novas capas que a ed. arqueiro deu aos livros do John Green, ficaram muito lindos mesmo. Ainda estou montando minha coleção e já pretendo comprar essas novas edições. Já estou a mais de um ano sem ler nada do autor, li bastante coisa e senti a necessidade de dar um tempo porque mesmo sendo romances encantadores uma hora cansa, ano que vem pretendo voltar a ler com moderação as obras do autor;

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  8. Oiii,

    Deu pra ver sua paixão de longe pelas histórias do Nocholas Sparks, mas infelizmente eu não consigo gostar das obras do autor, não consigo me convencer a ler nenhum livro dele mais. Acho incrível como as pessoas conseguem se apaixonar por ele, mas infelizmente é um autor que está na minha lista de "nunca mais ler nada". Foi uma ótima resenha e uma dica muito boa pra quem gosta do autor e do gênero.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  9. Que bom que você gostou do livro, mas as histórias dele não são as minhas favoritas. Sempre tenho a impressão que á e mesma forma pra escrever a história, ou seja, não muda muita coisa. Por isso, infelizmente, deixarei passar, mas que bom que você gostou e conseguiu absorver algumas reflexões bem bacanas. Mas a capa preciso concordar com você! Está um show!

    www.porredelivros.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?

    Até agora eu vi apenas o filme. Tenho o livro, mas ainda não consegui ler. Antes tinha certo medo de ler os livros do autor. Como ele sempre mata alguém, ficava com medo de acabar sofrendo. Depois, passei a gostar da narrativa dele. Pretendo ler os livros do autor que tenho em casa e 2018. Espero que eu consiga ler pelo menos todos.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi.
    Eu li esse livro há alguns anos e realmente é lindo.
    Só confundo um pouco, porque tem algumas diferenças em relação ao filme, se não me engano. Por isso mesmo preciso reler.
    E a edição que tenho que é com a capa do filme, essa capa aí realmente está muiito mais linda. Fiquei com vontade de te-la na estante também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Sempre tive vontade de ler mais livros do Nicholas, eu li somente dois e chorei muito hahaha.
    Imagino o quanto essa história deve emocionar, porque ela tem muito uma pitada de realidade e dá pra imaginar um casal passando por isso.
    Espero em 2018 poder conhecer mais obras do autor

    ResponderExcluir