Sinopse: Kate Daltry é uma jovem de 23 anos que não costuma frequentar os salões da alta sociedade. Desde a morte do pai, sete anos antes, ela se vê praticamente presa à propriedade da família, atendendo aos caprichos da madrasta, Mariana. Por isso, quando a detestável mulher a obriga a comparecer a um baile, Kate fica revoltada, mas acaba obedecendo.
Lá, conhece o sedutor Gabriel, um príncipe irresistível. E irritante. A atração entre eles é imediata e fulminante, mas ambos sabem que um relacionamento é impossível. Afinal, Gabriel já está prometido a outra mulher – uma princesa! – e precisa com urgência do dote milionário para sustentar o castelo.
Ele deveria se empenhar em cortejar sua futura esposa, não Kate, a inteligente e intempestiva mocinha que se recusa a bajulá-lo o tempo todo. No entanto, Gabriel não consegue disfarçar o enorme desejo que sente por ela. Determinado a tê-la para si, o príncipe precisará decidir, de uma vez por todas, quem reinará em seu castelo.
Um beijo à meia-noite é um conto de fadas inspirado na história de Cinderela. Com um estilo que combina graça, encanto e sedução, Eloisa James escreve uma narrativa envolvente, com direito a fada madrinha e sapatinho de cristal.
 Ficha Técnica:
Páginas: 320 | Gênero: Romance; Ficção; Literatura Estrangeira | Formato: Impresso; Digital | Edição: 1ª | ISBN:  9788580417784 | Editora: Arqueiro | Idioma: Português | Ano: 2017 | SKOOB

Onde comprar:
     AMAZON        LIVRARIA CULTURA        LIVRARIA DA FOLHA        SARAIVA   

 

Eloisa James me conquistou como leitora assim que tive o meu primeiro contato com sua escrita, que foi com o livro Quando a Bela Domou a Fera. Tudo no romance me cativou, principalmente sua narrativa viciante e envolvente, e ali eu já virei sua fã. E para a minha grande alegria, minha segunda experiência com uma obra de sua autoria também arrebatou o meu coração. Estou apaixonada por Um Beijo à Meia-Noite.


Aos 23 anos, Kate Daltry sabe o que é ter seus sonhos roubados. Depois da morte de sua mãe, seu pai casou-se novamente com a detestável Mariana, que ainda levou a tiracolo sua filha Victória para morar com eles. Não muito tempo após o matrimônio, seu pai também vem a falecer, deixando toda a sua fortuna para a sua atual esposa. E é assim que começa o pesadelo de Kate. Mariana, que não suporta a enteada, não mede esforços para rebaixá-la, humilhá-la, tornado-a uma serviçal do castelo, sem direito a nada, e esbanjando toda a herança deixada pelo pai de Kate a seu bel-prazer, para satisfazer apenas seus caprichos e de sua filha. Há sete anos vivendo desta maneira, Kate foi privada de inúmeras coisas, e apesar de não demonstrar, de ser forte e corajosa, no fundo do coração ela ainda nutre esperanças de conseguir se libertar de tudo o que a prende à propriedade da família.

Agora, sua "irmã" Victória está em uma enrascada, e, apesar dos pesares, a jovem é não é como a mãe, e Kate nutre bons sentimentos por ela. Assim, quando Mariane a obriga a comparecer à propriedade de um príncipe, se fazendo passar pela irmã, Kate fica revoltada, mas acaba cedendo as chantajes da madrasta para poder ajudar Victória. No entanto, o que Kate não esperava, era que o dono do castelo, o irritante — e irresistível! — príncipe Gabriel, fosse despertar nela tantos sentimentos. A atração entre eles é imediata, não há como negar, mas também é impossível. Ela está fingindo ser outra pessoa, ele está prometido a outra mulher, portanto, precisam repelir esse encanto que os atraem.


"E toda a energia selvagem e irrefreável que Kate sentia nele fluiu para seu beijo, como um pedido que ela não conseguiria recusar. Ela pensava que beijar consistia em um encontro de lábio, mas aquilo... aquilo estava mais para saborear e sentir. Ele parecia feito de seda e fogo. Ele parecia feito de seda e fogo. O príncipe tinha sabor de fogo."

"Ele fechou os olhos por um instante, e seus cílios tinham cor de arrependimento. Com uma espécie de tristeza dilacerante, Kate sabia que nunca esqueceria aquele príncipe."

Gabriel é um homem acostumado a ter tudo o que deseja, a ser bajulado e a ter suas vontades atendidas a todo o momento, sem hesitação, e depois que herdou um castelo, tornou-se ainda mais adulado. Então, quando uma jovem determinada, inteligente e perspicaz cruza o seu caminho e se recusa a bajulá-lo como todas as outras pessoas fazem, ele fica intrigado e muito atraído. Kate desperta nele diversas sensações e sentimentos intensos, alguns que nunca tinha experimentado, e ele a quer para si, contudo, sabe que não pode tê-la. Gabriel não desejava se casar, no entanto, em breve se casaria, e ele precisa se dedicar a impressionar sua futura esposa, afinal, o casamento traria um dote milionário, e ele estava contando com essa fortuna para sustentar seu castelo que já estava sem recursos, e também para colocar outros planos em prática. Mas desde de que Kate surgiu em sua vida ele não consegue pensar em outra coisa a não ser na jovem, e por isso, agora ele precisa se decidir: ou segue seu coração e seus desejos ou cumpre com suas obrigações e responsabilidades.


"- Faz alguma ideia do que é ser príncipe? - Ele ergueu a cabeça de repente e seus olhos estavam amargos, sua boca era uma linha rija - Não posso fazer o que desejo. Não posso ser o que desejo. Não posso me casar com quem desejo."

"– Eu consegui - disse Gabriel, num tom casual. – Conheci a mulher perfeita para mim. E agora... conhecerei minha esposa. (...)
– A vida é assim, Wick – continuou Gabriel, puxando a outra luva. – Nem sempre é justa. (...)
– Esquecerei Kate com o tempo. – Ele olhou Wick diretamente nos olhos enquanto falava.
Ele nunca a esqueceria.
Wick sabia disso também."

Inspirado na história de Cinderela, Um Beijo à Meia-Noite possui vários elementos que remetem a fábula original, com direito a madrasta má, fada madrinha, sapatinho de cristal e um príncipe (quase) encantado, mas, ao mesmo tempo, possui um enredo cheio de originalidade e autenticidade, tornado a história única e especial. Com uma escrita brilhante, Eloisa James, mais uma vez, me encantou imensamente. A sagacidade da autora é algo que me fascina.

Uma trama sedutora, cativante, graciosa e divertida, que combina humor inteligente, diálogos espirituosos, personagens cheios de personalidade e um romance adorável. Uma história deliciosa que me proporcionou momentos de puro deleite. Com capítulos pequenos e extremamente envolventes, a leitura ocorreu de maneira leve e espontânea. O romance entre Gabriel e Kate é apaixonante, a química entre eles é intensa, em todos os sentidos, e os diálogos que protagonizam são um show à parte. Porém, admito para vocês que, apesar de ter amado o Gabriel, ele me tirou a paciência por ser tão indeciso em alguns momentos. Não falarei mais nada além disso, vou deixar que vocês descubram por si mesmos e tirem suas conclusões. Agora a Kate, na minha opinião, foi incrível do começo ao fim. Outra coisa que amei na trama, foi o fato da autora ter explorado bem o núcleo secundário de personagens, não deixando o foco da história voltada somente para o romance do casal principal. Para mim, isso abrilhantou ainda mais o enredo.

 
A série Contos de Fadas é composta por livros inspirados em contos de fadas famosos, e cada história traz um casal diferente. Por esse motivo, eles poderão ser lidos de forma independente. Por enquanto, a Arqueiro laçou dois desses livros, Quando a Bela Domou a FeraUm Beijo à Meia-Noite. Estou aqui na torcida para que o próximo volume, A Duquesa Feia, seja lançado em breve, e não nego, minhas expectativas estão lá nas alturas.

Leitura recomendadíssima!


Um Beijo à Meia-Noite
A Duquesa Feia (em breve)







Sobre a autora:



Eloisa James escreveu seu primeiro romance depois de se formar em Harvard, mas o manuscrito foi rejeitado por todas as editoras. Depois de obter mais alguns diplomas e arranjar emprego como professora especializada em Shakespeare, ela tentou novamente, dessa vez com mais sucesso. Mais de 20 best-sellers depois, ela dá cursos sobre Shakespeare na Fordham University, em Nova York, é mãe de dois filhos e, numa ironia particularmente deliciosa para uma autora de romances, é casada com um legítimo cavalheiro italiano.

   SITE DA AUTORA    











5 Comentários

  1. Eu super quero ler essa série!!!
    Todos falam tão bem!!!!
    Não conhecia a capa do terceiro livro ainda! Tão linda como as demais!.
    Adorei sua resenha e com certeza a dica está mais que anotada!!!

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Oiii linda tudo bem?
    Que demais essa resenha, fiquei bastante interessada de cara pelo enredo da obra e em si todo o conto que é abordado e nem sabia que teria continuação, ótima resenha! Dica anotada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, Dai.
    Eu estou amando essa coleção e também não vejo a hora de ler o terceiro.
    Gostei de mais do fato do autora ter explorado mais personagens além do casal!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  4. Oi Dai!!!
    Eu gostei muito de um beijo à meia noite, mas confesso que o primeiro foi meu favorito!! Apesar do segundo volume ser delicioso, achei o fim meio corrido! Mas ainda sim gostei muito da trama e estou ansiosa pelo terceiro volume!!

    Beijokas

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Não vejo a hora de ler o próximo volume!
    Gostei muito da história dos dois volumes já publicados. A narrativa foi muito envolvente, personagens marcantes, e uma história que vicia. Eu gostei muito de ler esses romances!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir