CADEN BOSCH está a bordo de um navio que ruma ao ponto mais remoto da Terra: Challenger Deep, uma depressão marinha situada a sudoeste da Fossa das Marianas.

CADEN BOSCH é um aluno brilhante do ensino médio, cujos amigos estão começando a notar seu comportamento estranho.

CADEN BOSCH é designado o artista de plantão do navio, para documentar a viagem com desenhos.

CADEN BOSCH finge entrar para a equipe de corrida da escola, mas na verdade passa os dias caminhando quilômetros, absorto em pensamentos.

CADEN BOSCH está dividido entre sua lealdade ao capitão e a tentação de se amotinar.

CADEN BOSCH está dilacerado.

Cativante e poderoso, O fundo é apenas o começo é um romance que permanece muito além da última página, um pungente tour de force de um dos mais admirados autores contemporâneos da ficção jovem adulta.

Ficha Técnica:
Páginas: 272 | Gênero:  Ficção; Jovem Adulto; Literatura Estrangeira | Formato: Digital; Impresso | Edição: 1ª | ISBN: 978-85-5889-062-5 | Editora: Valentina | Idioma: Português | Ano: 2018 | SKOOB


  


Caden é um típico garoto do ensino médio. Aluno brilhante, irmão dedicado, filho amado e amigo querido, tem um dom extraordinário para desenhar e, através desse dom, costuma se expressar e esconder segredos.

Seus pensamentos o faz viajar para outro mundo, e viva nesse mundo como se fosse real. Lá, ele faz parte de uma tripulação de um barco, com capitão e outras criaturas. 

No começo de tal aventura, ele acha que é apenas um sonho, mas depois, ele já não sabe distinguir o que é real, e o que não é.

Seus amigos começam a estranhar seu comportamento, assim como seus pais que também não entendem o que está acontecendo com seu filho. Devido a isso, Caden começa a pensar que todos estão contra ele.


“As coisas que sinto não podem ser traduzidas em palavras, ou, se podem, são palavras numa língua que ninguém pode compreender.”

Ele tenta conversar com o pai e explicar o que sente, mas é incompreendido.

Caden passa a viver afundo essa "viagem", e volta cada vez menos ao mundo real. O que o faz chegar ao ponto da realidade e fantasia se misturarem, se ligarem uma a outra cada vez mais.


“O que acontece quando seu universo começa a sair do ponto de equilíbrio e você não tem a menor experiência em reconduzi-lo ao centro? Só pode dar murro em ponto de faca, esperando que as paredes desmoronem e a sua vida se torne um grande cinzeiro misterioso.”

Seus pais acabam internando Caden em um hospital psiquiátrico, onde ele conhece outras pessoas com os mesmos problemas que ele, e diferentes também. Aos poucos, ele começa a entender um pouco sobre sua real situação, mesmo quando está em um mundo paralelo, que não é tão paralelo assim...


“Assim que a química do seu cérebro começa a entrar em ordem – diz o Dr. Poirot a diferença entre o que é real e o que não é se tornara cada vez mais clara.”

Uma história que conta como é a vida de uma pessoa normal, que passa a ter problemas, problemas psíquicos. Que nos leva a entender como é estar na cabeça deles nos momentos de crise, em que estão em tratamento. Que mostra também o lado dos familiares, das pessoas que convivem com eles, pai, mãe, irmã. Como cada um enxerga e aceita essa situação de modo diferente.

Nos faz entender um pouco melhor e olhar com olhos diferentes tal situação. E aos que nunca tiveram um certo contato com casos reais, poder entender como seria. Uma história que não mostra apenas ficção, que mostra que pode ser a realidade vivida por muitas famílias.


“Enfrentamos muitas das provações que Caden e seus familiares enfrentaram. Vi um filho amado viajar até as profundezas da mente sem nada poder fazer para impedir a sua decida.”

O fundo é apenas o começo é uma leitura densa, que exige muito do leitor, que possuí um um enredo profundo, mas instigante. Confesso que, pra mim, não foi uma leitura fácil, pois me perdi um pouco nas passagens da vida real, para as "viagens" de Caden. Mas, com o decorrer da leitura, tudo foi se encaixando, se tornando bem interessante, ou melhor, impactante e esclarecedor.


“Meus pés estão em terreno sólido e seguro, mas isto é somente uma ilusão.”




ONDE COMPRAR:    AMAZON   





Sobre o autor:

NEAL SHUSTERMAN é o premiado autor de diversos best-sellers do New York Times, vencedor e/ou finalista de praticamente todos os prêmios literários dos EUA. Publicou pela Seguinte, O ceifador. Vive na Califórnia com seus quatro filhos.

BRENDAN SHUSTERMAN, cujas ilustrações inspiraram diversos elementos em O fundo é apenas o começo, é um artista e autor iniciante que não está apenas seguindo os passos do pai, mas abrindo caminho por seu próprio talento.













Deixe um comentário: