Em seu novo romance arrebatador, a autora de Cartas de amor aos mortos apresenta uma mãe e uma filha que precisam compreender o passado para poder seguir em frente.

Quando tinha dezessete anos, Marilyn viveu um amor intenso, mas acabou seguindo seu próprio caminho e criando uma filha sozinha. Angie, por sua vez, é mestiça e sempre quis saber mais sobre a família do pai e sua ascendência negra, mas tudo o que sua mãe contou foi que ele morreu num acidente de carro antes de ela nascer.

Quando Angie descobre indícios de que seu pai pode estar vivo, ela viaja para Los Angeles atrás de seu paradeiro, acompanhada de seu ex-namorado, Sam. Em sua busca, Angie vai descobrir mais sobre sua mãe, sobre o que aconteceu com seu pai e, principalmente, sobre si mesma.


Ficha Técnica:
Páginas: 448 | Gênero: Ficção; Jovem Adulto; Literatura Estrangeira; Romance | Formato: Digital; Impresso | Edição: 1ª | ISBN: 9788555340673 | Editora: Seguinte | Idioma: Português |  SKOOB




Conheça Marilyn e Angie,  mãe e filha que viram a vida mudar aos dezessete anos. 

Marilyn viveu uma vida difícil ao lado de sua mãe, que insistia em torná-la uma modelo famosa. Mas tudo que ela queria era ser uma adolescente normal, vivendo o primeiro amor, se divertindo, tirando fotos, que era uma de suas paixões, se formar no ensino médio e ir pra faculdade. Na verdade, seu maior sonho era ir para uma faculdade bem longe de casa, pois acreditava que essa seria a solução para alcançar sua liberdade. Ela vive seu primeiro amor quando conhece James, é a partir daí que sua vida muda por completo. 


“James beija a nuca de Marilyn no exato momento em que fogos de artificio explodem na tela. Marilyn se sente tão apaixonada quanto Julieta.” 

Angie, filha de Marilyn, agora com dezessete anos, é o completo oposto da mãe. A jovem estuda, tem seu amor e não se vê obrigada a ser modelo. No entanto, vive as sombras do passado de sua mãe, um passado que Marilyn esconde a sete chaves. A garota sempre acreditou que o pai estava morto, mas encontrou algo que a levou a desconfiar do contrário. E é através de uma fotografia que Angie resolve se aventurar em busca de respostas sobre suas origens. 


“Talvez hoje um início em algum lugar, mas se estende a um passado que não consegue dividir, através da vida dos pais, avós, gerações de fantasmas invisíveis.” 

Aos Dezessete Anos retrata uma linda história baseada no amor. Um amor vivido da melhor maneira possível dentro dos limites impostos pela sociedade, marcado por uma tragédia escondida e com tanta dor, mágoas e culpas como bagagem. Fala sobre uma garota que busca uma parte que falta em si mesma. Fala sobre o relacionamento de mãe e filha, sobre família, sobre preconceitos. A trama é  emocionante, apaixonante e te prende do começo ao fim. A autora consegue te inserir em cada página, fazendo de você um pedaço daquela história.




Onde comprar:     AMAZON   




Sobre a autora:



AVA DELLAIRA é formada pela Universidade de Chicago e mestre pela Iowa Writers’ Workshop. Ela cresceu em Albuquerque, no Novo México, onde passou incontáveis tardes de verão fazendo poções mágicas, lutando contra bruxas más e se divertindo com outras brincadeiras inventadas, que provavelmente contribuíram para que se tornasse uma contadora de histórias. Atualmente vive em Santa Monica, na Califórnia, onde trabalha na indústria cinematográfica e escreve seu segundo romance.













Deixe um comentário: