O que você faria quando tudo o que aprendeu é posto à prova de uma hora para outra?
Isso acontece com Cassandra, quando conhece duas pessoas inesquecíveis em um almoço de família. A princípio, o novo sócio de sua irmã é um cara idiota que não consegue ser educado. Mas isso é irrelevante quando se trata de seu pequeno filho.
Júlio é um pai solteiro que, precisa a todo custo, fazer com que seu filho se sinta seguro em um mundo que não é gentil. Mas não pode fazer o mesmo para si, quando se trata da irmã mais velha de sua amiga.
Ambos tentam de toda forma se evitarem, mas a vida, e o pequeno menino, pensam de outra forma.
Ele é o elo que eles tentam quebrar.
Depois de uma trégua que ambos fazem pela criança, uma amizade é criada, mas não muda a atração que ambos sentem um pelo outro. Não demora muito para que os dois se sintam presos em um sentimento impossível de ser negado. Mas não forte o bastante para acabar com as dúvidas e medos.
Apesar de estarem se entendendo, não é fácil deixar tudo nas mãos do destino. Mesmo dando o que podem para que tudo dê certo, fantasmas do passado voltam a assombrar.
“Nem tudo se resume a química e amor. Às vezes, é tudo questão de sorte”.

Ficha Técnica:
Páginas: 230 | Gênero: Ficção;  Romance; Literatura Brasileira | Formato: Digital | Edição: 1ª | ASIN: B07G2SS9SZ | Publicação Independente | Idioma: Português | Ano: 2018 | SKOOB

COMPRE NA     AMAZON   


“E ele trouxe isso, apenas com um olhar. Meu Deus! O que está acontecendo comigo? Seguro a borda da mesa para me manter em pé, feliz que ninguém esteja prestando atenção no momento completamente vergonhoso. Mesmo prestes a cair, não posso, na verdade, não consigo desviar o olhar dele.” 

Na Dúvida, Fique Comigo é uma leitura curtinha, simples, mas muito intensa. Quando a gente assusta, o livro já acabou, e dá até para achar que a autora poderia ter explorado mais os acontecimentos, no entanto, eu acho que seria enrolar demais com a história, e, no fim, foi tudo como deveria ser. 

Na trama vamos conhecer Cassandra, mais conhecida como Cass, irmã de Juliane, mora com os pais e é professora. Cass é solteira por opção e também por não ter superado ainda tudo o que aconteceu com ela no passado. Mas agora que um médico bonitão cruzou o seu caminho, quem sabe agora as coisas não mudem?


“Por muito esforço de minha parte, encaro o homem a minha frente. Nesse momento não há muito o que me impeça de analisá-lo de uma maneira mais audaciosa. Ainda que o lugar seja completamente inapropriado.” 

Júlio é o novo médico que vai começar na clínica da família e pai do mais novo aluno que entrou para a escola e na sala da qual Cass é professora. De cara ela se apaixona pelo garotinho de riso fácil e todo simpático, mas com o pai da criança as coisas são diferentes, já que o homem é um grosso desde o início. Isso tudo porque ele quer se proteger de qualquer sentimento que possa vir à tona, já que a atração entre eles foi forte logo no primeiro contato. 

Como eu disse no início é uma história curtinha, porém muito gostosa e cativante.  A autora tem todo aquele jeito especial de escrever e de nos transportar para dentro da história, isso é o que me deixa mais encantada pelos seus livros e por seus personagens. O livro é um spin-off do livro Entre No Jogo (resenha aqui), por isso, para maior entendimento, te sugiro a leitura do livro antecessor.

Mais uma leitura que eu recomendo demais!


“— Claro que sim. Se for pra te ajudar a seguir em frente, eu vou fazer. Usar todas as armas que tenho a minha disposição para que isso aconteça. Você foi a que mais sofreu, e que está tentando arrumar erros que não foi você quem cometeu. Está na hora de parar com isso. Não é a primeira pessoa que me diz isso, e com certeza não será a última. Meus pais sempre me pediram para superar. Mas não poderia, não conseguia. E já se passou tanto tempo, que não sei se consigo.”




Sobre a autora: Tatiana Pinheiro é apaixonada por livros, esmaltes, histórias em quadrinhos e agora funkos também estão na lista. Uma nerd assumida, tem seu amor declarado pelo Capitão América- Seu mais favorito super-herói e seu objeto de obsessão. Mais especificamente Evans, seu mais perfeito amor.
Desenvolveu seu amor pela leitura através de gibis. Sua aventura na escrita ganhou força quando passou a ler fanfics, o que despertou seu interesse em criar suas próprias histórias.
Com 22 anos, descobriu que escrever é sua mais importante paixão, depois de Capitão e seu filhote de cachorro Raul, o de espécie desconhecida, já que não é nada normal para um filhote de um ano. Com enredos para a toda a vida, jamais esperar parar de se encantar com seus próprios personagens.
"Parte do que escrevo são vidas e amores que desejo."









Deixe um comentário: